twitter
RSS

Lola e o Garoto da Casa ao Lado - Stephanie Perkins

>> sexta-feira, 25 de janeiro de 2013



Será que só tenho essa fixação por Cricket por causa de nossa história traumática?
Porque ele foi minha primeira paixão?
Ou alguma coisa nele transcende isso?
Pág. 116


Lola Nolan é... inusitada! Ela tem dois pais, isso mesmo. Seus pais são gays. Bem, ela tem uma mãe (irmã de um de seus pais) que teve um caso e ficou grávida. Alcoólatra e desequilibrada, não tinha condições de cuidar de Lola. Assim, Lola foi criada numa família com dois pais. E quer saber? Ela adora, não poderia pedir pais melhores!

Ela também é única, adora usar perucas e roupas coloridas. Fashion é saber ousar. Ela é boa aluna, divertida e amiga de todos; seu único problema é o garoto da casa ao lado, Cricket. Quando era bem mais jovem, eles costumavam ser inseparáveis e ele foi seu primeiro amor. A família de Cricket vive de acordo com a agenda de sua irmã gêmea, Calliope – campeã de patinação artística. Mas agora, ele irá para uma universidade próxima e retornaram para a antiga casa.

E justo agora que Lola tem um novo namorado, conheceu o sexo e está apaixonada. E para piorar, ela anda desconfiada que Cricket quer retomar o passado.

Lola e o Garoto da Casa ao Lado, de Stephanie Perkins, é um romance fofo e delicinha como Anna e o beijo francês. Inclusive, Anna e St. Clair são personagens secundários e importantes desse romance. Anna trabalha no mesmo cinema que Lola e St. Clair mora no mesmo alojamento da universidade de Cricket. 

Lola é tudo que Anna não é e uma palavra para descrevê-la seria: audaciosa. Para terem ideia, seu vestido para o baile de formatura será à La Maria Antonieta, com direito a peruca branca e espartilho. Ela quer uma entrada triunfal, por isso ao invés daqueles sapatos super desconfortáveis da época, ela entrará com botas! (Me fez lembrar as capas dos livros de Carina Rissi).

E falando em Cricket... seu sobrenome é Bell, isso mesmo, ele é tatara-tatara-neto de Graham Bell. Cricket adora inventar coisas, desde pequeno, e todos dizem: é de família! Mas o que a grande maioria não sabe é que Graham Bell foi um ‘ladrão da ideia alheia’ e ele sente vergonha pelo parente. Se não quiser levar um sopapo, não cite o nome Bell.

Se for comparar com Anna e o Beijo francês irá perceber que a autora amadureceu e isso reflete nos personagens. Sentimentos mais profundos, problemas de família complexos e sexo! (mesmo que num nível não-erótico, afinal a proposta aqui é outra). Gosto bastante dos romances da Stephanie Perkins, pois são leves e descontraídos. Suas histórias conseguem passar o recado de forma despretensiosa. Recomendo.

Série Anna and Friends
1. Anna e o Beijo Francês
2. Lola e o Garoto da Casa ao Lado
3. Isla and the Happily Ever After

Photobucket
PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL