twitter
RSS

Amor no Ninho - Maribell Azevedo

>> quinta-feira, 1 de março de 2012




- Você foi feita para isso, para ser beijada por mim até perder o fôlego, para desmaiar nos meus braços de tanta paixão – disse, agarrando-me pelos braços. -  Agora, repete o que vou dizer: ‘Daniel Harrison, você é meu’ – olhei para ele, atordoada. – Repete!
Pág. 198


Marina, neta de brasileiros que moram em Londres, foi adotada, ainda pequena, por uma família inglesa. Com a adoção, ganhou três irmãos, Maggie, Cate e Dan. Como as meninas eram mais velhas, ela acabou se aproximando um pouco mais de Dan. E apesar de adorar a nova família e ter irmãs, ela nunca conseguiu pensar nele como seu irmão.

Os anos passam, os sentimentos se fortalecem. Adolescente, quase mulher, ela sabe que Dan é o amor de sua vida. Mas como contar isso a ele? Pior, como contar aos seus pais sobre esse sentimento? Seria pecado, incesto - se ela não fosse adotada -, mesmo assim eram essas palavras que lhe vinham na mente, sempre que pensava nesse amor.

Quando estava tentando esquecê-lo e partir para outra, ele se declara. Para consumar esse amor, um casamento escondido na paradisíaca Bora Bora. A fantástica lua de mel, só era perturbada pelos pensamentos: como voltar para casa e contar tudo aos pais?

É quando os problemas batem na porta do paraíso.

Lua-de-mel? – Me encolhi de medo dessa vez, ao ouvir o berro do papai. – Você fornicou com sua irmã por uma semana no Taiti?
Pág. 339

Os pais não aceitam. Para eles, seus filhos são irmãos, não importa quem tenha gerado Marina. Como eles puderam casar? Como puderam ter relações sexuais? Pior, como puderam esconder tudo deles? Revoltados, pensam em várias opções: anular o casamento alegando insanidade, internar Dan e fazê-lo ir num psiquiatra e coisas semelhantes. Eles só não contavam com a determinação de Dan e Marina. Eles poderiam sair de casa, mas nunca se separariam.

Amor no Ninho, de Maribell Azevedo (Baraúna, 476 páginas, R$ 39,80) é uma bela história de amor. Um amor que passou por barreiras e derrubou preconceitos. Um amor maior do que tudo. Quando li a sinopse pensei que a narrativa seria parecida com Todas as Estrelas do Céu, de Enderson Rafael, mas é completamente diferente. É mais madura. Fiquei impressionada com a leitura e, por vezes, me emocionei com os protagonistas. Maribell conseguiu montar uma emocionante história de amor, que se passa na fria Londres, viaja pelo Taiti e culmina com... Não vou contar, né? Digamos que a história tem uma ponta de Para Sempre (de Kim e Krickitt Carpenter).

Em algumas cenas senti um ‘pulo’. Como se parte da história tivesse sido cortada. Tive essa impressão duas vezes, mas nada que atrapalhe o fluxo da leitura.

Existem ótimas resenhas na blogosfera sobre esse livro. Vale dar uma lida!

Livros e Bolinhos
Sempre Romântica
Feed your head
Foforks
Macchiato


Photobucket
PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL