twitter
RSS

[Resenha] Entrega Total- Jennifer Lyon.

>> sexta-feira, 13 de maio de 2016




Olá pessoas! Tudo bem com vocês?

Hoje eu vim me despedir... Calma. Eu vou me despedir sim, mas é do Sloane Michaels e da Kat Thayne. Não estava preparada para dar tchau ainda. Foi uma trilogia maravilhosa, amei ter conhecido e me apaixonado por eles lá em 2014 com Uma proposta sedutora, reafirmei o amor em 2015 com Só você e agora eu comprovo que o para sempre dura pouco, mas que não tenhamos pressa para a eternidade.

Eu aprendi tanto com eles, principalmente com o Sloane que compreendeu o significado de deixar ser amado. Aprendi com a Kat que apesar dos pesares, somos mais fortes que as nossas limitações. Aprendi que cultivar e cuidar de uma amizade com base na sinceridade é o ato de amor mais valioso que podemos fazer em vida. Aprendi que despedidas nem sempre precisam ser dolorosas, até as definitivas. E principalmente eu aprendi que onde há reciprocidade e gratidão, há amor.

Esse é um livro definitivamente de despedidas, mas como eu falei anteriormente elas não precisam ser dolorosas. Todo fim de trilogia tem dessas coisas, fazer com que os protagonistas aparem as arestas das suas vidas e sigam felizes para sempre e só. Não em Entrega Total. Jennifer Lyon achou que as coisas que aconteceram anteriormente foram poucas e colocou mais nesse livro. Coração fica como? Não fica! Porque eu não sei lidar. Sloane arruinou qualquer tentativa de que exista algum homem como ele na vida real. Melhor assim, pelo menos eu posso ser um pouco fiel no casamento da vida literária.

Pessoas é tanta coisa boa para falar sobre esse livro que me fogem as palavras. Vocês já sabem o quanto eu amo o Sloane e toda a sua história. No livro anterior ele desnudou a sua alma para que a Kat pudesse enxergá-lo exatamente como ele é, de forma transparente. E da parte dela foi recíproco. Tanto que neste livro eles resolveram encarar os fantasmas de seus respectivos passados juntos (ou quase isso), com a certeza de que um estaria sempre ali pelo outro.

No final do livro -mas especificamente na 'nota da autora'- Jennifer me fez ter aquele choque de realidade de que acabou. Só que ela fala de uma forma tão doce que me arremeteu eles estarem sentindo a música sentados no deque da varanda da casa dele, olhando o mar e comendo cupcake de limão, com a serenidade no olhar de quem fizeram, apesar das provações, a escolha certa para suas vidas.

E assim, super saudosa e já nostálgica que eu me despeço de vocês e deles. Espero que tenham gostado. Um beijo enorme e até a próxima!




















PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL