twitter
RSS

Áurica - Gina Rosati

>> quarta-feira, 26 de junho de 2013



É hora de conhecer o inimigo.
Rei sorri como um pai orgulhoso;
- Então você me escuta às vezes.
Eu escuto muito. Eu só não aceito as suas sugestões sempre.
Ele quase ri.
Pág. 197


Anna Rogan nasceu com um “dom”, ela consegue fazer uma projeção astral: sair do corpo e viajar para onde quiser. Ela viaja à velocidade da luz e isso requer muita energia, por isso ela evita fazer essas projeções. Aliás, seu melhor amigo Rei (Reiki Robert Ellis) que briga com ela, para que ela se poupe. 

Quando uma garota detestável, da escola, armou um encontro secreto com um amigo dela e de Rei, Anna faz uma projeção astral para saber o que Taylor Gleason armaria contra Sean Murphy. Taylor é aquela garota super malvada e gata do colégio, mas o desejo dela é ter filho e casar e persegue os homens (coitado do Sean). E apesar de ser um livro YA, Taylor é uma personagem (adolescente) sexualmente ativa.

Voltando ao encontro, TUDO deu erro. Depois de uma pequena discussão, Taylor acaba despencando de uma cachoeira, Sean faz de tudo para salvá-la, mas não consegue. Abalada, Anna volta para casa - para seu corpo - e descobre que Taylor se apossou dele.

Ok, as coisas aqui são meio estranhas, mas lembre que é ficção, ou seja: tudo pode acontecer. E daqui pra frente já dá para imaginar: Anna tentando recuperar seu corpo, Seth tentando se livrar da prisão e Rei, o menino prodígio, fazendo de tudo para ajudar seus dois amigos. Mas pessoal, não vamos nos esquecer do romance! Ele está presente, afinal Rei é super gato e Anna não está mais imune ao seu charme; ela finalmente caiu em si e anda tendo uns pensamentos pecaminosos com ele, rs.

No início a leitura é um pouco cansativa, porque a autora se prende à explicações e detalhes que às vezes foram desnecessários, porém ajudou na construção dos personagens, a entender, por exemplo, porque Anna dorme trancada e tem medo do pai. Sobre o porque ela não conversa muito com a mãe. A bem da verdade, o único que sabe tudo sobre ela é seu melhor amigo Rei. E ela nunca mentiu para ele, apenas nem sempre faz o que ele... essa desa vez não concordar com ele mudou toda a sua vida.

Áurica, de Gina Rosati (Jangada, 304 páginas, R$ 34,90), é um livro YA de ficção paranormal. E como todo livro YA tem algumas semelhanças com outros: romance (não, nesse tem triângulo amoroso, ainda bem! Sempre fico indecisa entre os mocinhos, rs), fazer besteiras (todo mundo faz besteira de vez em quando, não só os adolescentes), algumas trapalhadas, algumas maldades (não vamos esquecer da Taylor!) e diversão também. Depois de anjos, vampiros a ‘novidade’ agora é projeção astral. Essa semana entrou uma resenha aqui no blog na qual a personagem era telepata e fazia um tipo de projeção astral, mas conseguia se manter consciente em ambos os lugares (confere a resenha de Nocaute). 

Bom lembrar que quando Anna faz a projeção, ela consegue ver a aura de uma pessoa, e cada pessoa tem uma cor específica que pode variar de acordo com o humor. Isso me fez lembrar de um outro livro, que não lembro o nome :(

Uma coisa bacana sobre Áurica é que é stand alone, ou seja, nada de série interminável (ufa!). Depois que se descobriu a mina das séries ficou cada vez mais raro ler um livro que não faz parte de série. No geral, Áurica é um livro 3 estrelas (de um total de 5).

Photobucket
PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL