twitter
RSS

[Coluna] Eu Indico #11: Por que assistir 13 Reasons Why?!

>> quinta-feira, 13 de abril de 2017



Olá pessoas!! Tudo bem com vocês??

Como puderam ver no título, vamos falar hoje sobre essa série maravilhosa e que superou as minhas expectativas. Acredito que principalmente porque eu não quis assistir nenhum trailer. Ainda mais por ser uma adaptação de um livro que eu tentei ler duas vezes e falhei nas duas. O que parece ser estranho já que eu e livros com gêneros mais dramáticos e polêmicos somos praticamente unha e cutícula.


Acreditem, nem sempre as coisas foram fáceis. Na época que me apresentaram esse livro eu estudava em um colégio evangélico, as pessoas que eu conheci que estavam lendo foi por recomendação do colégio que elas estudavam, o meu jamais recomendaria esse tipo de leitura. Como eu sou curiosa, fui atrás do livro. Não consegui evoluir por motivos de minha mente não era madura o suficiente. Depois já no ensino médio e estudando em outro colégio esse bem liberal, tive a oportunidade de pegar o livro novamente, dessa vez foi o feeling que não estava batendo. Ele ainda está na minha lista para ler futuramente.

Mas vamos falar sobre a série, que é o nosso principal objetivo aqui. Desde o fim de Gossip Girl que eu não concluo uma série, o que isso tem a ver com o assunto? Nada, mas queria desabafar sobre. Então... São 13 episódios, cada um é uma fita em que a Hannah Baker conta um por quê dela ter cometido suicídio. E eu estou trazendo alguns motivos aos quais vocês devem assistir essa série, que apesar de ser pesada é reflexiva na mesma proporção. Falarei mais sobre isso ao longo do post.


*Fotografia
A qualidade visual dessa série é espetacular, com cenários maravilhosos, fazem um jogo perfeito com a luz. Tanto em cenas diurnas como noturnas. Sabe aquela vontade de tirar print da tela toda hora? Pois bem, isso acontece em 13 Reasons Why
 


*Elenco
A escolha do elenco foi outro ponto chave. Eu não consigo ver outros atores e atrizes para fazer cada personagem. A Katherine Langford foi perfeita como Hannah e o Dylan Minnette como o Clay. Assim como os demais que deram show de interpretação e deixando tudo muito real. Um personagem que eu amei muito foi o Tony (Christian Navarro), ele foi indispensável, onipresente e voz da consciência do Clay.


*Trilha sonora
Esse é um dos meus motivos favoritos, a trilha sonora está impecável. Eu que sou muito sensitiva quando o assunto é música fiquei muito feliz com as escolhas, temos Joy Division, The Cure, Selena Gomez e vários outros. O álbum está no Spotify (clique aqui)  



*Abordagem de assuntos polêmicos
Esse é um dos principais motivos pelo qual a série está sendo tão bem comentada. Além do assunto principal que é o suicídio da Hannah, cada vez que um porquê era desvendado, temos a noção de que o suicídio era o menor dos problemas. O ensino médio ou qualquer outra fase escolar durante a adolescência não é um período fácil para ninguém. E para ela foi mil vezes pior. Ser a aluna nova, depois a aluna nova "vadia" (não é verdade, mas quem estava se importando?), a aluna nova "vadia" que beija garotas também. Além do bullying que ela sofreu a série ainda aborda temas como: estupro, cyberbullying, revenge porn, a consequência de atos inconsequentes, amor não correspondido, entre outros.
Foi pesado? Bastante, ver é muito mais impactante que ler sobre esses assuntos. 
 


*Adaptação fidelíssima ao livro ou melhor até
Eu não li o livro como já falei anteriormente, porém os meus conhecidos que leram me afirmaram que a série ficou muito melhor, até fechou as pontas soltas que o livro deixa. Li muitas resenhas falando sobre a não necessidade de ler o livro para assistir a série, pois a mesma está muito completa. Eu sou da opinião de que o livro foi escrito em uma época em que as pessoas não falavam tão abertamente sobre assuntos polêmicos, então o Jay Asher acabou não explorando tanto quanto a gente gostaria se fosse hoje, 2017. 



*Gera reflexão
Eu nunca fiquei com ressaca por assistir uma série. Vai fazer 15 dias que eu terminei de assistir e ainda não peguei outra. Eu assisti junto com uma amiga, mas ela terminou primeiro que eu. Então fiquei naquele misto entre terminar logo ou enrolar para terminar, as consequências dos 3 últimos episódios fez naturalmente com que eu enrolasse um pouco, era preciso dar uma respirada básica entre um e outro porque olha ô tensão. Quando terminei, estava mal. Pensando em coisas que aconteceram na minha vida e em como eu agradecia e agradeço muito por ter sempre ao meu redor pessoas lindas, que me entende e sempre estende a mão quando eu não estou 100%. E que a Hannah Baker só precisa de uma pessoa que dissesse para ela que estava ali e que nunca a abandonaria, mesmo depois que tudo estivesse bem. 

O tempo inteiro ela pediu socorro, assim como muitas pessoas que estão com depressão, mas ninguém nunca viu além do que ela estava permitindo enxergar. O tempo todo eu me pego pensando em: ela não precisava ter morrido. Mesmo que a morte dela tenha sido essencial para ilustrar o meu pensamento. O suicídio nunca é bom para quem fica e talvez nem para quem vai. Por isso que essa série não é recomendada para pessoas que estão passando por problemas psicológicos e emocionais. A visão dessas pessoas são retorcidas e pode enxergar no ato da Hannah a salvação para os seus problemas. 

A solução está em procurar centrais de ajuda, aqui na internet temos vários e aqui no Brasil temos o CVV- Centro de Valorização da Vida  a pessoa pode pedir ajuda por telefone (ligando 141), e-mail, chat, Skype 24 h por dia (dados encontrados no site) e com total sigilo, sendo atendidos por voluntários e gratuitamente. Desde que fale, pois falar ajuda e muito nesses casos. Porque aqui além de trazer entretenimento para vocês, nós também trazemos assunto de utilidade pública. Salvar a vida do próximo é sempre gratificante, além de salvar a nossa também. 

É isso, espero que vocês tenham gostado. Quem já assistiu comenta aqui embaixo e quem ainda não assistiu mas pretende, comenta aqui também. Um beijo enorme e até a próxima!! 




















PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL