twitter
RSS

[Resenha] A Grana- Cynthia D'Aprix Sweeney

>> sexta-feira, 14 de outubro de 2016



A resenha de hoje é do livro A grana. O livro que eu sou apaixonada pela capa, tem edição fantástica, personagens bacanas, mas o enredo é tão confuso...

Bom, vamos com calma para eu chegar nesse ponto do enredo. O livro é bom? É. Os Plumb são aqueles tipos de pessoas que já foram ricas, faliram e ainda se sentem as pessoas que nunca foram antes, até porque, quando o pai deles nasceu a família já estava passando por uma crise econômica. E com o passar dos anos as coisas não melhoraram tanto. Porém, o pai deles o Leo Plumb teve bastante sucesso no mercado de plásticos absorventes.

Então, após o nascimento de seus quatro filhos: Leo, Beatrice, Jack e Melody. Leo (pai) resolveu criar um fundo fiduciário para que os filhos pudessem contar com uma pequena reserva em suas aposentadorias, eles não poderiam fazer retiradas antes do aniversário de 40 anos da Melody. A única pessoa autorizada a fazer retiradas de emergência era a mãe deles.

Até o dia que Leo, o irmão mais velho, casado, irresponsável, sofre um acidente e precisa indenizar a garçonete de uma festa a qual ele estava antes de saírem juntos. Leo tinha dinheiro? Não! Porque ele e a esposa só sabiam esbanjar o que restou da venda da revista que ele tinha. Então de onde ele tiraria dinheiro para pagar a conta? Sua mãe achou mais conveniente usar o dinheiro do Pé- de- Meia como um empréstimo, afinal era uma emergência e eles não poderiam se envolver em escândalos.

Em seguida Leo foi internado numa clínica de reabilitação e quando saiu precisava lidar com seus irmãos, principalmente Jack e Melody, cobrando o dinheiro que ele os devia do Pé-de-Meia. O problema é que Leo estava falido, sem emprego e nem sequer tinha onde morar. Aí que começava o episódio digno de Casos de Família.

O Leo é o personagem central do livro, só que além dos irmãos e da mãe que também tem seus pontos de vista, têm os pontos de vista das pessoas que de alguma forma estão interligadas ao Leo. E então é aí que o enredo fica confuso, a gente lê uma pessoa e só porque ela apareceu em uma cena anterior, tem a história contada na outra metade do capítulo. Confesso que achei um pouco desnecessário, porque de certa forma os protagonistas da história, os Plumb, perdem o espaço central. Claro que não é o caso de Leo, afinal a pessoa tem uma malandragem na alma que a gente mesmo sabendo quem ele é, podemos cair na lábia.

O saldo sobre esse livro é até positivo, mas fiz uma promessa de lê-lo em um outro período da minha vida para ver se eu consigo entender o seu propósito.

Enfim, é isso. Espero que tenham gostado da resenha. Um beijo enorme e até a próxima!!










PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL