twitter
RSS

Ecos da Morte - Kimberly Derting

>> segunda-feira, 24 de outubro de 2011



"O romance e o mistério em Ecos da Morte foram tão intensos 
que eu não sabia se prendia a respiração ou gritava.
Eu sabia que não seria capaz nada até que tivesse lido tudo. "
Melissa Marr, autora de Terrível Encanto.


Violet Ambrose, de 16 anos, tem um dom raro – herdado de sua avó – ela sente pressente Ecos. Era assim que ela chamava. Ecos dos mortos. Às vezes era um cheiro, às vezes uma cor, ou até mesmo um barulho como um estrondoso sino tocando. Era assim que ela achava pessoas mortas. Mas, seu dom é peculiar, ela apenas acha os que foram assassinados.

Seu dom é um martírio. Quando ela está próxima de um corpo o Eco vem tão forte que ela fica enjoada. Até o corpo tiver um enterro decente, seu corpo e mente não ficam em paz. Na maioria das vezes ela encontra cadáveres de animais, na maioria das vezes...

Quando um serial killer começa a matar garotas de sua cidade e cidades vizinhas, garotas que ela conhecia, Violet sabe que é hora de agir. Fazer seu dom valer à pena. Cada morto tem seu Eco único. Como se fosse uma digital. Única e intransferível. O Eco consta tanto no corpo quanto no assassino. E é assim que ela irá descobrir. Basta ir aos locais que os jovens costumam freqüentar, sentir o Eco do assassino e entregá-lo à polícia.

Contando com a proteção do melhor amigo Jay – por quem ela secretamente estava apaixonada -, Violet começa sua própria investigação. Isso é, se a paixão por Jay não a desnorteasse tanto, rs.
Precisava encontrar o assassino, e tinha de detê-lo antes que ele pudesse machucar mais alguém.
Como faria isso, se estava ocupada demais apaixonando-se por seu melhor amigo?
Pág. 107

Mas ela não contava que o assassino iria caçá-la. E começar um verdadeiro jogo de gato e rato.
Então percebeu. Não era um eco. O que significava que não era um corpo que estava sentindo. Era um predador.
...
A única coisa que importava, naquele instante, era escapar do homem que a perseguia... caçando-a.
Pág. 211

Com toques de mistérios paranormais, suspense, ação, Ecos da Morte, de Kimberly Derting (Intrínseca, 272páginas, R$ 24,90), me deixou encantada. Ela conseguiu transformar um enredo clichê em uma história convincente. Lembrei um pouco de Visão do Além, de Charlaine Harris, no qual a protagonista sente pessoas mortas. Mas a semelhança termina por aí. Visão do Além - romance adulto - deixou a desejar e muito! O que não acontece de forma alguma com Ecos da Morte.

Os personagens foram fortemente embasados. Violet é uma adolescente inteligente e determinada, tentando levar a vida da melhor maneira que pode, se adaptando ao seu dom. Jay, é um autêntico cavalheiro, protegendo-a de tudo e até de si mesma, quando a razão lhe falta.

Alguns capítulos começam pela visão do serial killer, que nos dá uma impressão sobre sua mente doentia e qual seu próximo passo. Ele é assustador. Do tipo metódico, perfeccionista, invisível. Um autêntico psicopata.

Ecos da Morte é um YA muito gostoso de ler. Leitura rápida com um romance fofo e doses de suspense. Recomendo.

Série The Body Finder
1- Ecos da Morte
2- Desejos dos Mortos
3- The Last Echo

Photobucket

PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL