twitter
RSS

Um desafio para o cupido - DeAnna Talcott

>> domingo, 14 de fevereiro de 2010



Hoje é dia de São Valentim, em alguns paises, e nesse dia é comemorado o Dia dos Namorados. Tudo começou durante o império de Cláudio  II, que achava que homens solteiros rendiam mais nas guerras, e justamente por isso proibiu qualquer casamento em seu reinado. No entanto o bispo Valentim era contra e realizava casamentos em segredo. Suas ações foram descobertas e ele foi decapitado no dia 14 de fevereiro de 270.

Homenageando essa data, escolhi para ler um livro que tivesse um cupido:

Um desafio para o cupido - DeAnna Talcott

Marjorie "Cupido" Jones é funcionária do correios da cidade local. Mas ela acredita que nasceu com um dom. O de juntar casais, como se fosse cupido, e realmente ela juntou 13 casais, que se casaram e vivem felizes.

Um belo dia uma moça estéril vai aos correios, esperando um certo homem, mas ao contar seu problema, Cupido logo visualiza seu par ideal, um jovem viúvo com 3 filhas. Mas o homem que a moça esperava chegou... e descobriu que ela estava com outro. E Cupido, agora, teria que lhe arrumar uma nova noiva.

O problema foi que Cupido se apaixonou por ele, Christopher. Mas cupidos não se apaixonam, cupidos têm a missão de fazerem os outros se apaixonarem. E com medo de perder seu dom por causa da paixão, Cupido abre mão da felicidade e se isola.

Cabe agora a Christopher criar uma tática de fazer Cupido provar de sua própria flecha do amor e se casar com ele.

Eu adorei esse livro, é uma leitura leve e agradável. E nos faz lembrar que todos nós temos direito ao amor.  Recomendo.

Resumo:

CUPIDO versus CUPIDO?!

Fazia anos que Marjorie “Cupido”Jones ajudava as pessoas de Valentine, uma pequena cidade no estado de Kansas, a encontrar o verdadeiro amor. Mas quando Christopher Easterbrook chegou à agência do correio de Valentine para se encontrar com a mulher com a qual namorava por correspondência e com quem pretendia casar-se, Marjorie já a havia destinado a outra pessoa. Furioso, Christopher exigiu que aquela atendente intrometida e irritante, com aquele apelido ridículo, reparasse seu erro encontrando uma substituta para sua noiva… e rápido! Confiante em sua habilidade, Majorie prometeu que conseguiria solucionar o problema. E decidiu resolver de uma maneira nada convencional… Ou aquela seria sua ultima façanha ou seria a melhor de todas!

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL