twitter
RSS

[Coluna] Música & Livros

>> quinta-feira, 30 de junho de 2016



Olá pessoas! Tudo bem com vocês?

Hoje o livro da nossa coluna é gringo e ainda não foi lançado aqui no Brasil, o que é uma pena pois ele é muito bom. Aliás, eu já falei sobre ele na #DicadeSegunda no instagram do Menina no mês passado. Estou falando do My Time In The Affair da autora Stylo Fantôme.



Eu não sou a favor da traição, mas esse livro me fez repensar sobre o assunto e reafirmar o meu pensamento sobre não julgar as ações alheias perante seus relacionamentos, afinal nunca sabemos o que cada casal vive, não é mesmo?! E foi justamente por isso que a Mirsha, nossa mocinha, estava determinada a trair seu esposo, o Michael.

Eu estranhei um pouco a relação dos dois e quando ela começa a contar tudo o que aconteceu até o momento que ela partiria para Roma a trabalho. Ela era bailarina profissional, mas uma contusão fez com que ela se afastasse da sua profissão. Com o tempo ela acreditou que assim que melhorasse voltaria para o ballet, o problema é que ela engordou muito nesse período de recuperação e voltar seria um risco por conta do peso.

Foi então que ela começou a trabalhar como corretora de imóveis. Não era o trabalho dos seus sonhos, mas ela sabia como se destacar e foi crescendo na empresa. Em contrapartida, seu casamento que estava fracassando. Michael agia com indiferença, criticava seu peso, agia mais como o melhor amigo do que marido. Aaa sim, antes de se casarem, os dois eram melhores amigos no colégio como unha e cutícula e viram o casamento como a solução para o algo a mais que poderia surgir na grande relação de amizade... O que só serviu de motivação para que ela emagrecesse todos os quilos e ganhou e mais um pouco.

A viagem para a Itália era tudo o que ela precisava, lá ela poderia repensar melhor seu casamento sem Michael por perto e nem as amigas por perto, Porque como a cidade que eles moram é pequena, os amigos ainda são os mesmos dos tempos de colégio, ou seja, todo mundo é amigo do casal e todos devem permanecer unidos. Pena que o destino pensa diferente...

O caminho de Tal e Mirscha se cruzam por acaso (ou não tão por acaso assim, mas vou deixar o questionamento aqui para vocês) depois que ela é assediada em um bar do restaurante do hotel. Nesse dia ela já tinha desistido da fantasia trair Michael depois de uma tentativa frustrada no dia anterior. Mas é aquela coisa, quando você desiste, a oportunidade vai lá e aparece. Juntando a fome com a vontade de comer (sim, porque há séculos ela desconhece o que é sexo na vida dela) com o bônus de um homem sexy, ponto para Mirscha!!

Não é um livro hot, as cenas de sexo são mais românticas do que eróticas. E a estratégia da autora foi ótima, porque Tal de fato é apaixonante. Obviamente que os dois não tiveram apenas um momento, como Mirscha queria de imediato, ao longo do tempo em que ela passa em Roma eles constroem um relacionamento sólido, mesmo que muitas coisas entre eles não estivem bem estabelecidas e ainda que houvessem muitos segredos envolvidos, principalmente sobre quem era Tal Canaan e o que ele fazia da vida. Não foram impedimento para que a gente se apaixonasse pelo casal, para que, apesar dos pesares, no fim tudo desse certo. Só que na vida as coisas não acontecem como a gente quer não é mesmo?!

Teve um momento que eu desejei que se o relacionamento fosse apenas um caso de amor em Roma, de verão, passageiro, que ela seguisse os conselhos de Tal e abrisse a porta dos seus sonhos e realizasse todos eles, pois ninguém poderia dizer se ela era ou não capaz de vivenciar aquilo que a faz feliz. Acontecem altas coisas na trama, bem construída por sinal, que dava a impressão de ler cenas de filme de ação, comédia, romance, drama ou tudo isso junto. Não falarei sobre essas cenas porque estaria dando spoilers e fortíssimos, porém eu fico sentida que ele ainda não tenha sido lançado aqui no Brasil (se é que algum dia vai, vamos torcer para que isso aconteça e LOGO!!!) Porque olha, que livro delícia viu?! Passa uma mensagem que vai muito além de qualquer julgamento.

Bom, eu resolvi deixar as músicas para o final assim como as que o livro que eu li tinham e eu fiz uma playlist com todas elas e ainda me atrevi ~como sempre~ a colocar uma que eu estou amando recentemente e que apesar da batidinha 'tropical house' ela é bem fofa. E são elas:



       
P.S.: Vou ficar devendo playlist no Spotify dessa vez, porque algumas músicas não tinham lá, então ia ficar faltando e eu não gosto de nada incompleto.

Espero que tenham gostado do livro e das músicas, um beijo enorme para vocês e até a próxima!!





















PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL