twitter
RSS

Estranhos no paraíso - Eileen Goudge

>> quarta-feira, 16 de junho de 2010



Bem-vindos a Carson Springs, um vale próspero e ensolarado, cercado de montanhas, repleto de laranjas e cenário da inédita e arrebatadora trilogia Amores Possíveis. Famoso por servir de locação para filmes clássicos e por seu convento de freiras apicultoras, Carson Springs é um lugar onde as tradições imperam e as histórias familiares têm raízes profundas e entrelaçadas.

É nessa idílica cidade que mora a família Delarosa e agregados:

- Samanta, cabeça da família, tem 48 anos, é viúva há 2 anos e mãe de Alice e Laura.
- Alice é recém-casada com Wesley, de 54 anos (e 28 anos mais velho do que ela).
- Wesley é pai de Ian (filho do seu primeiro casamento)
- Laura é divorciada e sem filhos.

Samantha vive confortavelmente. Casou, teve duas filhas lindas, ficou viúva. O que ela deseja agora é a felicidade das filhas e sossego. Mas no casamento de sua filha mais nova, Alice, conhece Ian, filho de seu novo genro. Ian e sua vitalidade são como um raio de sol na vida de Sam. Alto, forte, viril, destemido e determinado ele não nega a atração que sente por ela, mesmo ela alegando ter idade para ser sua mãe. O importante é que ela não é. Ela é linda, desejável e sensual. E ele a quer.

O falecido marido dela era tradicionalista ao extremo, sexo apenas na posição permitida aos olhos da sociedade, qualquer outra variação era pecado, sujo, imundo. Ter um caso com Ian, trouxe à Sam uma verdadeira revolução sexual. E ela não quer abrir mão disso, nem em prol das filhas, as duas pessoas que ela mais ama e estima no mundo.

Ian desceu mais, passando a boca pelo seu umbigo, as pontas de seus cabelos roçando em sua barriga. Então a estava beijando. Lá embaixo. Ah, meu bom Deus... Como ele sabia? Quem lhe dera o mapa de seu corpo? O prazer era praticamente maior do que podia suportar... Uma onda intoxicante após a outra... Ela gritou e, logo em seguida, irrompeu em lágrimas.
- Eu me sinto tão... – Sam parou de falar, sem saber traduzir os sentimentos em palavras.
- Não precisa explicar.
- Foi... você também gostou? – perguntou ela, timidamente.
Ele recuou, surpreso.
-Meu Jesus. Te trataram mal mesmo.


Descubra porque o paraíso tem seu preço.

Laura, frustrada porque seu marido terminou o casamento pela incapacidade dela ter filhos, fica magoada quando a mãe fica grávida do jovem namorado. Ela é jovem, ela quer muito ter filhos, mas ela simplesmente não pode. E a condição da mãe, dói mais do que é possível aguentar.

Uma inveja monstruosa, verde e gotejante, erguendo-se da parte mais sombria do seu coração. Está tudo errado, pensou. Deus, de alguma forma, havia errado. Não passara anos tentando engravidar? Submetendo-se a inúmeras consultas médicas e tratamentos dolorosos um após o outro? Tudo isso para, no final, receber a notícia de que jamais teria um filho seu. Não foi por isso que Peter a deixara? Agora ele e sua nova esposa teriam um bebê... e sua mãe também... ah, meu Deus.. isso era terrível demais.

Alice fica indignada com o caso da mãe com seu “enteado”. Esse caso é uma vergonha e mancha no nome da família, é uma afronta à memória do seu pai. Ele não merecia ser esquecido, trocado. E muito menos que seu substituto fosse muito mais jovem.

- A sua mãe é perfeitamente capaz de tomar conta de si própria.
Alice levantou a cabeça esforçando-se para manter o rosto do marido em foco.
- Talvez. Mas isso ainda me afeta. Ela vai ter um bebê, pelo amor de Deus. Isso não é só um alertazinho na tela do radar... isso é a porra de um terremoto. Eu diria um de oito ponto zero na escala Richter.

Em meio à esse pesadelo familiar ainda tem Finch, uma garota rebelde, moradora de rua, que aparece suja e faminta no casamento de Alice. Laura vê em Finch uma chance de ajudar ao próximo. Ela é como um gatinho arisco e assustado, que precisa de proteção e amor. Decidida a leva, temporariamente, para seu sítio.

... E assim foi sua primeira noite naquele lugar estranho. Ela saiu caminhando como se estivesse num sonho pelo corredor cercado de retratos de família, as tábuas corridas estalando de leve sob seus pés descalços. Laura a observou da porta do quarto, tão ansiosa como se observasse um bebê dando seus primeiros passos. A menina teve uma sensação estranha na barriga, um sentimento do qual não conseguia se lembrar de ter tido antes... o de se sentir protegida.

Em meio a tanta discórdia essa família precisa reencontrar os laços do afeto e voltar a ser unida. Deus nunca dá fardos maiores do que aqueles que podemos carregar. Estranhos no Paraíso, de Eilleen Goudge, (Bertrand Brasil, 392 páginas, R$ 43,00) estreia a trilogia Amores Possíveis de forma majestosa. Os personagens são tão reais e vívidos que, nesse conturbado seio familiar, sentimos na pele a agonia de Sam, o desprezo de Alice e a tristeza de Laura diante dos novos acontecimentos.

Recomendo. Mal posso esperar pelos próximos volumes!



O sabor do mel – lançamento agosto/2010.

Doce. Puro. Saboroso. Assim é o mel. Gerry Fitzgerald decide enfrentar o passado... e a filha que deu para adoção há vinte e oito anos.

Sonho de uma vida –
lançamentos outubro/2010.

Complicada. Desafiadora. Bela. Assim é a vida. Carson Springs vira palco de importantes eventos quando a ex-estrela de cinema Monica Vincent é encontrada morta, boiando de bruços na piscina de sua belíssima casa, e a irmã, Anna, torna-se a principal suspeita.

 clique para ampliar
 Photobucket






PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL