twitter
RSS

[Resenha] Reencontrando O Passado- Bibi Santos

>> quarta-feira, 5 de julho de 2017


A resenha de hoje é do livro Reencontrando o passado (Amazon Brasil, 2016, 291 p.) da autora Bibi Santos, que conta a história da Emely, uma moça incrível, doce, inteligente, que já sofreu muito na vida, mas que não tirou o sorriso do rosto e tem orgulho de ser quem é, como é e não se deixa abater por fofocas e nem leva desaforo para casa.

A Emely mora numa cidade pequena do interior, então é bem aquilo: todo mundo se conhece e todo mundo fala de todo mundo. Com ela não seria diferente, sempre foi alvo das fofoqueiras locais. Mas a sua pior inimiga estava dentro de casa e ela era sua mãe, que sempre a recriminou por ser gorda e não conseguir emagrecer e isso foi desde quando ela era muito criança. Seu pai e sua melhor amiga sempre a ajudaram a não se deixar abater pelos comentários maldosos.

"Odiava esse padrão que a sociedade criou de que só as magras são lindas. Porque não posso ser bonita, sexy? Porque não tenho o corpo da Gisele? Nem acho tão bonito o corpo dela."

Nem sempre é fácil, pois as pessoas muitas vezes perdem a noção que as palavras ferem muito mais que uma agressão física. Ao longo da vida ela teve que lidar com a rejeição, até de quem ela amava muito. Rafael era uma dessas pessoas, irmão de Duda, sua melhor amiga, ele nunca a olhou com os mesmos olhos que ela, na verdade ele sempre foi rude e ela nunca entendeu o motivo. Foram criados como irmãos, mas ele não a enxergava como tal.



Confesso que Rafael me deu nos nervos e não foi pouco. Emely não merecia uma pessoa como ele, mas quem manda no coração, não é mesmo? Ele fez uma coisa que para mim é imperdoável. Quer dizer, eu até perdoaria porque viver a vida carregando mágoas no coração, faz com que ficamos doentes. E Emely é uma pessoa que não merecia viver infeliz. Quando eu digo que a vida dela não foi fácil, realmente não foi. Após o ocorrido com Rafael ela entrou em uma profunda depressão, seu Ricardo o pai dela fez de tudo para ver a filha dele inteira novamente.

"A vida nem sempre era boa, mas a maioria dos erros acontecem porque nós mesmos que causamos, por não medir as consequências antes de fazer as coisas. A vida sempre nos dá dois caminhos e os sinais estão sempre lá, mas o perigo sempre foi mais atraente."

Passaram-se anos e Rafael retoma a cidade de São Conrado, decidido a consertar todos os erros do passado com sua família e com a família da Emely. Não é fácil, porque suas atitudes impensadas causaram a morte de seu pai e causou vergonha para a Emely perante a todos, não que ela se importe com o que as pessoas falam, mas foi difícil superar e a presença dele novamente na cidade faz com que velhas e dolorosas lembranças retomem. E o que aconteceu foi tão punk que até quem ela nunca imaginaria está envolvido.

Paralelamente à história de Emely e Rafael, temos Ricardo e Duda que tem um caso e quase ninguém, inclusive Emely, sabe. Também tem a chegada da personagem July, que foi um presente para todos. Deus coloca anjos nas nossas vidas e a July é uma dessas pessoas, ela estava no lugar certo, na hora certa. A Emely salvou sua vida, mas na verdade foi ao contrário. Apesar da pouca idade ela tem maturidade para falar exatamente o que as pessoas precisam ouvir. Então, vamos acompanhando a evolução da trama sob o ponto de vista desses outros personagens, inclusive do delegado Murilo, que não falei sobre ele, mas que é peça-chave para vários acontecimentos na história.


Reencontrando o passado é um livro que fala sobre perdão e nos faz refletir sobre o significado da palavra. É um livro que me fez ter muita empatia pela Emely, porque eu gostei de conhecê-la, de verdade. Não precisamos ser gordos, magros, ricos, pobres, negros, brancos, homossexuais ou héteros. Temos que ter respeito por quem o outro é, pelas escolhas que o outro faz, principalmente porque não conhecemos suas lutas, suas dores. O julgamento só é fácil para quem está à distância.

"Precisei aceitar que não podia mudar o passado. Aceitei o amor como fonte de energia, abri espaço para o meu futuro, para a felicidade, para a aceitação do meu corpo, da minha beleza."

E acima de tudo é um livro que fala sobre como o amor sempre vence. Não importa a sua idade, a sua cor, a sua condição financeira, não importa o passado, o presente e o futuro. Ele apenas existe e é transformador, quebra barreiras e constrói pontes. Para que isso aconteça você tem permitir que ele entre e limpe o seu coração.

Nem preciso dizer que super recomendo, né?! Afinal esperei um clichê e levei um tapa. Porque eu não estava esperando ser pega de surpresa com uma história tão incrível, atual e com tantos ensinamentos.



PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL