twitter
RSS

Asas - Aprilynne Pike

>> terça-feira, 30 de agosto de 2011





- Desde a primeira vez que vi você, sabia que havia algo... algo especial em você. – Sorriu. Eu tinha razão.
- Especial? – zombou Laurel. – É assim que você chama?
-Sim, é assim que eu chamo.



Esqueça tudo que você pensa saber sobre fadas. TUDO. Asas, de Aprilynne Pike (Bertrand Brasil, 294 páginas, R$ 29,00) é totalmente criativo e inovador.

Nessa nova ordem mundial, as fadas são plantas. Isso mesmo! Plantas do tipo mais evoluído. Há muitos e muitos anos, Avalon era o recanto das fadas e elfos. Na época do Rei Arthur, Merlin e Oberon construíram barreiras para proteger o portal que levaria ao mundo das fadas, e desde então os trolls – seres horrendos e deformados – tentam encontrar os portais, para destruir, dominar e conquistar o poder das fadas.

Como forma de manter um dos portais protegidos, um bebê fada (ou seria muda? Depois explico) é colocado na porta de uma pequena casa, situada na propriedade onde está o portal. Esse bebê fada se chama Laurel. Ela se parece humana, mas não corre sangue em seu corpo, não tem coração. Humana por fora, planta por dentro.

Laurel sabe que é diferente dos colegas, não come carne, não toma sorvete, não come biscoitos, ela é vegetariana radical, só come frutas e vegetais. Sua comida favorita é pêssego em calda, justamente por isso possui pele aveludada, olhos e cabelos claros.

Depois de anos estudando em casa, seus pais se mudam e ela é obrigada ao convívio na escola pública. Lá, conhece David, com quem logo faz amizade. David é como um anjo, a ajuda em tudo. E logo quando ela descobre a verdade sobre si, ele é a única pessoa em quem ela confia para contar.

Ela é uma fada do outono, e quando essa época chega - quando ela está para fazer 16 anos - ela começa a florescer. Pétalas enormes, lindas, parecidas com asas crescem em suas costas. Pétalas que exalam um delicioso perfume. É a época da polinização. Quando um elfo se aproxima de uma fada, que está florescendo, ele solta pólen; se ele passar o pólen na flor nascerá uma muda, essa muda é um bebê fada. Ah, e quanto ao sexo? (podem perguntar!). Essa é a parte genial da Aprilynne, as fadas e elfos fazem sexo, mas somente por prazer, por amor, divertimento, sem o risco de uma "gravidez" indesejável.

Laurel começa a descobrir sobre suas origens através de Tamani, um elfo da primavera, que é sentinela, guardião do portal que fica nas propriedades dos pais dela. E logo ela começa a ficar em dúvidas: David, e seu mundo humano, ou Tamani e o mundo das fadas?

Eu acho que já comentei com vocês, odeio quando a autora coloca dois personagens masculinos TDB. Tenho coração mole, não consigo me decidir sobre quem eu gostaria que ficasse com a mocinha. Prefiro que um seja malvadão, assim eu sei que o final sempre será com o príncipe. Mas a dona Aprilynne foi espertinha, colocou David e Tamani na vida de Laurel. Duas metades que jamais seriam um todo. Dois rapazes completamente diferentes, mas igualmente apaixonados por ela e dispostos a tudo para que ela não se machuque.

Após uma leve hesitação, David a segurou mais perto de seu peito e a beijou de novo, dessa vez mais demoradamente. Laurel quase suspirou de alívio quando seus braços enlaçaram a cintura dele. Os lábios dele eram suaves, mornos, e gentis – assim como o próprio David.
Pág. 275

Quando chegou perto, agarrou a frente de sua camisa com ambos os punhos, puxando-o para si e levantando o rosto para que seus lábios se apertassem contra os dele... Seus lábios se encheram com a doçura da boca de Tamani, e ele a agarrou como se, de alguma forma, pudesse puxá-la para dentro dele, torná-la uma parte sua.
Pág. 287


Eu disse, é difícil se decidir. Por mim, Laurel terminaria com os dois!!! rs

Mas, nem tudo são flores, como todo bom conto de fadas, há vilões terríveis e medonhos. E o vilão dessa história é super sinistro.

Contando ainda com muita aventura e ação, Asas é um desses livros que nos fazem viajar e esperar pelo inesperado. A leitura foi uma delícia, a cada página eu esperava uma coisa nova, diferente. A autora merece nota 10 pela criatividade e por não deixar que isso transformasse a história em algo bizarro e de mau gosto.

Super recomendo!!!

Série Fadas
1. Asas
2. Spells
3. Illusions

 Photobucket




PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL