twitter
RSS

Dança comigo ?

>> quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

E entre um post e outro....



Bem depois de ver e ler sobre tantos TDB, deu até vontade de sair pulando e cantarolando por aí (engraçado.... aconselhei um amigo querido hoje a fazer isso pra espantar o sono, rs).


Bem... tem uma música perfeita pra esses momentos descontração..sem nada para fazer. Inclusive já vi essa música nos filmes: Muito bem Acompanhada e Dança Comigo. Adoro! Os filmes e a música.


Para ver a letra traduzida, clique aqui.


Para ver o clip, clique aqui.

Sway - Pussycat Dolls (sway significa gingar)
When marimba rhythms start to play
Dance with me, make me sway
Like a lazy ocean hugs the shore
Hold me close, sway me more
Like a flower bending in the breeze
Bend with me, sway with ease
When we dance you have a way with me
Stay with me, sway with me
Other dancers may be on the floor
Dear, but my eyes will see only you
Only you have that magic technique
When we sway I go weak
I can hear the sounds of violins
Long before it begins
Make me thrill as only you know how
Sway me smooth, sway me now
Other dancers may be on the floor
Dear, but my eyes will see only you
Only you have that magic technique
When we sway I go weak
I can hear the sounds of violins
Long before it begins
Make me thrill as only you know how
Sway me smooth, sway me now
When marimba rhythms start to play
Dance with me, make me sway
Like a lazy ocean hugs the shore
Hold me close, sway me more
Like a flower bending in the breeze
Bend with me, sway with ease
When we dance you have a way with me
Stay with me, sway with me
When marimba start to play
Hold me close, make sway
Like a ocean hugs the shore
Hold me close, sway me more
Like a flower bending in the breeze
Bend with me, sway with ease
When we dance you have a way with me
Stay with me, sway with me
*
*
*
p.s.: depois de ouvir a música e ver o clip, você com certeza concordará com a frase que a Jennifer Lopez diz ao Richard Gere, no filme Dança Comigo: “A Rumba (no caso dessa música a marimba) é a expressão vertical de um desejo horizontal. Tem que a agarrar (sua parceira de dança) como se a pele dela fosse a razão da sua existência. Largue-a como se lhe arrancassem o coração do peito. Puxe-a de novo como se fosse fazer amor com ela aqui mesmo na pista de salão. E acabe como se ela o tivesse arruinado para toda a vida…”
p.p.s.: Quem me conhece sabe que não danço nada, nem sozinha e m casa, nem escondida... Mas pra tudo tem a primeira vez... Próximo passo: sair cantando...rs, e só posso dizer que tenho pena de minha família... minha voz cantando é pior que a de uma gralha.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL