twitter
RSS

80 dias: a cor da luxúria - Vina Jackson

>> sexta-feira, 5 de abril de 2013




Era só isso mesmo, nosso acordo estava concluído?
Eu devia estar satisfeita, mas não conseguia
afastar uma sensação de arrependimento.
Como se eu não tivesse dado o suficiente em troca do instrumento.
Pág. 102


Summer é uma australiana tentando ganhar a vida em Londres. Ela é violinista, mas participar de concertos não é tão fácil quanto ela pensava, então ela reveza seu tempo entre tocar com bandas insignificantes e tocar em praças públicas, metrô, para ganhar algum trocado.

No retorno de um desses dias, ela vê que no seu estojo tem 50 libras e fica intrigada, quem será que deu tanto ao vê-la tocar na rua?

Dominik é um rico professor universitário (isso lembra quem? Ele mesmo! Gabriel, de O inferno de Gabriel) e fica curioso sobre a pálida violinista tocando no metrô. Por impulso, coloca 50 libras no estojo repleto de moedas e todo dia retorna ao mesmo local, sem nunca a encontrar. Até que ele vê o violino no jornal: houve uma briga no local onde ela estava trabalhando e destruíram o violino de Summer. Como o nome dela constava na matéria, Dominik logo fez uma pesquisa e descobriu o Facebook dela, pelo qual enviou uma mensagem, que resumidamente dizia: Prezada Summer Zahova, estou disposto a dar a você um novo violino. Aceita meu desafio e meus termos?

E o jogo começa.

80 dias: a cor da luxúria, de Vina Jackson (Record, 280 páginas, R$ 29,90), inicia lembrando um conto de fadas, talvez Cinderela ou Gata Borralheira, a mocinha pobre que encontra um rico salvador. Daí começamos a pensar em romance e final feliz. Doce engano. Summer é um personagem controversa e deu uma reviravolta em sua vida. Entregou-se demais à sua sensualidade (se é que é possível) e começou a fazer coisas, que até Dominik, o dominador, reprovou (e olhe que ele é voyeur, adepto de BDSM e ménage). E não só isso, ela praticamente vai ao fundo do poço com isso, nunca negando as propostas recebidas. Fiquei decepcionada com ela. Já Dominik me surpreendeu, toda a conversa de “isso é uma relação aberta, você pode fazer o que quiser da sua vida, ficar com quem quiser” é apenas uma fantasia. Ele gosta de Summer mais do que ousa dizer e fica revoltado com as coisas que ela está fazendo.

Não é uma história bonita e leve, pelo contrário. Densa e obscura. Os personagens não são fofos nem cativante, porém é impossível não torcer para que eles encontrem a luz, se possível juntos. Ao ler 80 dias, não espere amor ou palavras carinhosas (queria saber o que aconteceu com o amor nesses livros eróticos...).

- Responda – disse ele.
- É.
- É o quê?
- É o que eu queria.
- E o que você queria?
Sim, ele estava crescendo dentro dela, abrindo espaço, preenchendo-a. forçando as paredes internas a se afastar.
- Eu queria que você me fodesse.
- Por quê?
- Porque sou uma puta.
- Ótimo.
O ritmo intenso dele se acelerou. Não havia mais nada de sutil nisso, os dois sabiam; era luxúria animal da mais primitiva, mas era certo para o momento.
Pág. 127

O fim desse volume traz uma luz no fundo do túnel, será que finalmente o conto de fadas retornará e Dominik será seu reluzente cavaleiro no terno sob medida? Infelizmente só saberemos no próximo volume da série.

Série 80 dias:
1. 80 dias: a cor da luxúria
2. Eighty Days Blue
3. Eighty Days Red
4. Eighty Days Amber
5. Eighty Days White



Photobucket
PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL