twitter
RSS

PDM - Stephen Wallenfels

>> quinta-feira, 12 de junho de 2014


"Sobreviver a um cerco alienígena é um feito. Sobreviver à humanidade é outra história"


Se tem um tema que me interessa muito, alienígenas estão lá no topo da lista. Quando eu era criança, morria de medo, hoje em dia, desde que eles não venham a minha casa, é tranquilo. Ao ver o lançamento desse livro, obviamente me interessei bastante e logo o solicitei para resenha.

Quando peguei PDM (Bertrand Brasil, 280 páginas, R$32,00) eu estava super animado para embarcar numa jornada "alien" (o livro é uma série em que o autor ainda está trabalhando), mas ao passar vários capítulos meu ânimo foi reduzindo. Ao chegar perto do fim, recobrei um pouco do ânimo.


O livro conta a história de dois jovens. Josh, um  jovem mimado de 15 anos que vive em Prosser, Washington, e Megs, uma menina de 13 anos que no momento mora em Los Angeles, Califórnia. O tal do Josh tem uma família bem estruturada, ele mora com os pais e vive bem. Já a Megs, no momento está vivendo num carro enquanto sua mãe arranja um dinheiro com "serviços" ilegais.

Todo o país parece ter sido invadido por naves alienígenas, elas devastam todos os humanos que se arrisquem a sair na rua. Josh fica preso em seu apartamento junto com seu pai, sua mãe não estava em casa na hora do ataque, logo não sabem onde ela se encontra. Eu não gostei da personalidade de Josh, ele é um adolescente muito idiota, em um momento tão complicado como esse ele se comporta de uma maneira muito infantil, chega a dar raiva. Achei um personagem muito inverossímil, com essa idade ele já deveria ser mais maduro. Ao invés de ajudar o pai nas atividades e a racionar os alimentos, ele só fica reclamando e gastando a comida de forma dispendiosa. Espero que ele melhore nos próximos livros.

Megs só tem 13 anos e já está perdida, sua mãe saiu para fazer um "serviço", justamente quando aconteceu a invasão. A reação dela ao ocorrido é mais real que a do Josh. Ao invés de ficar parada e reclamando, ela vai em busca de alimentos. Ela teve a "sorte" de ficar presa em um estacionamento de vários andares, com vários carros, assim ela procura por comida nesses carros. Mas ela corre perigo lá também, é que um grupo muito estranho está dominando os sobreviventes de modo muito violento. Não foi explicado muito sobre eles, assim como não foi explicado nada também sobre a invasão alienígena, você fica meio perdido sem essas informações, é preciso ter paciência para esperar tantas respostas para o próximo livro.

Os capítulos se revezam entre um personagem e outro, apesar de não ser nenhuma novidade, gostei muito disso. Você fica na curiosidade sobre o que vai acontecer com o próximo personagem, mas para isso terá que ler o capítulo do outro personagem. Até que a leitura é rápida, não demorei muito visto que gosto muito do tema e até que gostei do final. 


Se você gosta de invasão alienígena e tem paciência (eu não) então esse livro é legal. Compre se quiser embarcar nessa série e juntos comentaremos os próximos livros.


PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL