twitter
RSS

4 vidas de um cachorro - W. Bruce Cameron

>> segunda-feira, 18 de abril de 2011

 
 
 
Resenha by Claudia Vasconcelos:
 
Sei que sou suspeita quando se trata de assuntos relacionados a animais, já que sou uma verdadeira apaixonada por essas adoráveis criaturas. Mas, definitivamente, 4 Vidas de um cachorro, de W. Bruce Cameron, (Agir, 288 páginas, R$ 29,90) me encantou do início ao fim.

A história é contada por um cãozinho que, de uma forma doce e quase ingênua, relata a trajetória de suas 4 vidas. Em cada uma delas, ele nasce de um jeito, e cada vez ele se questiona sobre o seu propósito nesse mundo.

Primeiro ele é um cão de rua nascido de uma ninhada de 4 filhotes. Aos 3 meses é levado para um abrigo de cães, passa a se chamar Toby, e desde cedo aprende que a vida não é feita só de brincadeiras.

... tudo que eu queria na vida era uma chance de me aninhar a mamãe, e sentir sua língua e seu corpo quentinho era mais importante que qualquer outra coisa para mim. Agora, porém, ao vê-la sumir, entendi que ao me deixar para trás mamãe estava simplesmente agindo como todas as cadelas mães devem fazer um dia.
Pág. 25

Na segunda vida, ele é Bailey, um Golden Retreiver e o cão de estimação de um garoto chamado Ethan. Vive numa casa grande e se diverte pra valer! Cão e garoto crescem juntos e dão uma verdadeira lição de amizade e companheirismo.

Ele me deu um abraço comprido e amoroso. Entrefechei os olhos - não havia no mundo nenhuma sensação melhor do que ser abraçado pelo meu menino.
Pág. 144

Depois, ele nasce como uma fêmea de Pastor Alemão, e recebe o nome de Ellie. É uma cadela de resgate da polícia. Ellie acha que finalmente encontrou o seu propósito, já que seu trabalho é encontrar e salvar pessoas. Quando já está velha e sente que é hora de partir, ela pensa em todas as boas ações que praticou e acredita que esta tenha sido sua última vida.

... deitado sobre um retalho de sol, percebi que havia passado a minha vida sendo um cachorro bonzinho. (...) Tinha que ser por isso que, quando deixei Ethan, renasci como Ellie - tudo que eu havia feito, tudo que eu havia aprendido, tinha como destino me transformar num cachorro bonzinho. (...) Agora, cumprido o meu propósito, eu tinha certeza de estar no fim, de que não haveria mais renascimento, e isso me deixava em paz.
Pág. 223

Mas ainda havia mais a ser feito...

Em sua 4ª vida, é um labrador preto que após uma longa jornada e depois de acumular experiências e aprendizados das suas vidas anteriores, finalmente descobre o seu propósito.

É uma história leve, com pitadas de humor e muita doçura, que me fez rir e também me emocionou.

Em suas 4 vidas, esse simpático e inocente cãozinho nos diverte com sua graça e ingenuidade, nos dá grandes lições e consegue mostrar que, independente de descobrir ou não o seu propósito em cada vida, não há dúvidas de que o propósito dos cães é ensinar ao ser humano sobre pureza e amor incondicional.

Photobucket
PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL