twitter
RSS

[Resenha] Melhor que chocolate - Laura Florand

>> sábado, 11 de abril de 2015


"Se você quer seduzir uma mulher que, de outra maneira, não teria olhado duas vezes para você, chocolate bom é melhor do que uma poção do amor."

Hoje vim falar de um livro que me deixou literalmente com água na boca em vários momentos. E aconselho, então que antes de iniciar a leitura desse livro ( sim, porque acredito que depois da minha resenha sua curiosidade irá aguçá-lo até você ler esse livro) que você pegue uma barra ou uma caixa mesmo, de chocolate para desfrutar enquanto lê. Porque você irá passar vontade com certeza.

A chamada que a editora, colocou no fundo do livro Melhor que chocolate ( Editora Única, 2015, 288 páginas) já alerta: Um livro sobre Paris, amor e chocolate. Que atire a primeira pedra quem não gostaria de ter essas três coisas misturadas em meio a uma aventura inesquecível.

Cade Corey é uma jovem executiva, que cuida do negócio bilionário da família, é a herdeira dos Chocolate Corey uma empresa popular nos Estados Unidos ( fiquei tentando comparar como a Nestleé para o Brasil.haha). O sonho da Corey é construir uma linha premium da marca de chocolate da família, e acredita que encontrará o chocolate perfeito em Paris. Mais especificamente com Sylvain Marquis, considerado o melhor chocolatier da cidade. Sylvain tem mãos que produzem chocolates perfeitos, ele já ganhou prêmios e possui cliente de vários países que chegam a França somente para conhecê-lo e experimentar suas iguarias.

Achando que sua proposta seria irrecusável, o plano de Cade teria tudo para ser realizado, se não fosse por um pequeno detalhe: Sylvain se recusa a associar sua arte a uma grande empresa, sente a oferta como um insulto ao seu talento e só de ouvir falar nas Barras Corey seu rosto se contorce de terror.

A graça dessa historia está na insistência de Cade em convencer Sylvain a associar seu nome à marca de chocolate. Eu ri tanto com a Cade, ao mesmo tempo em que é insegura e impulsiva, também é inteligente e determinada. Insistindo e buscando de todas as formas de conseguir a sua tão sonhada linha premium. Ela faz cada coisa para descobrir os segredos dos chocolates de Sylvain...

Sylvain é um homem de família grande, que sofreu por acreditar não ser bonito na sua adolescência e que aprendeu através do chocolate e do seu talento, a seduzir as mulheres. Gente, confesso que gosto muito de livros onde o protagonista masculino é decidido, mandão, mas é muito legal ver quando o mocinho tem receios, inseguranças, como as mocinhas tem. Ele é tão determinado e teimoso quandto a Cade, mas também tão sensível. Ele pode ser arrogante e descortês e em outro instante ser amável e sexy. (abro aqui um parentese para a cena da mini aula de chocolate, que se tornou uma mini aula de sedução!Uh lá lá!) 

A relação entre eles é de cão e gato, mas cheia de tensão sexual, porque os dois estão muito atraídos um pelo outro. Ao mesmo tempo em que eles querem se distanciar, eles não conseguem se afastar, pois pensam muito um no outro. Acontece que a Cade não procura o Sylvain somente pela proposta, mas sim porque está muito atraída por ele, mas por outro lado, devido a muitos mal entendidos, Sylvain acredita que ela só quer dele o seu nome, seu chocolate e isso gera muita confusão e brigas entre eles. 

A autora Florand no decorrer do livro nos brinda com muitos fatos desse universo do mercado do chocolate assim ( e há que possa achar isso um pouco exagerado, eu gostei), como também mostrou a cultura da França, mostrou um lado do país mais real. Seus costumes, os restaurantes e o seu povo. Gostei muito e senti uma vontade imensa de jantar em um daqueles bistrôs uma massa acompanhada de um bom vinho gelado.

A forma como o livro é narrada é um pouco diferente dos romances que estão na moda atualmente, nada acontece muito depressa, a escritora descreve bem suas cenas, asism como o contexto em que os personagens se encontram. Isso tem um lado legal, por que tudo vai se encaixando de forma gradual e correta, as arestas são aparadas aos poucos até o acerto final. Mas também gerou algumas cenas cansativas e diálogos desnecessários, sem um objetivo claro. 
A falta de comunicação entre Sylvain e Cade, a insegurança em não dizer o que estão pensando e sentindo, as vezes foi bem frustante. Mas no contesto, geral eu gostei. Porque a forte química entre os protagonistas deu um tom intenso ao livro. Muitas vezes me encontrei pensando em filmes que já assisti com essa temática, filmes como Chocolate e Sem reservas, assim como também o desenho ( que amo infinitamente) Ratatouille. Inclusive abro outro parêntese aqui (porque a musica final do desenho Le Festin, a sua melodia, sua letra combina bastante com o tom desse livro) e terminei o capitulo final do livro ouvindo-a. 

Melhor que Chocolate é o primeiro livro da série Amor e Chocolate, composta por seis livros, um spin-off e um conto, todos já publicados no exterior (por favor Editora Única lance-os aqui também!). Cada livro possui uma história com início e fim e seus protagonistas são distintos, podendo assim também serem lidos fora de ordem. 

O desfecho da história foi bem agradável, romântico e também divertido. E autora nos presenteia com páginas a mais depois do que seria o grande acerto. Eu gosto muito quando as escritoras fazem isso. 

Iniciei a leitura de Melhor que Chocolate sem expectativas, mas me surpreendi com esse romance cativante. Ele é mais do que indicado aos fãs de um bom romance sensual, sem muitos dramas, sem cenas picantes demais. Aqui você não vai ter cenas de cortar o coração ou de sexo explicito, é para quem gosta de um livro leve para passar o tempo. Mas como disse logo no inicio, indico sua leitura acompanhada de uma xícara de chocolate quente ou de café com pedaços de chocolate dentro , para os adeptos como eu. E se você está de dieta, sinto muito, a tentação será bem grande...
Depois desse livro só penso em Paris, vinho e chocolate, não necessariamente nessa ordem. Hahaha 
Nem preciso dizer que o recomendo para sua lista de 2015!

"Cada chocolate que fiz desde que te conheci, eu fiz para você."Sylvain Marques.

Ps: No momento em que essa resenha foi feita eu estava devorando uma caixa de Bis... 



Bjos e até a próxima















PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL