twitter
RSS

[Resenha] Piano Vermelho- Josh Malerman

>> segunda-feira, 14 de agosto de 2017



Olá, pessoal!

''Eu não faria isso se fosse você. ''

Os mistérios e o suspense de Josh Malerman estão de volta! Após o gigante sucesso do intrigante Caixa de Pássaros, a minha expectativa com Piano Vermelho (Intrínseca, 2017, 320 páginas) era imensa! Por isso, fiquei super contente quando esse livro veio para as minhas mãos!


Escondido no deserto do Namibe, um som altamente poderoso, capaz de causar vômitos, tonteiras e alucinações em quem o escuta, intriga o Governo Americano: dois pelotões foram enviados à área, mas, além de terem retornado sem sucesso, os soldados estavam transtornados com o que ouviram. Diante disso, o Governo decide convidar uma banda esquecida no cenário musical de Detroit: os Danes.

Composta pelo líder e pianista Philip Tonka, Ross, Larry e Duane, a banda embarca juntamente com uma equipe rumo aos mistérios que os aguardam no assustador deserto da África.




''Uma bebida de cem mil doláres cairia bem agora, até porque isso significaria que ele estaria em casa, no lugar ao qual pertence. ''
Seis meses. É esse o tempo em que Philip Tonka ficou em coma após a missão. Ao acordar em um hospital, em algum local até então desconhecido, o pianista está completamente amedrontado e confuso: onde estão os seus amigos? Onde ele próprio está? Como ele foi resgatado do deserto?

“(...) o que aconteceu, soldado Tonka? — Ele se curva, põe as mãos nos joelhos, e baixa os olhos azuis na altura dos de Philip. — O que você e os Danes encontraram no deserto? Ou melhor (...) — A pergunta não é o que você encontrou... mas o que encontrou você.”


Estas perguntas e muitas outras vão sendo respondidas ao longo da narrativa que se alterna entre a vivência do grupo no deserto e os dias de Philip no hospital. O que mais me motivou a cada página lida,foi a curiosidade para, finalmente, saber sobre o poderoso som. Talvez por ter insistido em me conectar com a história para entendê-la, não consegui construir uma ligação com os personagens e isso foi um pouco frustrante.

Josh Malerman mostrou, mais uma vez, a sua originalidade. Em Caixa de Pássaros, a visão foi explorada e em Piano Vermelho, a audição. Piano Vermelho é um pouco mais brando que o seu antecessor, apesar de promover uma atmosfera de suspense, senti que isso não foi sustentado e faltou clareza na exposição dos fatos, sobretudo nas últimas páginas. No entanto, a proposta do livro é boa!!!


Algo que chamou a minha atenção foi a belíssima capa! Super original e conectada com a história! E, também, a página de início de cada capítulo se contrasta com a cor normal das demais e isso deu um bom destaque.

Se você curte suspense e intrigantes mistérios, vá em frente e se deixe levar pelo novo livro do Josh!
Eu, com certeza, já estou à espera do próximo! *-*


Curiosidade:
Assim que li a sinopse de Piano Vermelho, imediatamente me lembrei de uma reportagem (Clique aqui) que li há muito tempo sobre uma enigmática rádio russa. Confesso que achei assustador hahaha. 


Saldo final: ★ ★ ★ ★ !
Um beijo e até a próxima!




















PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL