twitter
RSS

[Resenha] O Príncipe dos Canalhas - Loretta Chase

>> segunda-feira, 9 de novembro de 2015



Em O Príncipe dos Canalhas (Editora Arqueiro, 2015, 288 páginas) Sebastian é o Duque de Blackmoor, mais conhecido como Marquês de Dain. O chamam também de Lorde Belzebu e com esta fama não preciso me demorar muito descrevendo sua personalidade, suponho... 
É claro que para tudo há uma explicação, e com Dain não é diferente. Ele teve uma infância solitária e, por incrível que pareça, o abandono afetivo dos pais foi desde seu nascimento. Quando seu pai Dominick Edward, barão de Ballister, olhou para o pequeno Sebastian pela primeira vez, identificou que sua aparência não condizia com o padrão social da época. A feiura de Dain incomodou tanto seu pai, que este não conseguiu desenvolver nenhum afeto por seu filho. Por ser um homem frio e impaciente, o conde de Blackmoor também não dedicava os melhores tratamentos a sua esposa, mãe de Dain. Que por sua vez, também não dispensou muito de seu tempo e cuidado para sua criança. 
Os traumas que Sebastian carrega começaram na infância, e mesmo agora, já adulto, ele não faz nada para se livrar de sua completa escuridão, ao contrário, ele a fortalece, tornando-se cada dia uma pessoa pior. Por isso o chamam,de forma indiscutivelmente apropriada:Lorde Belzebu.
“O flagelo e a perdição dos Ballisters, o Príncipe dos Canalhas em pessoa. O maior cortejador de prostitutas de toda a Cristandade. Um ingrato arrogante e imbecil.”
Sim, o nosso mocinho é realmente assustador! Sebastian mais parece aquele tipo de vilão que amamos odiar; Ou que odiamos amar. No entanto, nosso amor por Jéssica Trend é imediato e irrevogável. Nossa heroína é sensacional, porque além de linda e carismática, Jess tem personalidade, é inteligente, intuitiva, total e absolutamente atemporal! 
“No meu dicionário, romance não é um sentimento piegas e pegajoso – disse ela. – É algo picante, temperado com entusiasmos e uma dose de cinismo. – Ela estreitou os olhos. – Acho que daqui a algum tempo você se transformará num belo tempero picante, Dain.”
Jessica não é uma mocinha que vemos com frequência, ainda mais em romances de época, em que, por mais personalidade e atitude que uma mocinha tenha na época não a permite viver de acordo com suas próprias vontades. Mas Jess não se dobra as regras sociais e nem a ninguém. Ela faz aquilo que entende ser o certo. Recém-chegada a Paris, (Sim, o cenário principal se passa na França e não na Inglaterra como de costume) Jess não demora muito para se tornar bastante conhecida, pois além de encantadora, é irmã do mais famoso cabeça de vento,Bertie. Que por coincidência é fã e seguidor do Marquês de Dain. Inclusive, este é o motivo de sua ida à Paris, salvar o irmão de chegar ao fundo do poço por seguir cegamente a influência de Lorde Belzebu.

A trama toda se desenvolve de maneira impressionante a cada capítulo. Não posso dizer que será um casal fofo, nem que se apaixonam à primeira vista. O que posso afirmar é que a atração é imediata e mútua. E, posso garantir que a maneira que cada um, tendo personalidades tão diferentes, vão lidar com esse desejo quase incontrolável será bastante divertido de se ler. 
O que mais posso dizer? É um perfeito romance no melhor estilo “cão e gato”.
“Os dois podiam personificar dois exércitos furiosos, e o beijo seria uma batalha de vida ou morte. Eles tinham o mesmo objetivo: conquistar, possuir. Dain não ofereceu trégua. Jéssica não fazia questão nenhuma.”
O Príncipe dos Canalhas é um romance completo, visto que no enredo encontraremos traumas, superação, amor, solidariedade, raiva, conspiração, fofoca, armações, perigo e, com certeza, muitas, muitas surpresas! 

Obs.: Está é minha primeira resenha, aqui neste blog e na vida! Espero que vocês tenham gostado.
















PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL