twitter
RSS

Dias de Chuva e Tempestade - Nancy Pickard

>> segunda-feira, 11 de junho de 2012



Quando você não quer enxergar seus próprios erros, 
é mais fácil encontrar um bode expiatório.
Pág. 181


Jody Linder vive em Rose, uma tranquila cidadezinha do Kansas. Aos três anos de idade ficou órfã. Seu pai, Hugh-Jay Linder, foi assassinado e sua mãe, Laurie, desapareceu no mesmo dia, com a suspeita de também ter sido morta, pois seu corpo nunca foi encontrado. Sendo criada por seus avós e contando com a ajuda dos seus três tios e de toda a cidade, Jody tentou levar sua vida adiante, apesar do vazio que ficou em seu coração.

Depois de uma terrível noite de tempestade que atingiu a cidade, Hugh-Jay foi encontrado morto em sua casa. Billy Crosby, que trabalhava na fazenda dos Linder e na noite anterior havia tido uma briga com o patriarca da família, foi condenado a cumprir a pena. O vestido ensanguentado de Laurie foi encontrado na picape de Billy, seu chapéu foi achado na cozinha da casa de Hugh-Jay, e todos os outros indícios levavam a crer que ele era mesmo culpado.

23 anos depois da tragédia, Jody fica sabendo que o assassino de seu pai teve a pena suspensa e está voltando para Rose. Collin, filho de Billy, era apenas uma criança quando seu pai foi preso, mas agora, já adulto e recém formado em direito, decide provar a inocência do pai, justificando que o poder da família Linder na cidade pode ter levado a manipulação de algumas provas.

Apavorada, Jody decide ir, por conta própria, atrás da verdade. Mas buscar a verdade a faz descobrir segredos da sua família, saber coisas desagradáveis sobre sua mãe, e correr certos riscos. Mas ela está disposta a enfrentar tudo isso para dar um fim as suas dúvidas. Billy foi mesmo o culpado pela morte de seus pais? Sua mãe estaria mesmo morta? Porque algumas provas da defesa foram omitidas na época do julgamento?

Dias de Chuva e Tempestade, de Nancy Pickard (Arqueiro, 240 páginas, R$ 24,90), é um daqueles livros que você quer virar a noite lendo, e só largar quando a última linha foi lida! Confesso que enquanto lia, pensei em várias possibilidades, passei perto de algumas, mas o fim realmente me surpreendeu. Os personagens são bem descritos, cada um deles com características bem marcantes.

Este foi o primeiro livro de Nancy Pickard que li, e certamente irei procurar por outros. Gostei muito da forma como ela escreve, sendo clara, objetiva, e prendendo, durante todo o tempo, a minha atenção.

Uma leitura que vale a pena! Detalhe, a capa americana (abaixo) é visualmente mais bonita, porém a brasileira se encaixa perfeitamente no clima da história.


-----

Photobucket

Não sabe como participar da Semana Premiada Arqueiro? CLIQUE AQUI e não fique de fora!


CLÁUDIA VASCONCELOS




PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL