twitter
RSS

Sonhe mais - Jai Pausch

>> sexta-feira, 1 de novembro de 2013



Quando a vida parece um mar de rosas, é difícil imaginar o chão tremendo 
e depois engolindo você por inteiro.
Pág. 19


Há muitos anos atrás li o livro A última grande lição de Randy Pausch e adorei!!

Em Sonhe Mais, vemos o desenrolar de uma mesma história sob o ponto de vista de sua esposa Jai. Ela nos conta, detalhadamente, todo o processo da doença de Randy, um câncer de pâncreas extremamente agressivo que tirou-lhe a vida e acabou mexendo com toda a estrutura familiar.

Até descobrir a doença do marido, Jai leva uma vida normal de esposa e mãe de três filhos, entre eles a pequena Chloe, de apenas quatro meses. Mas quando Randy recebe o terrível diagnóstico, toda a rotina familiar vira de cabeça para baixo. Jai precisa reorganizar sua vida e rever prioridades. A vida daquela família passa a girar em torno do câncer de Randy.

Queria me segurar na beleza e na segurança de nossa vida normal, mas a vida era como um mosaico de vidro quebrado, jogado a meus pés, em cacos.
Pág. 34

A vida de Jai passa a ser um verdadeiro martírio diário. Randy decide que só quer ser cuidado por ela, então ela precisa se desdobrar pra cuidar da casa, das três crianças e do marido doente em tempo integral. E o pior de tudo: muitas vezes Randy sequer reconhece seu esforço.

Em determinado momento, ela percebe que não dará conta de tudo sozinha e começa a pedir ajuda aos familiares, amigos e vizinhos, que se revezam para ajudar aquela família tão necessitada de apoio.

Passei a entender que ser forte não significa não pedir ajuda, nem significa não ter medo. Essa é provavelmente uma das maiores lições que aprendi.
Pág. 76

Ela nos conta a história quase como se falasse com ela mesma, quase como um desabafo, todos os seus medos, tristezas, esperanças, a busca incessante por qualquer tratamento que pudesse curar seu marido para que ele tivesse a chance de ver os filhos crescerem.

Depois da morte de Randy, ela precisa se reerguer por seus filhos e por ela mesma.

Confesso que pulei muitas partes, pois Jai faz descrições muito detalhadas e, ao meu ver, desnecessárias, sobre a doença. Isso foi tornando tudo muito chato e deprimente! Não sei se foi o fato de já ter perdido minha mãe, mas me incomodou ela passar um capítulo inteiro descrevendo a escolha do lugar que Randy seria enterrado, o caixão, a música, as flores, a missa... aquilo tudo foi me angustiando demais! Então, pra conseguir seguir em frente com a leitura, decidi que pularia todos esses trechos que não me interessavam nem um pouco.

Sonhe mais, de Jai Pausch (Novo Conceito, 256 páginas, R$ 29,90) é um livro que fala de algo que todos nós já passamos ou passaremos um dia: a dor da perda. E mais do que isso, ele fala de força de vontade, superação e, sobretudo, amor.

Quando alcançamos um sonho, isso não deve se tornar uma camisa de força, restringindo nossa evolução e progresso. Em vez disso deveria ser uma pedra de apoio para o próximo sonho. Quando um sonho se despedaça, devemos recolher os cacos e criar um novo.
Pág. 244

CLÁUDIA VASCONCELOS

PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL