twitter
RSS

[Resenha] Aconteceu Naquele Verão- Vários Autores.

>> segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017




Olá Pessoas!! Tudo bem com vocês?

Sabe quando o livro tem uma premissa boa e você fica curiosa para ler, mas acaba se decepcionando? Então, foi o que aconteceu com Aconteceu Naquele Verão. Ele é um livro de contos que se passa no Verão. São doze histórias, de doze autores diferentes, organizado pela Stephanie Perkins e lançado aqui no Brasil pela Editora Intrínseca.



Lailie o livro é ruim? Eu particularmente não gostei, porém enquanto lia só vi algumas resenhas que as pessoas amaram, outras nem tanto. Eu fico no time dos que gostaram/não gostaram porque tem contos maravilhosos. O que me fez "desgostar" é que os primeiros contos são meio surreais, quando beirando o 'sem pé nem cabeça'.

Meus contos favoritos foram os de autoras já conhecidas como a própria Stephanie, a Cassandra Clare, a Veronica Roth, a Jennifer E. Smith e o da autora Francesca Lia Block que apesar de eu não conhecer, me surpreendeu. O que vale a pena ler o livro, já que as histórias são independentes, exceto o conto Em noventa minutos, vá em direção a North que é uma continuação da história contada no livro O presente do meu grande amor. 


Me decepcionei sim com os autores que eu não conhecia, acho que criei um pouco de expectativas a mais sobre eles. Na verdade, eu iria até gostar deles se, e somente se, os lessem em outro momento, alguns são meio sobrenaturais demais para se encaixar. Achei meio férias de Phineas e Ferb versão jovem adulta, ou seja, mirabolantes demais para o meu bom gosto.

O saldo dele apesar de eu não ter gostado muito, é positivo. A diagramação está ótima, as escritas não são cansativas. Cada conto tem em média entre 25-30 páginas. A capa é linda, os detalhes no rodapé também são muito fofos.


E principalmente o conto da Jennifer E. Smith (Mil maneiras de tudo isso dar errado) é o mais lindo, fala sobre uma história de amor entre um homem que tem a síndrome de Aspenger e de uma mulher que independente de ele ter essa doença, o ama porque o enxerga muito além disso. Com uma leveza ímpar, poucos foram os livros que li que tinha tamanha delicadeza quando se trata de Autismo e Aspenger.

Acho por ele o livro merece ser lido. E tem aquela coisa, eu posso não ter gostado de alguns contos, no entanto, vocês podem não é mesmo?! Eu sou a favor do leia para tirar suas próprias conclusões. E quem tem o outro livro de contos do inverno, pelo menos pode formar a duplinha.

É isso, espero que tenham gostado da resenha. Eu gostaria de ter falado melhor, mas aí não seria eu e eu não estaria sendo sincera com vocês. Porque vocês sabem que quando eu gosto, eu amo. E livros de contos tem disso, uns contos a gente gosta, outros gosta muito, outros poucos e aqueles que gostamos nada! Normal.

Um beijo enorme e até a próxima.




















PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL