twitter
RSS

Eu pego esse homem - Valerie Frankel

>> terça-feira, 29 de junho de 2010



É o dia do seu casamento. Sua mãe gastou em torno de 150 mil reais. Seu vestido de noiva é esvoaçante, estilo Lady Di. O dia está lindo. Está tudo perfeito. Então você recebe um bilhete dizendo: “Querida, não posso levar isso adiante. Desculpe.”

O que sua mãe faria com seu noivo nessa hora?

a)    Choque elétrico?
b)    Extração de fio por fio de cabelo até deixá-lo careca?
c)    O obrigaria a entrar num tanque de lama quente, esfregá-lo com sal para tirar a pele e depois lambuzá-lo com algas?
d)    Trancá-lo num quarto escuro, obrigá-lo a beber um galão de água e bater nele toda vez que urinasse?

Essas idéias à La KGB foram sugeridas por Natasha, a empregada russa da mãe de Penny (a noiva). Mas Esther tinha outros planos para Bram ( o noivo fugitivo).

Esther odiava Bram, mas sua única e querida filha queria casar com ele. Só lhe restava providenciar para que o casamento dela fosse os dos sonhos de qualquer noiva. Ela não poupou despesas... Só o bufê custou 40 mil reais. E falando em bufê, não é que uma idéia lhe surgiu à mente?

Se você vai casar sua filha, algum dia, é melhor ficar atenta ao método de Esther, caso seu genro também fuja:

1 – O encontre o mais breve possível;
2 – Seja discreta;
3 – Bata na cabeça dele com o champagne;
4 – O leve para sua casa e o tranque num quarto dos horrores;
5 – O faça comer todas as: 80 porções de costeletas, 70 porções de salmão grelhado, 50 bandejas de frango assado, 15 quilos de coquetel de camarão...

O método de Esther era fazê-lo comer todo o bufê pago e desperdiçado, afinal não teria casamento. Ele fugiu!


- Não vou deixar você sair antes de ter comido tudo. Cada grão de arroz selvagem. Cada bife, cada batata. E quero que você preencha etiquetas de devolução para cada presente do casamento.
- Mais alguma coisa? – ele pergunta
Esther desliga o microfone para pensar.
- Ele podia fazer tudo isso... nu – Natasha sugeriu.
- É o noivo da minha filha, não pegaria bem.
- Se você acha... – Natasha resmungou.
Esther ligou o microfone.
- Eu quero que você escreva uma carta... pedindo desculpas por sua patética covardia... Além disso, você tem que declarar que se odeia, que está morrendo de vergonha, etc., etc.
- Depois posso ir embora? – ele quis saber.
- Se o teu estômago não tiver explodido, e olha que essa é a única porcaria que ficarei feliz em limpar, posso pensar em te soltar – disse Esther.


Bram ia morrer de tanto comer, ele sentia isso. E Penny? Ele precisava  lhe contar o porquê desistiu de tudo. Ela iria entender. Mas como fugir se estava trancado no quarto do pânico com uma louca controlando todos seus passos?

E enquanto ele tentava descobrir um meio para fugir, Penny resolveu fazer algumas coisas que sempre a assustaram, afinal nada poderia ser pior do que ser abandonada no dia do casamento.

Entre situações que beiram um show de comédia horripilante ou um filme de terror melodramático conhecemos alguns personagens que dão asas à nossa imaginação, como o um escritor amador, a atriz sensual, a governanta russa misteriosa, a vizinha boazinha demais. Eu pego esse homem, de Valerie Frankel (Essência, 320 páginas, R$ 39,90), me fez chorar de rir. E quando eu pensava que nada mais poderia me surpreender nesse livro, eis que Esther é flagrada dando uns amassos no pai do Bram. Sim, isso mesmo! Nada de se sentir culpada ao sequestrar e aprisionar o filho do pobre coitado (que de pobre não tem nada). Ela queria era curtir essa atração repentina, afinal foram vinte anos de celibato total.


Recomendo.

Resumo:

Apesar da leveza bem-humorada dos diálogos, Eu Pego Esse Homem está longe de se restringir a um "feminismo de butique". O livro tem passagens dignas do Clube da Luluzinha, com cenas hilariantes da luta entre sexos. Mas, por trás da atmosfera de "mulheres à beira de um ataque de nervos". Este livro, de Valerie Frankel, é uma história hilariante, que combina suspense, vingança e muitas revelações. E, por tudo isso, é uma grande história de amor.

Photobucket



PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL