twitter
RSS

A poção do amor - Cheryl Holt

>> terça-feira, 8 de setembro de 2009



" - Poção do amor... Só me faltava isso.
Iria jogar a poção fora, mas ao retirar a rolha, um súbito e estranho impulso fez com que que levasse o frasco aos lábios.
Um troar em seus ouvidos fez com que cambaleasse. Ondas pareciam estar quebrando nas pedras em meio a uma tempestade e um forte calor lhe subiu pelo corpo.
Encalorada, começou a tirar a camisola, o calor continuou se espalhando por seu corpo e rosto... Ela nunca se sentiu tão atrante... "

Eu sinceramente não sei de quem mais eu tive raiva, se da Kate ou de Marcus. Aviso: contém spoilers!
O pai de Kate era conde, mas ele cometeu depois da fuga da esposa com o amante. A tia de Kate falsificou o testamento e tomou a fortuna de Kate para si, ou seja, ela criava Kate como uma empregada, bem ao estilo gata borralheira e Cinderela.
Quando Kate conheceu Marcus e este a quis como amante, por ela ser inferior, nem mesmo assim ela revelou seu sangue azul. Quando Kate é acusada de roubo, Marcus não a defende, pelo contrário, foi um dos primeiros a atirar a pedra. Kate foi humilhada, espancada e presa. Na cadeia ela pedia que a morte a levasse logo, de tanta dor e sofrimento que sentia.
Quando tudo foi esclarecido, não havia amor que suportasse a humilhação que Marcus a havia feito passar, mas será que a poção do amor, que os dois tomaram, não daria seu jeitinho de unir esses dois corações sofridos?
Recomendo, apesar da raiva.

Resumo:

Uma paixão de verdade...

Kate Duncan concorda em ajudar sua prima a conquistar um namorado, mas reprova a idéia da jovem de usar uma poção preparada por um boticário para fazer com que o notório Marcus Pelham se apaixone por ela. Para provar que o elixir não funciona, a própria Kate toma uma dose... e vive a experiência mais sensual de sua vida ao se deparar com Marcus numa situação comprometedora! Escondida nas sombras, ela sente cada fibra de seu corpo vibrar, mas será efeito do elixir, ou daquele homem irresistivelmente atraente?

Como conde de Stamford, Marcus pode escolher as mulheres que leva para a cama. Nenhuma delas, porém, o deixou tão excitado quanto a tímida Kate observando-o de um canto escuro de seu quarto. Apenas para se divertir, Marcus bebe a poção "mágica" e finge perder o controle cada vez que Kate está por perto... Até perceber que não está mais fingindo e que está se apaixonando de verdade...

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL