twitter
RSS

[Resenha] Protegida - Paola Scott

>> domingo, 3 de setembro de 2017


"Não precisa ser perfeito. Basta ser verdadeiro e me fazer feliz." Alana
Eis que chegamos a resenha do ultimo livro da serie Provocante. Se você esta acompanhando o especial #agostoprovocante, viu que nesse mês as minhas resenhas aqui no blog foram todas dedicadas à série Provocante da autora Paola Scott. Uma série com histórias bem sensuais, onde seus protagonistas já passaram dos 30 e que trazem como fundo tramas muito cativantes.

É um sentimento agridoce falar sobre esse último livro, pois o esperei ansiosamente e fiquei tão emocionada com sua leitura. Mas ao mesmo tempo, é uma despedida, dos personagens e histórias que me envolveram e me renderam bons momentos nos meus dias.

Protegida (2017, 404 páginas), que foi lançado oficialmente ontem (02/09) em plena Bienal do Rio, é o livro quinto livro (ou sexto , se consideramos que Provocante foi dividido em dois livros pela Editora Charme) e nos conta a história de Alana, filha de Paola, e Júlio, irmão de Augusto, o caçula dos Sartori. Ao contrário do que afirmei na resenha de Ousada, acredito que para aproveitar melhor a leitura deste livro, você tem que ler os livros anteriores da série.

Quando o livro é bom assim por incrível que pareça, é ainda mais difícil para mim resenhar e expressar tudo que sentir ao ler o livro. Sabe aquela sensação de quando lemos algo tão bom que você queria que durasse mais e mais páginas? Sabe aquele suspiro profundo que damos quando fechamos um livro que foi muito bom? Um livro que foi sendo construído a cada livro da série, esperamos muito esse encontro acontecer e quando finalmente lemos essa história e ela atende nossa expectativa é gratificante. Tive que esperar passar alguns dias e digerir mais a história para poder escrever de forma coerente como foi essa leitura para mim. E vou tentar ao máximo não constar detalhes e ainda sim ambientar vocês no conto de fadas de Alana e Júlio..

Como sabemos desde o primeiro livro, Alana é filha da Paola e hoje é super protegida não só por seus pais, mas também por seu padrasto Pedro, seu amigo Rodrigo e pelo sócio e amigo de sua mãe, Eduardo. Percebeu o nível do esquadrão? Alana é super descolada e madura para os seus 18/19 anos, mas tem a insegurança que sua idade lhe concede e apesar de já ter beijado alguns garotos ainda é virgem, porque deseja ter sua primeira vez com alguém que seja especial. Alana ansiava viver um grande amor, assim como de sua mãe e Pedro e de seus amigos, com quem ela convivia. A única vez que ela ficou verdadeiramente balançada, hoje é apenas a lembrança de um beijo, que no fundo é o motivo por ela não conseguir se abrir para ninguém.

O nosso mocinho, o príncipe Júlio é um bom rapaz, inteligente, divertido e um profissional sério. Ainda novo assumiu junto com seu pai os negócios da família, pois o seu irmão mais velho, Augusto, decidiu seguir carreira diferente. Júlio como todo homem solteiro de 27 anos, gosta de curtir a vida com os amigos, pratica esportes, tudo sem exageros. Adora ficar em casa e passar um tempo com sua família e por esse motivo ainda mora com os pais. Muitas vezes no decorrer da série ele é taxado como velho por seu irmão Augusto, devido seu estilo de vida.

Depois de muitos desencontros, finalmente eles se encontram e inevitavelmente ambos se veem muito atraídos, um pelo outro. E apesar da diferença de idade, eles resolvem se darem uma chance e o relacionamento de Júlio e Alana vai acontecendo e crescendo aos poucos, a cada encontro, ligação, toques nas mãos, troca de mensagens, beijos. Foi muito divertido ver o Júlio enfrentar o esquadrão que protegia Alana, sua forma de lidar com esse impasse foi uma surpresa e só me fez gostar ainda mais dele.

É obvio que Júlio com sua idade tem uma vasta experiência na frente da Alana, principalmente por causa da escolha dela em não ter namorado sério com ninguém. E por ser uma série de livros extremamente sensuais, sempre com cenas bem quentes de sexo entre os casais, eu estava curiosa para saber como seria com eles dois e mais uma vez a Paola me surpreendeu. Percebi como a cada livro sua escrita foi se aprimorando, não que não fosse boa antes, mas a forma com que ela conduziu a relação deles foi encantador. O romance e o sensual se equilibraram, as cenas hots continuaram quentes, mas com o tom leve e romântico que o casal dessa vez, exigia. A paciência do Júlio, a maturidade e sinceridade da Alana. A amizade que eles desenvolveram, além da paixão e desejo que sentiam pelo outro, gerando uma cumplicidade linda de se ver.

Mas como todo livro da série, em Protegida, Paola Scott nos conta um romance com doses de realidade. Todo namoro tem inseguranças, incertezas, decisões que afetam aos dois enamorados e Alana e Júlio terão que passar por um grande um obstáculo para viver esse amor. 

Que amor lindo! Alana tão madura, Júlio um príncipe e também caçador nos momentos certos, como o mesmo se define. E aquela cena bônus não teve como não me emocionar... Confesso que já estou com saudades de todos os personagens, das histórias. Paola encerrou a série perfeitamente. Sem demagogia, e acreditem na minha sinceridade: na atualidade ela é uma das autoras nacionais que melhor escreve romances, na minha opinião, dos livros que já li, é claro. Olha que tenho, sem modéstia, um vasto conhecimento de leitura e já li muita gente, muitas autoras que considero muito boas.

É um talento ainda muito raro conseguir escrever cenas emocionantes, cenas sérias, cenas cômicas e ainda cenas sexuais com a mesma coerência, de forma linear sem perder a continuidade. Paola consegue emocionar, nos fazer rir e ainda escrever cenas de sexo (sem palavras vulgares e degradações) super excitantes. Não destoa nada, não sinto "buracos e furos" na história, que mesmo em bons livros, escritos por autoras muito talentosas, nós encontramos, entendem? Acreditem em mim isso é raro.

Ah! E algo que percebi que não destaquei nas resenhas anteriores foram as playlists de cada livro. A de Protegida mesmo tem cada música, uma mais linda do que a outra. Todas as playlists da série você encontra no spotify, basta pesquisar pelo título do livro.

Como leitora, quando leio e gosto de uma serie, só peço que seu final seja tão bom quanto o início que me conquistou e quando isso acontece, como foi com Provocante, me sinto uma leitora realizada. Preciso dizer que recomendo?

"Tive Alana em meus braços por toda a noite. E a teria para o resto da vida. Jamais deixaria de amá-la. Ela era tão jovem e tão perfeita para me dar força e me fazer manter o foco no futuro. Nosso futuro!"

Bjos e até a próxima!


Série Provocante:
PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL