twitter
RSS

Obsessão - Tara Moss

>> sexta-feira, 1 de agosto de 2014



Obsessão (Editora Fundamento, 304 páginas, R$31,36) é o segundo volume de uma série iniciada com o livro Fetiche (vejam a resenha aqui), onde conhecemos a Mak, uma modelo, estudante de psicologia forense que durante suas férias, fez uma visita a uma amiga na Austrália e se envolveu numa serie de assassinatos, conhecidos como crimes do Salto Alto e o detive Andy Flynn, responsável pela investigação dos crimes, com quem a Mak teve um breve caso.

Aviso: Essa resenha contem spoliers do livro anterior, pois os livros são muito interligados e seguem uma sequencia cronológica dos fatos!

Esse livro assim como Fetiche, inicia com um prólogo mostrando a cena do crime instantes antes do assassino matar sua vitima, do ponto de vista do assassino e isso é bem empregado pois nos instiga a iniciar a leitura já imaginando que teremos pela frente muito suspense.
Obsessão se passa um ano após o episodio vivido pela Mak na Australia, que ainda sofre para supera-lo. Makedde retornou ao Canadá e tenta deixar tudo que ocorreu na Australia para tras, mas é difícil pois ela está tendo pesadelos frequentemente, passando muitas noites em claro. Seu estado termina por preocupar seu pai que tenta mostrar a Mak que ela precisa de ajuda profissional para conseguir passar essa fase de sua vida, mas ele é rechaçado veemente por ela, que por estudar psicologia não acredita necessitar de ajuda e tenta esquecer o que houve estudando e tentando manter sua rotina normal.

O detetive Andy continua pensando muito na Mak e atualmente está num treinamento num campus do FBI para primorar suas técnicas para investigar assassinos em série. Sua vida cruza novamente com a de Mak quando ele é convidado para comparecer numa conferencia sobre psicologia na Universidade de British Columbia, onde ela está fazendo seu mestrado. O Andy,mesmo depois de um ano, ainda gosta muito da Mak e tenta se aproximar, mas ela o evita, porque ela quer esquecer o passado e ele é um lembrete vivo do que ela passou e de quão perto da morte ela chegou.

Em paralelo ao dilema de Mak esta ocorrendo uma nova serie de desaparecimentos e assassinatos de jovens estudantes da mesma universidade que ela estuda e Andy, que está sabendo do caso porque seu orientador no treinamento, especialista em casos como esse, foi acionado pela policia local para auxiliar na investigação, resolve alertar Makedde sobre o que está acontecendo, visando sua segurança, mesmo correndo o risco de se complicar caso as informações vazem. 

Essa atitude o diferencia bastante do primeiro livro, pois em Fetiche, vários embates entre ele e a Mak ocorreu devido ao fato de que ela gostaria de saber mais sobre o caso do assassinato de sua amiga e Andy, incisivamente afirmava que não poderia informa-la por se tratar de assuntos da polícia. Então, ele pensar em falar sobre esse novo caso com ela, mostra o quanto ele está gostando dela e se preocupa com seu bem estar.

Esse livro por muitas vezes me deixou com uma sensação dúbia, ao mesmo tempo em que ao ler algumas paginas posso afirmar que gosto da Mak, em outras não consigo entender suas atitudes. Até determinado ponto do livro não tinha ficado claro para mim porque ela estava evitando tanto o Andy, mesmo pensando nele constantemente. Porque ela achava que ele iria fazer tanto mal a ela, caso aceitasse encontrá-lo novamente. Chegando ao ponto de tentar engatar um romance com um novo personagem que surge nesse livro, me deixando mais uma vez na dúvida se era somente uma forma de fugir do que sentia pelo Andy, ou se estava atraída de verdade pelo novo pretendente.

Esse é um livro que não posso afirmar se recomendo ou não, tenho um sentimento misto por ele, pois mesmo achando a narrativa cheia de falhas, não consegui larga-lo até terminar (li em apenas um dia) e estou super curiosa para ler o terceiro. Os personagens me cativaram, seus traumas, seus problemas. E ao escrever de forma leve e fácil de se ler a autora me prendeu.

A Tara Moss trabalha bastante bem as partes onde se fala sobre os distúrbios psicológicos, senti isso em Fetiche, e principalmente nesse livro que ocorre essa conferência. Discorre muitas vezes três ou quatro páginas sobre isso, mas em compensação senti falta de um aprofundamento na investigação sobre os assassinatos. As pistas foram pouco trabalhadas, as personalidades das vítimas e a repercussão de seus desaparecimento para os familiares, foram quase inexistentes. Assim como também as cenas de Mak e Andy foram muito superficiais. Preciso confessar que fique extremamente frustada quando ela escreveu em metade de uma página algo que esperei que ocorresse desde o inicio do livro! Mas em contra partida, cenas de um diálogo da Mak com sua maquiadora é discorrida em quase metade de um capitulo (acredito que isso se deve ainda ao passado modelístico da autora). Estou me fazendo entender? Afinal de contas esse livro é um romance policial e senti falta do romance (mais uma vez). 

A melhor parte para mim (e com certeza para todos os fã desse gênero) é o aparecimento das pistas, a caçada ao assassino, as suspeita sobre os personagens, o cerco se fechando e a prisão propriamente dita do acusado. Eu gosto do desafio de ser um pouco a policial também, de poder dizer ao final do livro que sabia quem era o culpado ou que fui enganada totalmente.E no meu ponto de vista seria muito melhor se a autora fizesse a Mak mais investigadora, usasse mais seu estudo onde ela mostra ser tão boa, do que apenas tentasse transformá-la na vítima corajosa.
Ah, uma parte bem legal no livro é o dialogo da Mak com a psiquiatra Anna Morgan, amiga de seu pai, quando ela decide e compreende que necessita de ajuda. As coisas que a dra. fala a Mak tem bastante sensatez e é um divisor de águas para a resolução de suas inseguranças . 

Enfim recomendo a série para quem gosta desse estilo de livro, mas não é fã de cenas muito fortes e de um romance policial mais denso e pesado. Indico também para quem gosta de romance, mas sem as cenas explicitas e melosas. É uma boa pedida para uma tarde chuvosa.


1.Fetiche (Fetich)

2.Obsessão (Split)

3.Cobiça (Cobit)

4. Instinto (Hit)

5.Siren

6.Assassin






Bjos e até a próxima!













PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL