twitter
RSS

[Resenha] Redenção de um cafajeste - Nana Pauvolih

>> terça-feira, 6 de janeiro de 2015


" Era deliciosa, a mulher mais linda que vi na minha vida. Tudo nela me deixava doido, seu corpo, seu rosto, seus olhos, sua voz, seu cheiro, seu jeito. Não me lembro de um dia ter ficado tão excitado, tão embriagado pelas sensações vorazes e extasiantes."

Como prometido e divulgado no Facebook e no Instagran do Menina, esse mês minhas resenhas serão apenas sobre livros brasileiros. No decorrer do ano através da fanpage do Menina e do meu facebook recebo várias mensagens sobre autores que gostariam de divulgar seu trabalho e se podem contar com essa parceira do blog, alguns aceitei resenhar, mas devido alguns contratempos tive que adiar muitas vezes a leitura e resenha desses livros. Aproveitando então o mês da férias da melhor do que colocar as pendências em dia, não é?!

Os livros da Nana chegaram assim para mim, uma colega de um grupo de romance que faço parte, (hoje uma querida na minha vida, a Kilakia) me perguntou se eu já conhecia a Nana e seus livros e se poderia resenhá-los, como gostei da temática e da sinopse do livro, além de gostar de falar sobre os livros brasileiros, pensei porque não?! E aqui estamos nós... Vamos então falar sobre essa grata surpresa?

Como a imagem e a citação que postei já mostram, esse livro é para quem gosta de romance picante, cenas fortes e emoções intensas. A Nana é carioca e desenvolve as tramas de seus livros no cenário brasileiro, o que é muito interessante. Tenho amigas no Rio e muitas residem, trabalham ou passeiam pelos locais que a Nana cita nos livros e isso chega a ser engraçado às vezes, pois elas brincam que poderiam se esbarrar com um dos personagens um dia desses...

O livro a Redenção de um cafajeste é o primeiro livro da trilogia Redenção. A trilogia conta a história dos três amigos Arthur, Matheus e Antônio (meu preferido!!) que se conhecem desde a escola e são sócios do Clube privado Catana. O Clube Catana é uma casa de sexo explícito, onde só a elite frequenta. Os frequentadores do clube vão em busca de praticar sexo, ou ainda vão apenas para observar, ou para tomar uns drinks e relaxarem.

A redenção de um cafajeste, como o próprio título já diz, nos conta a história de um mocinho verdadeiramente um cafajeste, mulherengo, arrogante e sem pudores. No inicio custei a gostar de Arthur Moreno, pois desde a sua primeira cena ele nos choca com sua vida desregrada, participando de festas e orgias, apenas para sair do tédio. Sabe aquele mocinho por quem você já sentiu vontade de bater, de sacudir ? Aquele mocinho estilo Diana Palmer? Eleve ao quadrado e talvez vocês cheguem perto da canalhice de Arthur. Cheguei em alguns momentos me questionar se iria realmente gostar dele...

Arthur tem o mundo a seus pés. É lindo, rico, poderoso, foi criado por sua vó como um rei e se acostumou a ter tudo o que quer. Por causa do casamento de seus pais, ele cresceu ouvindo que não deveria jamais confiar em mulher alguma e por isso mesmo não as respeita, apenas usa-as para seu prazer e as descarta. Até se interessar por Maiana e decidir que tem que tê-la, iniciando uma caçada para conquistá-la, somente para satisfazer o seu ego. Mas o destino traz surpresas quando ele se descobre apaixonado por ela. E em meio a muita paixão, desprezo e dor, ele vai descobrir que pode amar, se arrepender e mudar.

A nossa mocinha Maiana, é uma garota inteligente, inocente, que gosta de trabalhar, faz faculdade e sustenta sozinha a casa que mora com sua mãe e irmã, em Nova Iguaçu. Tem uma relação difícil com as duas, pois sua mãe é uma interesseira que criou as suas filhas incentivando-as a se relacionarem com homens ricos para ter algum beneficio financeiro (Essa mãe da Maiana entra para a lista das piores mães que já li). E sua irmã Juliane tem o mesmo perfil que sua mãe, e não leva a sério os conselhos de Maiana referente a se envolver com homens desconhecidos, apenas porque são ricos. É numa das festa que Juliane costuma frequentar que ela se envolve com Arthur e devido a um equívoco, ele acaba conhecendo Maiana.

Arthur se encanta com a beleza de Maiana, com sua pureza e coragem e juntamente com Juliane, interpretando o papel de bom moço, arquiteta um plano para seduzir a doce Maiana, e conseguir leva-la para cama e satisfazer sua vontade. Maiana acaba se rendendo e tudo segue conforme planejado, até que Maiana ao revelar um fato a Arthur descobre tudo sobre ele: seu plano, suas festas e orgias. Decidindo então, terminar o relacionamento, E a partir desse momento iremos começar a ver a redenção do cafajeste.

Lembram um pouco mais acima, quando me questionei se iria gostar de Arthur? Pois eu gostei, senti pena, sofri junto e terminei me apaixonando por ele. Tenho que parabenizar a Nana nesse ponto, porque sinceramente estou cansada de mocinhos que maltratam a mocinha e com apenas desculpas, recebem perdão e tudo termina bem rapidamente. Nesse livro vi realmente uma redenção acontecer, gradativa e sofridamente. E quando você chega ao final do livro, a sensação é de satisfação, de dever cumprido e de que todos podem se arrepender de seus atos.

A Nana recentemente foi contratada pela Rocco e sua trilogia Redenção que hoje é vendida pela Amazon, será relançada pela editora. Então se você não lê em e-books terá a oportunidade de ler o livro físico em alguns meses. Eu realmente gostei muito do livro, da forma que a Nana escreve, apesar de que em alguns momentos achei algumas cenas bem irreais, e em outros, o uso de palavras pesadas de forma um pouco desnecessária.
Mas ainda sim, o livro surpreendeu por ter fatores que pouco vejo na maioria dos romances, mesmo em eróticos do mesmo estilo. O espaço aqui é pouco para expressar todas as surpresas que tive, as vezes que me irritei, que dei risadas com Arthur, que me emocionei, que pensei:" isso não pode estar acontecendo" , " ele não vai fazer isso" ou ainda " Isso mesmo Maiana, faz ele sofrer" e terminando por " Ah Maiana já está bom, não faz mais isso com o Rei não" Hahaha...

Acredito que nem preciso dizer que fiquei presa na leitura até seu término, que por sinal, foi muito bonito e emocionante. Esse livro entra para lista dos que recomendo para sua leitura de 2015, se você gosta desse estilo. E o próximo livro da trilogia é do lindo e encantador Matheus e já aviso: o livro do Matt é quente...

Trilogia Redenção

1. A redenção de um cafajeste
2. Redenção e submissão
3. A redenção do amor


Bjos e até a próxima!






PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL