twitter
RSS

A Intuitiva - Hannah Howell

>> quarta-feira, 20 de junho de 2012



E que Deus me perdoe, mas eu queria ver aquela mulher morta.
Pág. 184


Alethea Vaughan sonhava com Lorde Hartley Greville desde que tinha cinco anos. Ela presenciou várias cenas de sua vida, durante os sonhos. Ela sabia que um dia se encontrariam e aí ela tentaria entender porque sonhar com ele em particular.

Ela vem de uma família de superdotados/paranormais. Os Vaughan e os Wherlocke são uma poderosa família, chefiada pelo lindo-enigmático-e-recluso Modred Wherlocke. Durante séculos, as famílias foram perseguidas, acusadas de bruxaria, magia negra, mas na verdade eles nasceram com um dom, cada membro tem um dom em especial e eles usam o dom para ajudar os menos favorecidos, sempre que preciso. Eles são reservados e não confiam muito.

Finalmente o dia de conhecer Hartley chega. Alethea sonha com sua morte e precisa avisá-lo. O plano é meio audacioso, porque provavelmente ele a achará louca. Mas, uma situação de Estado ocorre, Alethea e seu primo Argus fazem uma intervenção e com isso ganham a confiança de Hartley.

A Intuitiva, de Hannah Howell (Lua de Papel, 224 páginas, R$ 29,90), é um  livro de romance, então de antemão já sabemos qual será o casal protagonista e, como a família Wherlocke é fogosa e se reproduzem como coelhos, já dá para imaginar outras, apesar de que a autora modifica umas coisinhas, não querendo ser previsível.

Hartley estava tão louco de desejo que teve de lutar para se controlar e não tomá-la, naquele instante, como se fosse um garoto inexperiente. A única coisa que acalmava sua preocupação pela força do desejo que sentia por ela era a certeza de que ela sentia o mesmo.
Pág. 108

Eu gostei mais desse volume do que o anterior. Se comparar essa série, que se passa no século XVIII, com a série das Terras Altas ( medieval), você não irá gostar. A Saga das Terras Altas é de um nível bem melhor, mas nem por isso a dos Wherlocke é ruim, é apenas um pouco cansativa, muitas páginas com detalhes sem diálogos. Espere ação, bastante intriga, uma pitada de maldade e um romance promissor.

Hannah Howell é diva e recomendo seus livros. O próximo volume é com Argus, ele foi coadjuvante nessa história e ficamos conhecendo um pouco mais de seu dom. A sua história promete. Gostaria muito de ler a história do chefe do clã, Modred, e seu dom peculiar, mas parece que O Escolhido é realmente o último volume da série, uma pena :(

Série Wherlocke

1. A Vidente
2. A Sensitiva
3. A Intuitiva
4. O Escolhido


Photobucket



PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL