twitter
RSS

Damas de honra: Quatro casamentos e nenhum funeral - Jane Costello

>> segunda-feira, 28 de maio de 2012



Às vezes, por mais que você queira alguém, 
por mais que o ame, por mais que esteja desesperada por ele... 
Às vezes não pode ter essa pessoa. Isso dói pra caramba. 
Mas às vezes você simplesmente não pode ter.
Pág. 365

Evie tem 27 anos. Não consegue se apaixonar e por isso coleciona uma longa lista de ex-namorados. Nesse ano, Evie está cotada para ser dama de honra em três casamentos.

O primeiro casamento é de sua melhor amiga, Grace. Grace já mora com o homem dos seus sonhos há sete anos e juntos tiveram 2 filhas lindas, mas eles resolveram oficializar a união. Nesse casamento, Evie conhece ‘He-Man’. Um homem com uma beleza crua. Lindos olhos ora cinzas, ora castanhos. Mas He-Man é o acompanhante da detestável Valentina. A cena em que ela o conhece é hilária.

No próximo casamento - de uma amiga rica, Georgia -, Evie reencontra o He-Man. Ele acabou ficando amigo de jogo do noivo. Antes do casamento, porém, eles se reencontram na despedida de solteira de Georgia. E algo mais bizarro – do que aconteceu no primeiro encontro – acontece! rs
- Está tudo bem com você? – eu pergunto, percebendo de pronto a pergunta ridícula que fiz. Não foi ele que teve uma briga, e perdeu, com um objeto de uma sex shop.
- Está, tudo legal – diz ele.
- Hum, Jack, arrã – eu digo. – Obviamente, não era meu.
- O que não era seu? – diz ele.
- Aquele... Aquele... objeto – sussurro.
- Quer dizer o vibrador? – diz ele
- Era de Georgia! – apresso-me a dizer. – Ela achou que tinha me dado as algemas, entendo, e...
- Algemas? – repete ele.
Ah, meu pai.
Pág. 156

Logo após o casamento, eles marcam um encontro. Finalmente Evie está namorando alguém, o namoro já dura algumas semanas e ela não está enjoada dele. O terceiro casamento do ano está chegando. É o casamento da mãe de Evie. Ela irá com o He-man – que na verdade se chama Jack – como namorado fixo. Yes!

A felicidade era tanta que ela mal podia acreditar, mas como tudo que é bom geralmente dura pouco, um ex-namorado perseguidor, maluco e lunático, conta algumas coisinhas à Jack. O paraíso acabou. Evie está no inferno.

Damas de Honra: Quatro casamentos e nenhum funeral, de Jane Costello (Record, 432 páginas, R$ 39,90), é uma mistura de Vestida para Casar com Missão Madrinha de Casamento. Humor inteligente, tiradas sarcásticas, pequenos dramas. Evie é idealista e romântica. Está em busca do príncipe encantado, mas enquanto ele não aparece ela sai beijando os sapos. A ‘vilã’ da história é super egocêntrica. Valentina é obcecada por ela mesma. Ninguém tem o corpo mais bonito do que o dela, nenhum homem olha pra outra quando ela está por perto,... E por aí vai. Evie tem maior ódio dela.

A escrita dela é deliciosa, você lê e não sente o tempo passar. Escrita fluída, personagens engraçados, um pequena dramazinho. Esse livro é como aquelas comédias românticas que assistimos no cinema. Engraçado e triste ao mesmo tempo. Ah, como diz na capa, realmente lembra um pouco os livros da Sophie Kinsella.

Este é o primeiro livro de Jane Costello. Com certeza, lerei os próximos dela.
Photobucket

PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL