twitter
RSS

Novembro de 63 - Stephen King

>> sexta-feira, 14 de março de 2014




Prendam Stephen King!!! Pelo menos era isso que se passava por minha cabeça ao chegar as últimas páginas de Novembro de 63 (Suma de Letras, 736 páginas, R$63,90). Como um cara pode brincar com nossos sentimentos assim? De uma maneira tão cruel e fria? E ele parece que é mestre nisso. Não, ele não parece, ele é um mestre  e com certeza deve até rir de nossa cara ao fazer isso.

Depois voltaremos a esse tema. Vamos falar da história. Jake Epping é um professor de inglês, morador de uma cidade do Maine. Enquanto corrige as redações de seus alunos, ele se depara com uma história brutal e real, Harry Dunning, seu aluno, foi o único sobrevivente de um massacre doméstico cometido por seu próprio pai. 

Mais assustador que isso, é quando Al Templeton, dono de uma lanchonete que Jake frequenta, lhe confidencia um grande segredo. Na despensa da lanchonete há um portal (chamado no livro de "toca do coelho") que se for atravessado, você é levado ao ano de 1958. Louco não? Ainda não, pois o motivo pelo qual Al mostra o portal a Jake é que ele tem uma missão a cumprir: impedir que o maldito Lee Harvey Oswald mate John F. Kennedy. E por que o próprio Al não faz isso? Depois de passar mais de 4 anos na toca do coelho, ele ficou muito doente e não conseguiria cumprir a missão. Jake acaba aceitando e embarcando numa das maiores aventuras que eu já tive o prazer de ler. 


Agora vou explicar o motivo desse livro ser tão especial para mim. Durante as 736 páginas, você aprende tanta coisa, mas tanta coisa. É quase um manual de como você viveria se por acaso morasse nos E.U.A no fim dos anos 50 e início dos 60. Você aprende sobre música, dança, gastronomia, economia e principalmente política. Um exemplo interessante sobre com era a economia: logo ao chegar em 1958, ele vai até uma mercearia e aprecia uma excelente cerveja por apenas U$0,10. Outro exemplo: ele compra um Ford Sunliner 1954, por apenas U$350,00. Um carro que hoje custa entre 30 e 40 mil dólares. Veja:






Mas o livro não é uma aula de história, você aprende tudo isso ao acompanhar a aventura de Jake. 

O crime só vai ocorrer em Novembro de 63, então Jake precisa viver durante esses cinco anos como um morador normal, longe de tecnologia, trabalhando e vivendo discretamente. E ele também precisa aprender quase tudo sobre o perverso Lee Oswald, seguir seus passos e prever seus atos. O que torna a história tão interessante é que o próprio "passado" é um personagem tão importante como o protagonista. Ele é cruel e não quer ser mudado, fará de tudo para impedir que qualquer coisa importante seja alterado.



O que torna Stephen King um escritor tão extraordinário? Se eu disser que ele escreve bem demais, seria idiotice né? Mas o caso é como ele usa sua inteligência e criatividade para nos tocar de um jeito maestral. Veja só as verdades dessas palavras:



Ah, que inferno. Eles eram lindos. Pela primeira vez desde que subi naquela elevação da rodovia 7 e vi Derry assomar na margem oeste do Kenduskeag, me senti feliz. Era um sentimento bom para levar comigo, e me afastei deles, dando a mim mesmo o velho conselho: não olhe para trás, nunca olhe para trás. Com que frequência as pessoas dizem isso a si mesmas depois de uma experiência extremamente boa (ou extremamente ruim)? Muita, eu acho. E geralmente não seguem o conselho. Os seres humanos foram construídos para olhar para trás; é por isso que temos essa junta giratória no pescoço.
pag. 132



Pode ser que essas palavras não faça sentido para você, mas com certeza fará quando ler esse livro. Eu gostaria de falar mais sobre Novembro de 63, na verdade eu poderia até fazer um livro sobre ele, rsrs. Mas não posso me aprofundar muito, senão eu acabaria contando vários spoilers, e isso seria um pecado contra esse livro. 

Bom, o livro realmente é caro, mas eu tenho que indicar, é um excelente livro e com certeza vale cada centavo, eu demorei cerca de três semanas lendo ele, não que eu seja lento para ler, mas uma história dessas deve ser apreciada em doses homeopáticas, tudo deve ser entendido. Aí é que ele vale o que custa, é uma história que com certeza você nunca irá esquecer. Então, pode comprar que vale a pena. Esse livro está em meu TOP 3 dos favoritos.


Quando li o final do livro, eu me senti muito triste, meus olhos marejaram, e passei semanas pensando nele. Foi aqui que veio a ideia do início dessa texto. Eu sabia que não poderia escrever tão cedo a resenha. Mas depois de absorver toda a história e o significado dela, eu percebi que o final, não poderia ser melhor do que foi. Eu não posso explicar o motivo, mas com certeza você há de concordar comigo. Também chegará a conclusão que o Stephen King não merece ser preso, muito pelo contrário, ele merece ser eternizado no Hall dos grandes mestres da literatura mundial.












PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL