twitter
RSS

[Resenha] Amor Imenso - Penelope Ward

>> quarta-feira, 24 de maio de 2017




"Eu nunca odiei você. Não poderia ter odiado nem se tentasse. E acredite, eu tentei."

Oi gente! Estou de volta com mais uma resenha, de um livro que tem um tema que gosto muito: amor de infância e reencontro. Adoro quando os personagens tem uma historia no passado, lembranças inesquecível e me delicio vendo o amor falar mais alto que muitas mágoas que aconteceram. Sou romântica e histórias sobre segundas chances, sobre escolher o amor, sobre amizades que se transformam em amor sempre me cativam, é uma premissa para me fazer ler aquele livro.

E Amor Imenso (Editora Planeta, 2017, 272 páginas) traz uma historia assim, crianças vizinhas que desenvolvem uma forte amizade que se transforma em amor e devido a uma mágoa e situação mal explicada acabem se afastando.

Nossos protagonistas são Amelia e Justin, que se tornaram melhores amigos na infância, porque a avó de Amelia tomava conta do Justin em sua casa. Ambos possuíam uma relação bem complicada com seus pais e esse elo com a avó unia os dois, tornando-os uma dupla inseparável, onde se completavam. Até o dia que Amelia se chateia com Justin e sem dar oportunidade de deixá-lo explicar e muda de cidade e vai morar com seu pai.

"Você estava sempre lá... até que você não estava mais. Perder você me ensinou que eu não posso contar com ninguém além de mim mesmo. Formou que eu sou hoje... e isso não é necessariamente uma coisa boa."

Depois de anos, sem nenhum dos dois se encontrarem, a avó de Amelia falece e deixa sua casa na praia como herança para os dois dividirem e então o reencontro acontece. Amelia se tornou professora e terminou de ser traída pelo seu namorado, vendo assim, a casa na praia como uma forma de esquecer a situação que passou mesmo correndo o risco de ver Justin e ter que enfrentar coisas que estão mal resolvidas entre eles durante esse tempo.

Justin se tornou um músico e também trabalha com softwares. Até hoje se ressente da forma como Amelia lidou com tudo e como foi abandonado por sua amiga na adolescência. No começo esse encontro não é nada como Amelia gostaria que fosse, pois Justin faz questão de tratá-la mal e mostrar o quanto sua presença não o agrada. Mas é aquele ditado não é gente: O ódio é o sentimento mais próximo do amor. Se ele não sentisse nada por ela seria indiferente e não rancoroso. E ainda tem um fator que foi acrescentado nessa relação: Justin traz sua namorada, Jade, para passar férias com ele na casa.

Eu gostei do ritmo da escrita, de como as coisas vão acontecendo e os sentimentos vão se transformando. Tudo isso alinhado a uma tensão sexual e cenas quentes capaz de deixar você sentindo muito calor. A cada capitulo acontece algo e a Penélope me surpreendeu com algumas reviravoltas que vão acontecendo e o que pensei que afastaria eles, na verdade foi o que os uniu, de uma forma tão bonita e sincera.Tem muito mais coisas que poderia dizer para fazer vocês lerem esse livro tão gostosinho de ler, mas não posso relatar aqui na resenha pois iria estragar a surpresa que o leitor teria ao ler o livro. Vi que algumas resenhas contaram um fato que eu acredito que é chave no enredo e você fazer a leitura já esperando isso acontecer não tem a mesma emoção. A autora me ganhou transformando um simples New Adult em um livro de romance bem legal.

Não é o primeiro livro da Ward que leio e com certeza agora estou indo atras de outros e desejando que a Planeta lance mais livro aqui! Super recomendo!

Ps: Adorei que a editora manteve a capa original e informo que o Justin descrito no livro é exatamente igual ao modelo da capa, inclusive suas tatuagens...

"Nós dois fomos criados por famílias desarranjadas, mas desde que te conheci meu mundo pareceu um pouco menos despedaçado."























PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL