twitter
RSS

[Coluna] Divagações #03: Receitas para o amor.

>> terça-feira, 21 de junho de 2016

Olá pessoas! Tudo bem com vocês? 
O Dia dos namorados já passou, mas aqui todo dia é dia do AMOR!! E é sobre isso que o texto de hoje fala, espero que gostem... 
"Aaaah o amor... Essa é a época do ano que eu mais vejo pessoas felizes, casais apaixonados mas, sabe sempre fui meio contra a ideia de ter um dia em especial pra você mostrar aos demais o quanto está amando. Quem ama, ama hoje e nos demais 364 dias do ano. Não importa se a pessoa tem um(a) parceiro(a) ou não, até porque amor próprio também é amor.


E continuando a falar nele, já dizia o Camões que "o amor é um fogo que arde sem se ver" sempre achei essa frase linda, porque ela diz tudo. Quando a gente ama, temos no coração uma espécie de fogueira e enquanto há amor essa fogueira permanece acesa e a cada dia esse fogo só cresce.

Ouvi dizer que o amor é que nem uma receita de bolo, onde vão:
2 almas prontas para transbordarem amor
1 xícara cheia de afeto
19282882 de borboletas no estômago
1 pitada de romantismo
3 colheres de sopa (cheias) de companheirismo
Mistura tudo até obter uma massa homogênea, coloca pra assar, assim que crescer e estiver cheirando, retire do forno e sirva ainda quente!

Para acompanhar o Bolo de amor, nada melhor que uma boa trilha sonora. Estava aqui analisando as letras das músicas Oceano, Dois Rios, Todo o amor que houver nessa vida e...
"Eu quero a sorte de um amor tranquilo com sabor de fruta mordida, nós na batida, no embalo da rede, matando a sede na saliva. Ser teu pão, ser tua comida, todo o amor que houver nessa vida. Que os braços sentem e os olhos veem e os lábios beijam dois rios inteiros sem direção. E o meu lugar é esse ao lado seu, no corpo inteiro. Dou o meu lugar, pois o seu lugar é o meu amor primeiro. Vem me fazer feliz porque eu te amo, você deságua em mim, e eu, oceano. Me esqueço que amar é quase uma dor. Só sei viver se for por você!"

Temos a definição de amor! Porque amar é isso e mais um pouco, amar é se amar em primeiro lugar antes de esperar receber o amor do outro, amar é ser. Bem como Belchior diz em Corações Selvagens: "Meu bem... O meu lugar é onde você quer que ele seja. Não quero o que a cabeça pensa, eu quero o que a alma deseja... Mas quando você me amar, me abrace e beije bem devagar que é pra eu ter tempo, tempo de me apaixonar. Mas quando a vida nos violentar, pediremos ao bom Deus que nos ajude... Talvez você possa compreender a minha solidão, o meu som, a minha fúria e essa pressa de viver. 
Esse jeito de deixar sempre de lado uma certeza e arriscar tudo de novo com paixão, andar caminho errado pela simples alegria de ser..." 


Então, vamos amar como nos livros e filmes de romance, do jeito que imaginamos, enfim vamos amar, porque toda forma de amor é justa e que o felizes para sempre, seja eterno enquanto dure!"
Beijos e até a próxima!! 
PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL