twitter
RSS

A noite mais sombria - Gena Showalter

>> quinta-feira, 15 de julho de 2010

 


Eles roubaram e abriram dimOuniak, a caixa sagrada de Pandora, 
liberando uma horda de demônios no mundo. Esse foi o grande erro. 
Como punição, os deuses decretaram que cada um dos doze guerreiros
abrigaria dentro de si um demônio...
Assim nasceram os
Senhores do Mundo Subterrâneo.

Maddox – Guardião da violência
Lucien – Guardião da morte
Reyes – Guardião da dor
Sabin - Guardião da dúvida
Aeron – Guardião da ira
Gideon - Guardião da mentira
Torin – Guardião da doença
Paris – Guardião da luxúria
Kane - Guardião do desatre
Strider - Guardião da derrota
Cameon - Guardião da infelicidade
Amun - Guardião dos segredos


Maddox recebeu o demônio da violência, que o incitava às mais terríveis barbáries. Revoltado, matou Pandora. E esse foi seu segundo grande erro. Foi, novamente, punido pelos deuses. Dessa vez, todo dia, à meia-noite ele morreria como Pandora: com uma lâmina lhe atravessando o abdômen por seis diabólicas vezes. A única diferença era que o tormento dela terminara rapidamente. O dele duraria por toda a eternidade.

A morte era dolorosa, um tormento indescritível, noite após noite, sem fim. Urrava em agonia, desesperadamente. Vivia isolado com medo da besta atacar inocentes. Ele queria morrer e nunca mais acordar, mas até isso lhe era negado. Pela manhã, quando ressuscitava, implorava, suplicava. Mas os deuses pareciam não ouvir...

Um dia, uma intrusa ousa se aproximar de sua fortaleza. Uma mulher com cabelos cor de mel e olhos bondosos. Uma que vê a paz quando está perto dele. Ashlyn foi atrás dos demônios pedir ajuda. Ela escutava vozes o tempo inteiro e precisava usar de todo e qualquer método para silenciá-las, antes que a loucura a dominasse.

Encontrar com Maddox foi arrebatador e, mesmo sabendo que a Vingança era a moradia dele, ela não conseguia imaginar nada além de sentir seu toque, seu beijo. E prometeu a si mesma que faria de tudo para libertá-lo da maldição, mas para lisso ela terá de fazer um autossacrifício, tal como nos contos de fadas, e não há sacrifício maior do que morrer no lugar dele... com ele presenciando tudo. O amor é tão forte a tal ponto de preferir morrer do que vê-lo sofrer?

A paixão deles é avassaladora, lasciva. Tentei separar trechos que retratessem, mas quando terminei, o livro estava cheio de post-it. Leiam e descubram o porquê A noite mais sombria merece ser lido.

- Quero você – ele admitiu – Muito mesmo.
Os adoráveis olhos dela se arregalaram.
- É mesmo?- perguntou ela com voz estridente.
- Você é linda. Todos os homens certamente a querem. – Ele fez uma careta ao terminar de pronunciar as palavras. Se outro homem tentasse tocá-la, morreria. Dolorosa e lentamente.

- Bem... – disse ela – Viajei pelo mundo todo e jamais sonhei conhecer alguém como você.
- Forte?
- Sim.
- Bonito?
- É claro.
- Perspicaz e ágil com a espada?
- Totalmente – outra risada – Mas quero dizer um homem... amigo... um cara. Ah, não sei do que chamar você!
Ele apreciou seu bom humor e as palavras sinceras.
- Basta me chamar de seu. É tudo que quero ser.

- Vou ficar o tempo que quiser, mas preciso que você jure que não vai me deixar presa de novo. Quando seus amigos vierem... – ela engoliu em seco – matar você, quero estar ao seu lado. Juro que não vou atacá-los, apesar de sentir vontade, mas preciso segurar sua mão. Não suporto a idéia de ver você morrer sozinho.
Naquele momento, Maddox ficou completamente, absolutamente, irrevogavelmente apaixonado por ela.
Minha, minha, minha. Ela era mais importante do que respirar, mais necessária do que comida, água ou abrigo. Em milhares de anos de guerra, violência e ódio, ela lhe oferecia bondade. Serenidade. Compaixão. Confiança. Pobre daquele, mesmo que fossem Senhores do Mundo Subterrâneo, até deuses, que tentasse machucá-la. Ele já havia pensado nisso antes, mas, naquele instante, se tornou um juramento de sangue. Qualquer um que tentasse fazer mal a ela daquele momento em diante morreria.



A noite mais sombria, de Gena Showalter (Harlequin Books, R$ 39,90, 400 páginas) é fenomenal. Estou super ansiosa para ler a história de Paris, que dominado pela luxúria  é  'obrigado' a fazer sexo todo dia e com mulheres diferentes (quase sempre ele precisa de três mulheres num só dia). E quando o vilarejo é pequeno e escasso de mulher, só lhe resta uma alternativa, ele próprio se aliviar. De Torin, Guardião da Doença, que não pode tocar em ninguém sem matar. Quatrocentos anos se passaram sem ele tocar uma mulher, quatrocentos anos sem sexo! E quando à tentação falou mais alto e ousou tocar a face de uma, todo o vilarejo, onde ela morava, foi devastado pela peste. De Reyes, que consumido pelo demônio da dor, se mutila por prazer. De Lucien, demônio da morte, anjo vingador. 
Cada demônio é único e especial. Estou apaixonada por todos eles. E garanto que vocês também irão. Recomendo.

Ah... querem saber quando sairá o próximo volume? Também fiquei curiosa e, por sorte, achei um vídeo no site da editora. Ai ai ai, mal posso esperar.




Resumo:
Ashlyn Darrow sempre fora atormentada por vozes de diversas épocas, sobrepostas, interligadas, vindas de todas as direções, causando-lhe profundo sofrimento. Só havia um lugar onde ela talvez pudesse encontrar a cura para seu mal: a misteriosa fortaleza habitada pelos imortais, em Budapeste. Homens com poderes extraordinários, cada um carregava em si um dos demônios libertados da caixa de Pandora. Porém, somente Maddox, o guerreiro castigado com a mais cruel de todas as maldições, seria capaz de livrar Ashlyn de seu desespero. Morrendo todas as noites e renascendo à alvorada, o guardião do demônio Violência agonizava com o desejo de tocar Ashlyn, mas receava perder o controle sobre o espírito maligno e se tornar uma ameaça para ela.


Photobucket


PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL