twitter
RSS

A filosofia de O Símbolo Perdido - Thomas R. Beyer

>> quarta-feira, 7 de julho de 2010




“Não há nada oculto que não será revelado, nem segredo que não vira à luz”
 Lucas (8:17)


O Símbolo perdido é um quebra-cabeça no qual Beyer dividiu em 33 partes. E inclusos em sete capítulos ele nos dará as respostas para algumas curiosidades a respeito dessa obra de Brown, e ele vai mais além: o que é realidade e ficção na obra de Brown?

33 é um número oculto, é também o número do mais alto grau maçom. Esse número aparece também na data de lançamento original do livro de Brown, 15/09/09: 15+09+09=33.

Nos primeiros capítulos somos apresentados às curiosidades sobre a simbologia e significados dos nomes dos personagens de O Símbolo perdido. Mal’akh, por exemplo, significa anjo caído, demônio.

Breyer também pormenoriza o gosto de Brown por arte e arquitetura e de que forma elas se tornam pistas que levará à descoberta de algo grandioso por Langdon.

Mas o que mais diferencia a obra de Breyer em relação às existentes é que como leitor assíduo de Brown ele acredita que em tudo há uma pista encoberta. E ele vai afundo na pesquisa e nos apresenta como a mente geniosa de Brown funciona.

A própria contracapa original, da edição em paperback, de O Símbolo Perdido é uma obra de arte à parte. Alguns mistérios foram descobertos, como:

Nas costas da capa, se você girar o livro 90 graus no sentido horário, há um código vermelho-alaranjado escrito de cima a baixo da página. Usando o código maçônico, a decifração do código revela “Todas as grandes verdades começam como blasfêmias”.

Por isso os livros dele nos fascinam e vendem tanto, só o Código da Vinci já vendeu mais de 80 milhões de exemplares em todo o mundo.

Alguns pesquisadores ainda estão tentando decifrar toda a contracapa, tal a genialidade de Brown e sua equipe. O processo é, realmente, complexo e Breyer em A filosofia de O Símbolo perdido (Lua de papel, 209 páginas, R$ 24,90) tenta nos mostrar de uma forma simples. Já dizia Brown na página 440 de O Símbolo Perdido “Todas as verdades são simples”. Recomendo.

Ainda sobre livros baseados no O Símbolo perdido indico:


Os segredos de O símbolo perdido
As chaves para O símbolo perdido
Desvendando O símbolo perdido - ainda não lido
Guia de leitura para O símbolo perdido - ainda não lido

Resumo:

Este é um guia prático para o leitor obter mais informações sobre os assuntos abordados no novo livro de Dan Brown. O guia abrange 33 temas críticos de O Símbolo Perdido, inclui fotos, ilustrações e dezenas de referências para novas pesquisas.Um dos motivos que fazem com que a obra de Dan Brown seja tão lida e debatida, são os elementos reais que ele inclui em seus romances, frutos de muita pesquisa e enorme capacidade de criação. São tantas informações e tantos fatos contidos na obra de Dan Brown, que muitos leitores precisam de um guia de referência rápida de história, geografia, arte e arquitetura, criptologia, ciência, pessoas e lugares para entender com profundidade a trama de seus livros. O Professor Beyer, que ministrou seminários e produziu textos on-line para O Código Da Vinci e Anjos e Demônios iniciou o trabalho no guia do símbolo perdido quatro anos antes do assunto ser abordado. Assim que o romance se tornou disponível, leu e analisou várias vezes, acompanhado de um grupo de alunos, identificando temas que os leitores gostariam de saber mais.

Photobucket





PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL