twitter
RSS

[Resenha] Mais Lindo Que a Lua- Julia Quinn

>> segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018


Eu não faço segredo com o fato de que Romances de Época é o meu gênero preferido, então quando vi o anúncio do lançamento de Mais Lindo que a Lua (Ed. Arqueiro, 2018, 272p.) sabia que precisava ler essa obra, principalmente por ser um livro da Julia Quinn, autora que mora no meu coração desde que comecei a ler livros do gênero.

Nesse livro iremos conhecer a história de Victoria Lydon, jovem de 17 anos que é filha do vigário e Robert Kemble de 24 anos que é o conde de Macclesfield. Apesar na diferença social entre esses dois personagens, bastou apenas um a troca de olha e ambos estavam perdidamente apaixonados.
“– Eu o conheci hoje.
– E acha que está apaixonada? Victoria, apenas os tolos e os poetas se apaixonam à primeira vista.
– Então suponho que eu seja uma tola – disse Victoria com entusiasmo. – Porque Deus sabe que não sou poetisa.”
O que caracteriza um amor à primeira vista. Convictos de seus sentimentos, o jovem casal passa a se encontrar todos os dias, trocando juras e promessas de amor eterno. Porém como nem tudo são flores, os pais deles não apoiam esse relacionamento e estão dispostos a fazer qualquer coisa para separar os dois.


Sabendo que nunca poderiam viver o amor deles com o apoio dos seus pais, ambos resolvem fugir, porém o plano falha miseravelmente e Robert vai embora achando que seu pai tinha razão em relação a Victoria no fato de que ela só queria seu dinheiro e título, enquanto Victoria fica a acredita que Robert queria apenas a sua desonra e que nunca a amou de verdade e com o passar dos anos, essa rancor e dor só vai crescendo, fazendo com ambos os personagens desistam do amor.
“– Você me deu a lua, Robert. Não, fez mais do que isso. Você me pegou e me levou até ela. E então eu caí. E doeu demais quando aterrissei.” 
Após sete anos de dor e sofrimento, por uma obra do destino Robert e Victoria se reencontram, porém, as coisas não poderiam está pior entre os personagens. Robert se mudou para Londres e se tornou um cafajeste, frio e calculista que tem como objetivo aumentar sua fortuna e Victoria é preceptora, ela saiu da casa do pai, pois não consiga perdoar ele por arruinar a única chance de amor que ela teve. O único sentimento que restou entre os personagens foi o ódio e dor de dois corações partidos.

Esse é mais um livro da Julia Quinn que me tirou o fôlego, os personagens são incríveis, apesar de ter uma cabeça muito dura, eu admirei muito o Robert, porque ele se mostrou ser um homem muito obstinado que sabia o que queria. Eu gostei também da forma como a autora abordou o relacionamento dos dois e me mostrou que as vezes não fácil perdoar as pessoas e deixar para trás o passado, porque independente de ter sido ou não um mal-entendido, a dor de um coração partido é a mesma.


Victoria é uma mocinha muito forte e tem um desejo muito grande de ser independente, ela aprendeu muito nos sete anos que ficou separada do seu verdadeiro amor, assim também como sofreu muito com a separação, ela estava em um trabalho que não gostava, rodeadas de pessoas que não gostavam dela e como se isso já não fosse o bastante, não conseguia passar um dia sem pensar em Robert e no amor que independente de querer ou não, ainda sentia por ele.
“– Aprendi que o coração só existe para sofrer. O amor é o sonho de um poeta, mas a dor… A dor é muito, muito real.”
Mais lindo que a Lua foi um livro que mexeu muito com meus sentimentos, os personagens são encantadores, o romance depois dos sete anos se desenvolve de uma maneira muito bonita, apesar de relutância que Victoria sentia para se entregar novamente, no contexto geral esse é um livro apaixonante e Julia Quinn mais uma vez fez valer seu lugar no meu coração.

A diagramação é bem simples, folhas amareladas com letras confortáveis, a narração é feita em terceira pessoa, alternada entre os personagens, encontrei apenas um erro durante todo o livro e foi apenas uma falta de espaço, ou seja, ficou duas palavras coladas uma na outra. O próximo lançamento é denominado: Mais forte que o Sol, e conta a história de Ellie, irmã mais nova de Victoria.

Recomendo com certeza esse livro, tenho certeza que você vai se apaixonar pelo Robert, entender a relutância de Victoria e torcer muito pela felicidade desses personagens. 

















PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL