twitter
RSS

Caminhos de Sangue - Moira Young

>> segunda-feira, 2 de julho de 2012



Choro pela Emmi. Pelo Pai. Pelo Lugh. Por mim.
Pelo que a gente era.
Pelo que foi tirado da gente.
Pelo que a gente perdeu para sempre.
Pág. 116


Caminhos de Sangue é o primeiro volume de uma série distópica. Se passa algum tempo depois que os humanos – conhecidos como Devastadores – destruíram a Terra. Rios são raros, supermercados e redes de lojas não existem. Há um rei, sua lei e a lei da terra, onde cada um faz a sua. Quase um caos completo. E claro, há o chaal – um tipo poderoso de droga. É com o chaal que o rei domina os súditos e os escravos.

Saba e Lugh são gêmeos, nasceram no solstício e inverno 18 anos atrás. Eles têm uma irmã mais nova, Emmi, de apenas nove anos. Sua mãe morreu ao dar a luz à ela. E ainda tem o pai deles, que vive bêbado e drogado, tendo visões e conversando com as estrelas.

Eles viviam numa terra, onde só eles moravam. Um grande deserto com um rio seco, praticamente sem vida. Eles vivam esperando a hora de morrer, de fome, ou de sede, visto que a chuva não vinha. Mas um dia, o céu fica vermelho, uma tempestade de poeira vermelha invade tudo, atrás dela homens encapuzados – os tontons. Eles vieram atrás de Lugh, o menino nascido no solstício de inverno. Segundo reza a lenda, uma pessoa nascida no solstício de inverno deve morrer no solstício de verão, para que a força dele vá para o rei. O que eles não sabem é que Saba é gêmea dele.

Eles sequestram Lugh e matam o pai. Saba promete vingança. Promete resgatar Lugh e proteger Emmi – que ela odeia por causa da morte da mãe. Mas ela promete e não vai desistir.

Caminhos de Sangue, de Moira Young (Intrínseca, 352 páginas, R$ 29,90), é uma aventura épica. Num mundo devastado, sem leis, Saba só aceita sua própria lei, andar sem parar e resgatar Lugh. No caminho várias coisas acontecem, atrasando-a. O dia do solstício está chegando, e ela está com medo de não dar tempo de resgatá-lo. Mas, não apenas coisas ruins acontecem, durante a jornada ela faz amigos e conhece Jack, por quem sua pedra do coração esquenta sempre que ele está próximo.

A saga de Saba é maravilhosa, ela é uma personagem forte, que esconde seu medo quando a fúria vem. Sua vontade de viver é mais forte do que tudo. Ela precisa está viva para resgatar o irmão. Ela vira o temível Anjo da Morte. Emmi é tão teimosa quanto à irmã. Não aceita ser deixada para trás e faz de tudo para seguir Emmi. Jack faz tudo por Saba. Ele tem algo de obscuro e secreto, que só devemos descobrir nos próximos volumes. Mas Saba sabe que pode confiar nele. E é o que faz.

Ele tira as botas e puxa a camisa por cima da cabeça. Eu olho pro peito dele. Num consigo virar os olhos pra outro lugar. Quando vi ele sem camisa antes, lá na Vila Esperança, só reparei nas cicatrizes. Mas agora tudo o que consigo ver é como ele é esguio e forte. Com ombros largos e braços bem musculosos. Ele num tem nenhum pelo no peito, num é que nem o Pai ou o Lugh. Os meus dedos coçam de vontade de tocar nele. Descobrir se a pele é tão macia quanto parece.
Cuidado, Anjo, ele fala. Quando você encara um homem assim ele poder ter algumas... ideias interessantes.
Fico imóvel.
Ele leva a mão até a braguilha das calças. Levanta uma sobrancelha.
Você tem três segundos, ele falou, e aí elas vão cair. Ele começou a contar. Um... dois...”
Págs. 189-190

Meu problema com a história foi a linguagem informal. Nessa nova ordem mundial, não existem livros – são raros – e eles não sabem ler. A linguagem é bruta e crua. Eles falam errado e a escrita retrata a forma de falar: “Viveno aqui. Morreno aqui.” Confesso que me deu nos nervos, logo no início; ao chegar ao fim, ainda não tinha me acostumado, mas a raiva passou.

Se prepare para ler, você encontrará minhocas assassinas gigantes, arena de luta – onde as mulheres precisam raspar os cabelos para terem chance de sobreviver -, navios de terra com salteadores que sequestram crianças para lutarem na arena, um corvo inteligente,... Tem de tudo e mais um pouco.

Caminhos de Sangue foi vencedor do Costa Children’s Book Award em 2011 e do BC Book Prizes 2012. Teve os direitos para adaptação cinematográfica adquiridos por Ridley Scott, diretor de Blade Runner – O Caçador de Androides e Alien, o Oitavo Passageiro.

Série Dustlands:
1. Caminhos de Sangue
2. Rebel Heart

-----

Photobucket

Não sabe como participar da Semana Premiada Intrínseca? CLIQUE AQUI e não fique de fora!

 Photobucket


PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL