twitter
RSS

Feche Bem os Olhos - John Verdon

>> quinta-feira, 26 de julho de 2012



Se os fatos se contradizem mutuamente,
isso significa que alguns deles não são fatos.
Pág. 267


Jillian Perry, 19 anos, linda, inteligente e mentalmente perturbada. Ela foi abusada sexualmente pelos amigos da mãe quando ainda era criança, com o tempo ela se tornou uma vingadora. Ainda criança, fazia o mesmo que fizeram com ela, com criancinhas... Assim, ao virar uma adolescente rebelde, foi enviada para uma escola residencial especializada nesse tipo de caso, foi quando conheceu o renomado psiquiatra Ashton. O ‘amor’ surgiu e decidiram se casar, no dia do casamento ele a encontra vestida de noiva com a cabeça decepada.

A polícia acha que foi o pupilo de Ashton que fez isso. Mas ele fugiu e a polícia não tinha mais pistas a seguir. A mãe num misto de culpa e revolta resolve contratar Dave como consultor e descobrir quem fez aquilo com sua filha.

- Eu disse que dinheiro não era problema. Eu disse que temos dinheiro pra caralho, pra caralho, Sr. Gurney, pra CARALHO, e vou gastar o que for necessário para que minha vontade seja feita!
Pág. 44

Em sua mais nova missão, Dave se depara com um psicopata mais inteligente e cruel que o caso anterior, do Assassino dos Números. As pistas não se cruzam, a cada pista nova mais um emaranhado se forma. As deduções fogem à lógica, os fatos se contradizem. Dave mal consegue dormir pensando no caso, só terá paz quando solucioná-lo – não só a paz, mas a sua vida e a segurança de sua família também. E, para piorar (porque sempre piora!), um fanático que se diz colecionador de obras de arte, o atrai com o pretexto de comprar umas fotografias (que Dave modifica digitalmente) e o seda! Sem saber o que aconteceu no período em que ficou drogado e com medo de descobrir, ele começa a receber estranhas mensagens pelo celular.

Estariam, de alguma forma, os dois casos ligados?

Feche Bem os Olhos, de John Verdon (Arqueiro, 432 páginas, R$ 29,90), é um thriller psicológico perfeito! O autor nos instiga a tentar elucidar o mistério, nos faz analisar minuciosamente todos os dados e fatos. É um gigante quebra cabeça que precisa ser montado.

Verdon prova que para fazer um bom livro policial não é preciso tiroteio e sanguinolência. O psicopata é cruel, mas a partir da descoberta de um corpo e de pistas tiradas a partir daí, ele vai montando a trama através de deduções e investigação da cena do crime (claro, ele precisa pesquisar banco de dados da polícia e interrogar algumas pessoas), mas tudo vai se resolvendo graças à mente astuciosa de Dave.

- Você acha mesmo que estamos lidando com um tremendo psicopata, não é?
- Acho.
Rodriguez despertou de alguma preocupação sombria em que estava concentrado.
- O que lhe dá tanta certeza? Uma peça doentia escrita há 400 anos?
O que me dá tanta certeza? Gurney pensou sobre isso. Uma intuição? Ainda que fosse um dos clichês mais antigos do ramo, não deixava de ser verdadeiro. Mas também havia outra coisa.
- A cabeça.
Pág. 234

O interessante é que ao mesmo tempo em que Dave é dedicado ao trabalho, é meticuloso e sistemático, sua vida conjugal vai decaindo. Recordei uma citação de Val MacDermid em que ela diz que alguma coisa de ruim tem de haver na vida do protagonista, um personagem perfeito, com a vida perfeita é chato e ninguém quer ler isso.

Esse protagonista me faz lembrar os de Agatha Christie e não só o personagem, mas também um pouco da escrita (lembrando que hoje os autores podem fazer uso dos recursos tecnológicos em suas histórias). O modo que o autor conduz a história não nos faz ficar com pena das vítimas, a ânsia de descobrir o culpado é forte e ele nos leva a pensar: Finalmente, há alguém inocente?

Sou fã de diálogos, mas nas passagens dos pensamentos analíticos do Dave eu não fiquei incomodada pela falta, pelo contrário, eu lia atentamente para não perder nada. Os outros personagens são fascinantes, também, exceto a esposa do Dave, que é chatinha! A história trata, além de tudo, sobre abuso sexual e sobre um tipo ainda pior. A leitura não é rápida, mas Verdon fará valer a pena.

Recomendo.


Série Dave Gurney:
1. Eu Sei o Que Você Está Pensando
2. Feche Bem os Olhos
3. Let the Devil Sleep

 Photobucket

PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL