twitter
RSS

Desaparecido para sempre - Harlan Coben

>> segunda-feira, 10 de maio de 2010








"Desaparecido para sempre é um dos mais originais e envolventes thrillers da atualidade. O suspense cresce aos poucos e o desfecho deixará até o mais experiente leitor suspreso."

- Bookpage

Em seu leito de morte a mãe de Will lhe faz uma revelação bombástica: seu irmão não está morto! Seu irmão desaparecido a mais de uma década está vivo... vivo e foragido do FBI. A primeira reação de Will é negação: como ele pode estar vivo a tanto tempo sem se comunicar com ele? Como pode ter vivido tanto tempo, sem ser descoberto, uma vez que toda a polícia internacional o procura? Como?

Depois que a mãe morre e sua namorada desaparece misteriosamente, Will começa uma investigação por conta própria. E quando a polícia e a máfia fica em seu encalço, seguindo cada passo seu, Will tem certeza que seu irmão está vivo. Só basta descobrir onde...

Will conta com poucos e importantes aliados. Numa luta acirrada contra o tempo, ele precisa descobrir toda a  verdade e salvar seu irmão. E tentando juntar peças de um complicado quebra-cabeças,  ele descobre que a vida não é cor-de-rosa...  é, sim, preta e branca. Ou as pessoas são boas ou más. E se aquela pessoa que você considera um ídolo de repente não é nada daquilo que você pensava? E se a verdade nada mais é do que uma bela mentira?

Com personagens densos e bem explorados, Coben consegue enriquecer a trama a tal ponto que você não consegue desgrudar do livro até o fim!

Negação, raiva, barganha, depressão, aceitação essas são as 5 fases da dor da morte... da morte de uma realidade que nunca existiu. Desaparecido para sempre, Harlan Coben (Sextante, 318 pág.), me deixou chocada.  

"- Você foi a pessoa que mais trai e magoei na vida!"

A maldade humana é pior do que esperamos. Nada do que imaginamos nos preparará para o final. É um misto de surpresas a todo instante, um caleidoscópio alucinante, que deixa o leitor irrequieto a cada página lida. Afinal, toda regra tem sua exceção... tons de cinza existem.

"No fim, a mais desagradável das verdades é preferível à mais bela mentira". Recomendo.


Resumo:

No leito de morte, a mãe de Will Klein lhe faz uma revelação: seu irmão mais velho, Ken, desaparecido há 11 anos e acusado do assassinato de sua vizinha Julie Miller, estaria vivo. Embora a polícia o considere um fugitivo, a família sempre acreditou em sua inocência.

Ainda aturdido por essa descoberta e tentando entender o que realmente aconteceu com seu irmão, Will se depara com outro mistério: Sheila, seu grande amor, some de repente, e o FBI suspeita do envolvimento dela no assassinato de dois homens. Apesar de estarem juntos há quase um ano, Sheila nunca revelou muito sobre o seu passado.Um suspense que mostra a busca pelo assassino, pela vítima e, acima de tudo, pela verdade. 

  Photobucket




PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL