twitter
RSS

Glimmerglass: O encontro de dois mundos - Jenna Black

>> quarta-feira, 29 de junho de 2011

 
 
 
“Seus olhos, normalmente claros, estavam escuros e com as pupilas dilatadas, 
e ele olhava para mim como se eu fosse um bocado de doce
que ele estava morto de vontade de comer.”
Pág. 119


Antes de tudo: Que capa linda!!!!! Compraria só pela capa, fato.

Dana é mestiça, faeriewalker. Filha de mãe humana e pai faerie, fada. Cansada de cuidar da mãe, que é alcoólatra, ela parte em busca do pai, a quem nunca conheceu. Ela queria curtir sua adolescência, sem ter que bancar a babá da mãe e “pagar mico” quando ela aparecia, bêbada, no seu colégio. Morar com o pai não poderia ser pior.

Ela só não contava com uma coisa: o desconhecido lhe traria grandes aventuras. Algumas, não muito boas.

O pai mora na pequena cidade de Avalon, que serve como um portal e separa Faerie  (mundo das fadas) do do mundo mortal. Chegando lá, descobre que o pai foi preso e que estão atrás dela. Ela não sabe em quem confiar, na tia misteriosa ou nos unseelies. Ethan e sua irmã Kimber, a sequestra para lhe mostrar a verdade por detrás de sua família.

Quase tudo se resume à política. Avalon está à beira do caos. Por ser faeriewalker, ela tem acesso livre aos reinos. Ela pode levar tecnologia para o mundo das fadas e em troca passar magia para o nosso mundo. Ela é a faca de dois gumes. Todos estão atrás dela (Super poderosa!).

E Dana está muito, muito confusa! Então aparece Keane (só para piorar né?!).

Keane – um tipo já conhecido de outros livros – é lindo e selvagem. Na verdade, ele tem um jeito bad boy. (Perceberam que ultimamente a mocinha sempre tem 2 caras a disposição? #MuitaMaldadeComAsSolteiras)

Glimmerglass: O encontro de dois mundos, de Jena Black (Universo dos Livros, 296 páginas, R$ 39,90), é bem original. Não lembro de ter lido algum livro parecido. Aliás, não me lembro de ter lido sobre fadas! (Não vale piadinhas sobre Edward ser fada, porque brilha, ok? rs)

No início, me senti um pouco desconfortável com a leitura. Várias palavras não usuais. A Corte Faerie é dividida em duas: seelies e unseelies, algo do tipo bom e ruim. Os seelies são representados por uma rosa branca e os unseelies, por uma vermelha (Lembram da Guerras das Rosas? Seelies seriam partidários dos York e unseelies dos Lancaster). Dana é seelie.

Uma coisa gostos,a numa história sobre fadas, é o enredo místico. Magia, seres especiais, combates. Livros fantásticos são quase sempre empolgantes. Este é um dos que não foge à regra. Recomendo.

Curiosidade: Dana é fã de livros hots. Ela compra e lê escondido, haha.

Faeriewalker
1. Glimmerglass
2. Shadowspell
3. Sirensong

P.S.: Vou confessar, não sou muito fã de e-book :( Não há nada melhor de ter seu livro na mão, e ver que pessoalmente a capa é ainda + bonita! Adorei os pontos de luz, oops, de fada!



 Photobucket
PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL