Sou louca por você - Federica Bosco


“... foi o beijo mais bonito da minha vida.”


Monica tem 31 anos, é solteira e vive em Nova York, a cidade das paixões e do pecado. Mas ela é, estranhamente, uma solteira crônica. Parece que nenhum romance dá certo. E pra melhorar (ou piorar?) a situação ela divide um apartamento com uma cantora negra caribenha e um gay fashionista.

Tudo dá errado na vida de Monica a começar pelo seu emprego. Ela simplesmente odeia o que faz. Odeia as chefes (que são do tempo de Tutancâmon). Mas infelizmente ela precisa do trabalho e às chefes precisam dela (afinal outra funcionária não se submeteria à ser tratado como cachorro, palavras da própria Monica).

Seu namorado (que na verdade era amante) terminou o caso há oito meses. E ela não pode viver sem o amor de sua vida. Ela sofre, precisa de David. Sem ele seu mundo é preto e branco, mudo e sem vida.

- O que você está fazendo aqui? – David grita para mim enquanto as bruxas de Eastwick se deleitam com a cena atrás de um caldeirão fumegante. – Você me escreveu que estava morrendo num hospital, que foi atropelada por uma carreta, que estavam amputando sua perna e que talvez não passasse desta noite! Venho aqui para saber onde estava internada e a encontro trabalhando em esplêndida forma?
Ele disse que sou esplêndida! (eu penso).  - Acho... que exagerei – digo -  mas era o único jeito de poder te ver de novo.

Contei que o caso com o grande amor de sua vida, David, durou apenas 58 dias? Pois é, Monica é uma autêntica perdigueira*!

Continuando na saga de se envolver com os homens errados, ela conhece Jeremy, muito simpático e atencioso, não é um David, mas serve. Sabe quando tudo é bom demais para ser verdade? Acredite sempre nessa frase! Em menos de 24 horas, Jeremy enviou flores, carta, disse que a amava, a pediu em casamento e enviou 52 torpedos!

Jeremy é um perdigueiro nato e do pior tipo, o que morde! Monica apenas latia. E ai que a ficha caiu: será que ela era tão terrível assim com David?

Quando ela desiste, temporariamente, dos encontros, conhece Edgar. Bonito, culto, sociável e maduro (nem tanto. Certa vez seus amigos marcaram um encontro às escuras dizendo que o rapaz era maduro. Mas ele era tão maduro que já estava apodrecendo). E pra melhorar é sócio majoritário de uma editora (contei que Monica escreve nas horas vagas?). Sortuda! Prazer e trabalho podem andar juntos, mas com a sorte que tem, melhor ela ir devagar... pode ser que o brilho dourado não seja ouro. Ela não é tola. A sorte não bate à sua porta.

Entre idas e vindas no amor, Monica continua com seu emprego odioso e a escrever seu romance. Ela e seus companheiros, de apartamento, formam um trio único e miscigenado. Cada qual com suas peculiaridades e dramas (alguns surreais). Mark (o gay) quer ser pai. Sandra (a cantora) quer ser famosa, mas está grávida e será mãe solteira.

Utilizando a famosa frase do Pessoa, juntos o trio, de Sou louca por você, Federica Bosco (Bertrand Brasil, 182 páginas, R$ 34,00), nos mostra que a vida vale a pena se a alma não é pequena. Recomendo.

Ah, não poderia deixar de comentar: Monica é apaixonada pelo escritor J. D. Salinger (O apanhador no campo de centeio) e escreveu uma carta para o autor. Seu sonho é ir até Cornish e lhe entregar. Mas seu sonho nunca se realizou e ela guarda a carta na bolsa como se fosse um testamento. Mark sabendo de seu desejo a leva (de surpresa) até lá. Ela coloca a carta na caixa dos correios e enquanto espreita a casa junto a Edgar, um senhor idoso (Salinger) vai até a caixa e a retira. Lê o cartão e diz: Eu é que agradeço!

Eles ficam perplexos. Ela e Edgar se olham por um instante e ele a beija.

Foi o beijo mais bonito da minha vida. Um daqueles beijos longos e suaves que só vi serem dados em todos aqueles filmes a que assisti até ficar com indigestão, em anos e anos de noites passadas em casa, a sonhar. Meu coração está pulando para todos os lados, e estou com aquela sensação que chamamos de ‘borboletas no estômago’. E é lindo.

Nota: J. D. Salinger faleceu em 27 de janeiro de 2010, em Cornish, New Hampshire.
* alusão à Mulher Perdigueira, de Fabrício Carpinejar.

Resumo:

Com mais de 100 mil exemplares vendidos na Europa, Sou Louca por Você, de Federica Bosco, consagrou-se como a Bridget Jones à italiana, por sua linguagem irônica, leve e feminina. Um romance moderno que mescla a divertida malícia feminina com a tresloucada efervescência teen: são hilárias as aventuras (e desventuras) da protagonista!

A vida de Monica não está sendo tudo aquilo que ela imaginava, nem o que as comédias românticas a fizeram acreditar que poderia ser. Italiana, solteira crônica e com dificuldade para entrar no jeans, ela se mudou de mala e cuia para Nova York a fim de tentar a vida de escritora e conhecer J.D. Salinger, mas acabou empregada numa loja de tecidos de duas velhinhas amargas que têm um fraco por torturá-la. Divide o apartamento com uma cantora de jazz caribenha e um gay que sonha em adotar um filho e que, apesar de tudo, parecem estar encontrando um rumo para suas vidas.

Um relacionamento frustrado-surtado com um cara noivo de outra mulher, um emprego em que é humilhada por duas múmias mais infelizes que ela, os questionamentos de uma mulher de trinta e a distância de casa fazem Monica refletir a respeito do caminho que está dando à própria vida (por sorte, sempre com bom humor e tiradas geniais!). Até que ela conhece Edgar, dono de uma editora que parece interessado em editar seu livro e também interessado nela. Só que, mais uma vez, é possível que Monica se dê conta de que a vida não é como os filmes com um final feliz a que ela costuma assistir. Ou será que é?


Photobucket




PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

10 comentários

  1. Adorei, ontem vc me disse o quanto tinha rido com esse livro, e claro, preciso de ALGO ASSIM NA MINHA ESTANTE, CASO PRECISE DE RIR MUITO, KKKK
    Amei a resenha, vc como sempre capricha!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  2. Parece ser um livro muito gostoso... a capa é linda, super fofa...
    Esse com certeza vai pra listinha...

    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  3. Estou num momento "empreste-me please" kkkk

    ResponderExcluir
  4. Monica é protagonista em mais dois livros da Federica:


    - L'amore mi perseguita
    - L’amore non fa per me


    Mais informações: http://www.federicabosco.com/

    ResponderExcluir
  5. Gostei da alusão a minha pessoa..kkk
    Não sei vc, mas as vezes me vejo nas idéias malucas que esse estilo de livro tem, nõ sei pois tenho um monte de ideias malucas e essas mulheres desses livros vivem de ideias malucas...rs
    bjos

    ResponderExcluir
  6. Natália,

    Ontem você comentou comigo desse livro.

    Ao ler sua resenha que, como sempre, está ótima, a única coisa que pensei foi:

    "Eu queroooooooo!" rs.

    Mais um na minha estante!

    Nossa! A história parece ser bem descontraída mesmo! Gosto de livros assim, que nos entretêm!

    Beijos.

    Carla.

    ResponderExcluir
  7. Parece um livro bem divertido ^^

    ResponderExcluir
  8. O Cara tava "apodrecendo"??? E foi o beijo mais bonito da vida dela??? Judiação da menina...
    KKKK!
    Naty, parece uma graça de livro! O final é feliz???
    Preciso de finais felizes!!
    Bjks
    Alê

    ResponderExcluir
  9. Pocha, amei esse livro, se eu não ganhar no sorteio vou comprar, do geito que sou sortuda, vou ter que comprar mesmo rsrsrs!!!

    Tô amando seu blog!!!

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!