twitter
RSS

[Resenha] Dear Heart: Eu Odeio Você!- J. Sterling

>> sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018


Olá Pessoal!

Hoje trago pra vocês a resenha de Dear Heart, Eu Odeio Você (Faro Editorial, 2017, 286p.) da autora J. Sterling.

"Cal havia iluminado a minha vida tão completamente que eu odiava a ideia de ver essa luz se apagar."

Jules Abbott é uma mulher, inteligente e independente e uma viciada em trabalho, como a sua carreira é a sua maior prioridade o amor fica sempre em segundo plano. Em uma conferência imobiliária em Boston, Jules acaba conhecendo Cal Donovan no bar do hotel e a atração é imediata.

Assim como Jules, Cal também é um viciado em trabalho e ele tem regras rígidas quanto a isso, ele não tem tempo pra relacionamentos, pois suas metas de carreira vem em primeiro lugar, sempre. E após conhecer Jules todas essas metas e regras não parecem mais tão importantes quanto antes.

Cal e Jules tem química, se dão super bem e passam um bom tempo juntos, mas o final de semana acaba e Jules volta para a Califórnia onde mora e trabalha, e então eles meio que começam um relacionamento a distância. Entre conversas por telefone e muitas mensagens de texto eles vão ficando cada vez mais próximos apesar da distância, e Cal decide se render aos seus desejos de ver Jules novamente e eles marcam uma visita para esse reencontro. Entretanto, como nem tudo são rosas, acontece uma reviravolta e com isso o relacionamento deles sofre um abalo.


"Em vez de tratá-la como o maravilhoso presente do céu que era, eu a tratei como se fosse uma peça descartável, alguém que pudesse simplesmente deixar para lá e nunca mais lembrar da existência. Foi uma atitude imatura da minha parte, para dizer o mínimo."

Dear Heart, Eu Odeio Você me ganhou bem no início e para ser sincera a parte em que Cal e Jules se conhecem é a minha parte favorita de todo esse livro, e apesar de ter sido uma boa leitura, tenho algumas ressalvas.

Falando primeiramente dos nossos protagonistas, Jules é uma personagem um tanto contraditória pra mim, a impressão que ela passa no início não é sustentada até o final, talvez tenha sido uma falha da autora na construção de sua personalidade ou talvez tenha sido de propósito pra mostrar o quanto o amor pode desestabilizar a vida de uma pessoa e mudar sua maneira de ver certas coisas. Já Cal, o charmoso e lindo Cal, soube me impressionar no início muito bem, ele é o típico personagem masculino que nos faz suspirar, mas parece que isso já é comum em livros da J. Sterling e ela traz mais uma vez um mocinho que me irritou em determinando momento do livro, eu detestei a atitude dele e até agora acho que não havia necessidade disso. Esperava mais maturidade de ambos por serem adultos, determinados e com uma vida estabilizada, principalmente, o Cal.

Os personagens secundários foram bem construídos e são muito carismáticos, e assumem papéis importantes na história e na vida dos nossos protagonistas, os que aparecem com mais frequência é a Tami, a amiga louca da Jules que amei assim que ela abriu a boca; e o Lucas, o fofo do amigo do Cal que me fez feliz com seus comentários sinceros e com a forma como ele faz Cal ter uma visão mais ampla das coisas e dos seus sentimentos por Jules.

"Meu coração agora estava claramente destinado a querer. Estava destinado a sentir. Estava destinado a fazer mais do que apenas me manter viva. Ah, eu realmente tinha me esquecido de como era essa sensação."


Dear Heart, Eu Odeio Você traz essa capa maravilhosa que amei assim que vi, eu não queria nem saber sobre o que era, apenas que queria ler, esses tons em escala de cinza e o título destacado em amarelo e em alto relevo deram um toque especial a essa capa, e a diagramação, os pequenos detalhes e todo o cuidado que a editora teve com essa edição está simplesmente perfeito, é uma das edições mais lindas que tenho na estante. É um livro narrado em primeira pessoa pelo pelo ponto de vista de Jules e Cal, e conseguimos entrar na cabeça de cada um e entender seus sentimentos e medos. A narrativa é dinâmica, simples e fluida, a maneira como a autora conduz o enredo é muito boa, mas achei o final um tanto corrido, esperava que ela explorasse um pouco mais as mudanças que aconteceram.

Preciso confessar que sempre tive um problema com a J. Sterling depois de ter lido um outro livro dela anos atrás, e quando conheci Dear Heart, Eu Odeio Você nem tinha reparado que era da mesma autora, só depois que o livro chegou em casa que fui ver isso, mas como estava muito curiosa pela premissa dessa história de relacionamento a distância resolvi me aventurar e não me arrependi, porém ainda encontrei os mesmos pequenos erros que a autora cometeu no outro livro nesse também, apesar disso, pra mim a sua escrita melhorou bastante e por isso ainda pretendo ler outros títulos seus futuramente.


Para finalizar, esse é um romance contemporâneo que nos mostra um pouquinho de um relacionamento a distância e o lado complicado e difícil de uma relação amorosa, a autora explora temas como carreira e amor, sobre a possibilidade de se ter os dois de forma sucedida ao mesmo tempo sem ter que abrir mão de um para se dedicar melhor ao outro.

"Nem sempre nós podíamos escolher a quem amar. Às vezes, era um impulsivo irresistível que nos guiava, uma força gravitacional, algo que não podíamos ver nem controlar, mas que nos arrastava com força na direção de outra pessoa. Claro que nós podíamos tentar resistir. Mas no final o amor sempre vencia, porque não se tratava de uma luta justa. O amor tinha uma arma secreta, um instrumento de poder incomparável para usar contra nós - o nosso próprio coração."

Classificação: 3 estrelas ★ ★ ★

Bjs e até a próxima!



















PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL