twitter
RSS

Doce Ilusão - Melissa Hill

>> sexta-feira, 1 de julho de 2011


Enquanto aplicava cuidadosamente a maquiagem, Louise não conseguia lembrar-se de ter se sentido tão nervosa. Ela concordou em encontra-se com San para um drinque na cidade e estava tão preocupada com isso que mal comeu o dia todo. O que não era uma coisa ruim, pelo menos não haveria o risco de ela explodir no jeans justo que estava planejando vestir.

Agora tome cuidado, advertiu Fiona, criando ainda mais borboletas no estômago de Louise. Você não conhece esse sujeito direito e por isso...

Eu vou ficar bem, respondeu ela. E você o conheceu também... Ele lhe pareceu estranho"

Fiona franziu o nariz. Não tão estranho, mas só que, bem para ser honesta ele não era seu tipo usual, Louise.

Meu tipo usual?

Bem, ele era um pouquinho suave demais, um pouquinho... não sei, bonito demais, acho eu.

Então meu tipo são os homens estranhos e feios?, penso Louise, mais do que um pouco insultada. E certamente não existia essa coisa de bonito demais.
Págs. 174-175

Doce Ilusão, de Melissa Hill (Essência, 352 páginas, R$ 39,90).

Sinopse:

 
Todos os dias, Rosie Mitchel sente muita saudade do falecido marido, Martin, mas dar a seus filhos adultos tudo o que eles querem lhe trará a felicidade que perdeu? Será tarde demais para Rosie iniciar uma vida nova e encontrar um novo propósito? Recém-casada, Dara Campbell, advogada bem-sucedida de trinta e poucos anos, tem tudo, mas está cega devido a suas lembranças. Dara não consegue ver que sua fantasia está acabando com um casamento feliz. Quando confrontada por um golpe do passado, ela terá algumas decisões difíceis a tomar. Louise Patterson tem apenas 24 anos, mas teve um início de vida complicado e agora está determinada a viver o momento. Porém, será que seu ímpeto de parecer uma garota desinibida diante das dívidas crescentes virá a tornar-se sua ruína? E seus novos amigos são mesmo o que parecem ser? Será que essas três mulheres podem aprender a olhar para a frente e aceitar as coisas boas que já existem em suas vidas? Enquanto o trem se dirige para Dublin, elas mal sabem que o destino tem algo reservado para elas.

Resenha by Nana Feijó:

 
O início foi fraquinho (meio cru). Não sei se o problema é a tradução ou se a autora é meio enrolada mesmo, rsrs. Mas, como estava só no comecinho, resolvi dar uma chance pra ela. (Quem sabe progride?)

Não sei se fui eu, que me acostumei com a forma de escrever da autora, ou se a história que realmente melhorou. Melhorou tanto que, passei a odiar a Sophie... aff. Os filhos de Rosie, David e Sophie, são simplesmente INSUPORTÁVEIS! Nunca odiei tanto os personagens!

Não é nenhum livro ótimo com um enredo extasiante, mas me envolveu a ponto de querer saber o que vai acontecer (ainda bem!).

O final foi bonzinho, melhor do que eu esperava. No geral, foi uma leitura agradável. Se fosse um livro ruim eu não teria ido até o fim, pois sou daquelas sem paciência. Se não gosto, não tem jeito de seguir em frente. Abandono e parto pra outro.

Eu qualifiquei com 03 estrelas (bom), não é empolgante, mas não foi perda de tempo. Valeu a distração.

Photobucket


PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL