twitter
RSS

Boas vindas a Revista Bang! Brasil

>> quinta-feira, 3 de outubro de 2013




Nesse mês de Setembro de 2013, tivemos uma grande notícia nos meios editoriais nacionais, principalmente no que se refere a literatura fantástica. A Editora Sextante se associou com a editora portuguesa Saída de Emergência criando a Saída de Emergência Brasil (SDE Brasil), com 50% de capital para cada lado, e o resultado mais imediato disso é que uma nova leva de obras de literatura fantástica inundará nossas livrarias. É o que mais queremos!

A Saída de Emergência Brasil é uma editora especializada em literatura fantástica e já traz grandes lançamentos para o mercado brasileiro, como a coleção Bang! Entre as novidades, absolutamente fantásticas, já anunciadas, então a série do Ciclo da Guerra do Portal do norte americano Raymond E. Feist, cujo primeiro livro, Mago Aprendiz, já saiu em setembro; a fantasia histórica de Tigana, de Guy Gavriel Kay vem depois, em outubro, e o steampunk A Corte do Ar, de Sthepen Hunt, sai em novembro. Mas não sei se os portugueses sabem, mas bang-bang, no Brasil, é sinônimo de faroeste (far west). Muita gente poderá achar que a coleção vai publicar livrinhos de bolso norte-americanos com as histórias mais que manjadas de caras-pálidas caçando índios pelo velho oeste, de pistoleiros invencíveis duelando em Dodge-City ou de bandos de foras-da-lei sendo caçados por mocinhos vingativos, armados com seus indefectíveis colts .45 prateados.

Não se enganem forasteiros, a coleção Bang! não tem nada de guerra civil americana, xerifes ou irmãos Dalton, mas ficcão científica, fantasia e horror, da melhor qualidade. É assim chamada, na verdade, porque a Saída de Emergência também publica uma revista de literatura fantástica chamada Bang! e essa revista também vai chegar aos brasileiros, com edições independentes da portuguesa, mas que às vezes poderão compartilhar conteúdo, como me disse por e-mail a Coordenadora Editorial da Revista Bang!, a portuguesa Safaa Dib.

Na edição inaugural da Revista Bang! Brasil, lançada na Bienal do Livro do Rio de Janeiro no mês de setembro último, já tivemos uma boa amostra do que teremos pela frente. Numa capa belíssima da ilustradora brasileira Mariana Vieira, nos deliciamos com as matérias feitas por gente bem conhecida do fantástico nacional, como Ana Cristina Rodrigues, Fábio Fernandes e Gerson Lodi-Ribeiro, dentre outros, e uma entrevista exclusiva com nosso mais bem sucedido escritor de literatura fantástica, Eduardo Spohr, feita pela própria Safaa Dib.

A revista é moderna, com um design atraente (palavra de fã!) e terá periodicidade quadrimestral; já teve 15 números em Portugal e já passou, nesses anos todos em que é publicada, por diversas adaptações, com mudanças estéticas e de equipe editorial. Luís Corte Real, “Diretor e escravo das galés” (é assim que ele próprio se identifica na ficha técnica da revista, numa evidente brincadeira que mostra o espírito jovem e bem humorado da publicação), diz que “A Revista Bang! nasceu de um grande amor pelo fantástico”. Já Safaa Dib (“Editora e procurada pela Interpol”, conforme a mesma ficha técnica que não deixa ninguém escapar), argumenta que “foi essencial criar uma equipe de colaboradores de confiança e cujos critérios de qualidade estivessem em sintonia com os meus. E também me pareceu essencial equilibrar os conteúdos da editora e os conteúdos que não focam os nossos livros”. Isso quer dizer que além de criadores de conteúdo brasileiros estarem sempre presentes, não só os livros da Sextante/ Saída de Emergência serão objeto da Bang! Brasil, mas todo o universo de literatura fantástica, incluindo os da concorrência, sem detrimento inclusive de outras mídias, como cinema, games e HQs. Mostra de que a revista não tem proposta de ser apenas um veículo institucional da editora, ao contrário, veio com intenção de se firmar como periódico sério, voltado para o fandom.

Resta ainda saber como poderemos desfrutar dessa publicação, que promete arregimentar uma legião de fãs em territória brazuca como já faz em Portugal. É que até o momento, a revista só foi distribuída em formato físico na Bienal do Rio e na Fatasticon, em São Paulo, e eu mesmo só consegui a edição digital da Bang! Brasil #0. Safaa Dib disse que ainda estão a procura de uma rede de distribuição. Diferentemente do que acontece na “terrinha” (lá a revista é distribuída pelas livrarias FNAC), aqui ainda não temos um canal para isso.

Uma curiosidade minha é se a intenção da Editora Sextante em se associar a uma referência como a Saída de Emergência, é apenas abrir espaço em terras portuguesas para as obras de auto-ajuda, biografias e espiritualizade da Sextante, ou também seria publicar autores nacionais de literatura fantástica, já que se fosse só pelos autores estrangeiros, poderia se valer do selo Arqueiro, que já publica mestres como Joe Hill, Joe Abercrombie e Patrick Rothfuss, este último o maior escritor de fantasia atual, segundo as palavras de ninguém menos que George R. R. Martin, autor do fenômeno mundial Guerra dos Tronos (pela Leya e HBO). Mas, sejam quais forem os interesses da Sextante, desejamos muita sorte para a SDE Brasil e para a Revista Bang! Brasil. Esperamos que o universo fantástico nacional atinja novos patamares de qualidade e importância para a indústria editorial brasileira. Bem vinda Saída de Emergência, a entrada é por aqui!

ALBARUS ANDREOS
PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL