twitter
RSS

O eco distante - Val MacDermid

>> sexta-feira, 9 de julho de 2010



“O enredo de McDermid é clássico, e ela não mede esforços  para criar uma sensação de angústia crescente.”
 The Guardian


Fife, Escócia. Quatro horas da manhã. Frio. Muita neve. Silêncio. No caminho de volta para casa, bêbados, Mondo, Esquisito, Ziggy e Alex se deparam com uma mancha vermelha viva na neve... sangue. E no centro da poça o corpo semidesfalecido da garçonete local, Rosie. Lugar errado. Hora errada. Dia errado.

Ziggy, estudante de medicina, tenta reanimá-la, mas o ferimento era fatal. Ele nada podia fazer. Alex, o mais ágil e menos bêbado dentre todos, foi em busca de ajuda. E em vez de se tornarem testemunhas, eles foram tratados como acusados, despidos, humilhados até a alma.

A polícia não possuía nenhuma prova comprobatória contra eles, sendo assim, foram considerados apenas testemunhas. Mas a família de Rosie não concordava com a polícia. Eles tinham certeza que as quatro bestas haviam estuprado, esfaqueado e largado sua irmã indefesa a mingua na neve, para morrer. Eles clamariam por justiça.

Vinte e cinco anos se passam, os quatro amigos, agora com vida de carreira, moravam distantes e a grande amizade era apenas uma lembrança. Manter a amizade era o mesmo que se lembrar da mancha do passado. Uma mancha que custou a desaparecer.

A polícia de Kirkcaldy resolveu reabrir os casos pendentes, já que agora eles possuíam tecnologia de ponta, como exames de DNA, para resolver alguns dos crimes antigos. E o primeiro caso reaberto foi de Rosie Duff.

Logo que a notícia se espalha, os amigos ficam felizes, porque graças ao sêmen encontrado no corpo de Rosie, a polícia poderia descobrir que nenhum dos quatro cometeu assassinato.

Mas as provas da cena do crime que estavam trancadas no depósito da polícia sumiram. Ziggy e Mondo morrem de maneira suspeita. Uma coroa de flores é enviada ao velório de cada um, com os dizeres: Lembrança de Rosemary.

Depois de vinte e cinco anos, alguém ainda acreditava que eles quatro mataram Rosie. E alguém estava eliminando eles, um a um. A única saída para Alex e Esquisito é descobrir qual o verdadeira assassino.

Cada centelha de informação, cada nova pista, cada nova idéia se encaixa com simetria perfeita. Somos imediatamente ligados à complexidade da investigação do assassinato, que é mantido em verdadeiro suspense, sem nunca descobrir quem é o culpado. A profundidade e a riqueza dos personagens são notáveis. Impactante, emocionalmente forte, angustiante... O eco distante, Val McDermid (Bertrand Brasil, 462 páginas, R$ 49,00), é simplesmente brilhante! Recomendo.

Sou encantada com essa autora desde que li Prelúdio para a morte e viajei pelo universo bucólico de Lake District, localizado ao norte da Inglaterra, próximo da fronteira com a Escócia. Domínio Sombrio, seu mais novo lançamento, a ser publicado agora em julho pela editora Bertrand Brasil, se passa em Fife.

Val MacDermid, de naturalidade escocesa, afirma que escrever histórias que se passam nas regiões da Escócia poupa seu tempo com pesquisas, já que ela possui domínio da história local. E esse tempo extra é aproveitado para entremear as pistas e incrementar o enredo, de forma a tirar nosso fôlego.

Resumo:

O Eco Distante, de Val McDermid, consagrada por crítica e público como a nova rainha do suspense, é o segundo romance da autora de Um Corpo para o Crime a ser publicado no Brasil. Com a história de um assassinato não-explicado e quase esquecido, que, vinte anos depois, se transforma num assustador e sangrento caso de vingança, a escritora volta a surpreender tanto na forma – o estilo seco, mórbido – quanto no conteúdo – a trama minuciosamente elaborada. Para o The Times, “a capacidade de McDermid de entrar na mente perversa de um assassino é assustadoramente convincente”.

 Photobucket




PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL