twitter
RSS

[Resenha] Too Late (Tarde Demais)- Colleen Hoover

>> segunda-feira, 14 de novembro de 2016



"Ninguém deveria passar pela vida sem saber o que é se sentir cuidado."

Eu poderia começar a resenha como sempre começo, mas eu estaria sendo repetitiva em fazer isso. Esse livro exigiu de mim algo que eu nem sabia que tinha: Oxigênio suficiente para respirar.

Acho que até agora estou impactada com tudo. Não vou mentir, precisei muitas vezes fazer longas pausas para prosseguir com a leitura, porque o livro além de maravilhoso é muito intenso, pesado, forte. Já preciso deixar aqui bem transparente que apesar de eu amar livros de drama, desses bem pesados mesmo, me faltou estômago para tanto soco, portanto, se você não aguenta, por favor, não pegue para ler. Eu estou recomendando para Deus e o mundo a leitura deste livro e preciso mais do que nunca que ele seja lançado aqui no Brasil.

O tema central é relacionamento abusivo. Mas a Colleen Hoover dá o seu toque e é óbvio que não é apenas isso. Gente, eu acho que de longe, esse é o livro mais intenso, mas explícito que a CoHo já escreveu, aliás ela fala sobre isso em uma das 'notas da autora' que esse é o livro mais ousado que ela já escreveu. E é quente mesmo viu, picante que nem pimenta.

Vamos falar de quem interessa, os personagens e a história. Bom, a vida nem sempre foi tão boa com Sloan, ela tem uma mãe relapsa, irmãos com problemas sérios de saúde e um pai que ela nunca conheceu. Quando ela chega a faculdade Stephen já está recebendo auxílio do governo e está em uma clínica de tratamento especializado. Pelo menos alguém tem onde morar, ela ainda está procurando um emprego para pagar o aluguel de um quarto. E é então que ela conhece Asa, um rapaz bonito, imponente, o tipo de pessoa que é o centro das atenções e atrai pessoas tão lindas quanto ele. Não que ela seja feia, muito pelo contrário. Ela apenas vê as pessoas que flertam com ele, são completamente diferentes dela.

Ele entrou na vida dela por causa de uma caneta. E definitivamente só foi entrando cada vez mais. Para ela tudo era novidade, nunca teve tempo para namorar, cuidar de seus irmãos gêmeos Drew e Stephen e depois só de Stephen (o Drew falece por conta de uma convulsão devido aos graves problemas de saúde) era sua prioridade. Ou seja, ela nunca teve nenhum tipo de experiência com o sexo oposto. Sim, nem beijos.

Asa amou saber tudo isso, ele seria o primeiro homem na vida dela. Foi tudo de uma vez, entre o primeiro beijo e a primeira vez foi em questão de horas e por favor, não cabe julgamentos a Sloan aqui. Asa sabe persuadir muito bem e ele se aproveitou da inocência da Sloan para tal. A título de informação ela perdeu a virgindade sem seu consentimento. Mais uma vez Asa é bom em persuadir, na cabeça do imbecil ela estava dando um presente para ele. Ela não soube se expressar e ele entendeu tudo errado.

A descrição da cena é forte e dolorosa, mas a gente tem os dois pontos de vista e eu juro que me senti muito mal. Em todas as duas, na dele eu me senti enojada e na dela eu me senti destruída. Para ele aquilo tudo foi um prêmio, para ela o começo dos seus problemas.

"Talvez seja estranho comparar pessoas a drogas, mas quando drogas são tudo o que você conhece, é normal."

Asa era o maior traficante a nível universitário da região, ninguém estava acima de Asa Jackson, mas ele ainda não estava satisfeito. Afinal, naquele ramo quem se acomoda é ultrapassado muito rápido. E ninguém nunca, em hipótese alguma poderia tirar o seu poder. Ele era cuidadoso, ele oferecia o melhor. Quando você conhece o melhor não pode se contentar com menos do que isso. Por isso ele tinha Sloan, ela era a melhor e ele nunca encontraria alguém como ela.

Asa estava seguro, ele tinha poder e tinha Sloan, sua vida era perfeita. Até colocar Carter/Luke em sua vida. Mal sabia ele que tanto Carter quanto Dalton/Ryan são detetives da polícia que estão em uma força tarefa para pegar Asa e todo o seu esquema de narcotráfico.

Nunca a frase "por trás de todo homem existe uma grande mulher" se encaixou tão bem quanto neste livro. Sloan é o mundo de Asa. O presente que o universo deu para ele apesar de toda a sua trajetória. Asa não conheceu o amor, seus pais foram os piores que uma criança poderia ter e o seu pai o ensinou coisas que, de certa forma, abalaram com seu psicológico. Seu pai o ensinou desde cedo que todas as mulheres são vadias. E que ele nunca confiasse em uma vadia. Mas Sloan não era uma vadia, ela era sagrada, um anjo apesar do inferno que era a sua alma.

"Algum dia encontrarei alguém e farei com que esse alguém goste de mim o suficiente para dizer essas palavras [eu te amo] para mim. Quero que seja uma garota. Uma linda garota. Uma que o meu pai não pense que é uma vadia."

Claro que não estava nos planos de Luke (vou preferir chamá-lo assim porque é seu verdadeiro nome) se apaixonar pela namorada da pessoa que ele quer prender. Todavia, eles se conheceram na universidade, na aula de espanhol. Tudo isso fazia sim parte do plano. Sloan não. Ela era inteligente, linda, bem-humorada. Ele só não conseguia entender o por quê dela estar com uma pessoa como o Asa Jackson.

A real é que ela vivia em uma prisão sem grades, Asa consegue tudo o que ele quer quando e como quer. Sloan terminou com ele assim que descobriu de onde vinha o dinheiro que mantinha o padrão de alto luxo de Asa. Ele não aceitaria fácil que ela o deixasse e orquestrou da melhor forma possível para que Sloan ficasse totalmente dependente dele, usando sua maior fraqueza, Stephen.

Só agora eu percebi que a resenha já está bem longa, eu juro que já estou quase concluindo. É necessário que eu fale que tem momentos muito lindos no livro, principalmente os que são entre Sloan e Luke. Eu fiquei muito feliz porque o Luke para a Sloan é alguém surreal, ela nunca teve parâmetros masculinos bons para que pudesse fazer tal comparação. Mas ele era bom, ele era honesto, ele a queria bem. Se fosse pecado querer tudo isso em um homem, ela queria pecar para sempre. Na verdade Sloan, Luke é o tipo de homem que toda mulher merece ter, principalmente as que passam por coisas parecidas com as que você passou. E não é desses mocinhos perfeitos de livros não, ele é real. Ele tem defeitos e qualidades, ele erra e acerta como todo ser humano. Mas ele ama, saudavelmente. Apenas ama da maneira que lhe foi ensinado. Ele proteje e cuida.

"É a primeira vez em minha vida que sinto que meus fardos já não são todos meus. Eu nunca conheci alguém que trouxesse mais alívio para minha vida do que estresse. Até conhecer Luke." 

Tem altas reviravoltas na trama e eu confesso que foi o que mais me impressionou e me deixou ligada no 220V para querer continuar. Eu vou levar essa história comigo, ela tocou a minha alma de uma forma inexplicável. Tudo o que a Sloan passou do primeiro aos últimos capítulos faz com que a gente abra a nossa mente sobre tudo. Mais ainda se o assunto for relacionamentos. Asa a primeira vista era uma pessoa muito boa, quando você tem a oportunidade de conhecer ele melhor, dava para ver que não passa de uma fachada, boa fachada por sinal, e quando você tentasse escapar percebia que se encontrava em uma rede sem escapatória.
"O amor não é encontrado. O amor encontra." 
A Colleen fala sobre as várias vertentes sobre o amor neste livro e sua mensagem principal é que ame e seja muito amado. Desde que o muito não vire uma obsessão, uma doença. O amor é livre, se te prende não é amor, não se permita permanecer se te sufocar. As chances de tudo terminar bem são mínimas.

Enfim pessoas, me desculpem pela resenha longa, mas como é de praxe se eu gosto eu AMO. Se eu amo eu escrevo muito sobre. E foi o que aconteceu com Too Late. Espero que tenham gostado, um beijo enorme e até a próxima. Aaaaaa última coisa e mais importante: o livro traduzido se encontra no Wattpad com autorização da Colleen. Eu só posso dizer que: LEIAM!!! Eu que nunca li nada no Wattpad por não saber me ajustar à plataforma, me rendi só por causa dele e valeu muito a pena viu?!

Um beijo enorme e até a próxima.








PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL