twitter
RSS

Os Sete Selos - Luiza Salazar

>> quarta-feira, 13 de abril de 2011



Uhuuuu, esse livro é m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o e melhor escrito por uma brasileira. Então, só orgulho!

Lara Carver trabalha na Agência, estilo a agência do filme MIB, especializada em descobrir fenômenos paranormais. Quando um evento mobiliza todo o alto escalão, Lara é convocada a enfrentar uma missão, no mínimo impossível. Indo de Londres a Paris, ela é obrigada a ter como parceiro o demônio, Lucius, que havia matado seu pai. Lucius é filho do próprio Rei das trevas, Lúcifer.

Contando ainda com a ajuda de seu grande amigo, Jason, Lara e Lucius partem para o desconhecido, de Londres a Paris, retornando e partindo para Moscou, esse trio vai descobrindo que não existe bem ou mal.

Enfrentando espectros, gárgulas, com a vida por um fio, descobrem que o causador de todos os males é alguém que já não deveria existir, o anjo Gabriel. Esse ser celestial, que agonizado com os males que os humanos causam a si mesmos, começa a eliminar um a um. E para ter total poder precisa encontrar o livro sagrado dos Sete Selos.

Os pergaminhos diziam que o livro seria usado para o apocalipse, que sete anjos tocariam sete trombetas para trazer destruição à Terra e aos homens.
Pág. 122

Lilith, uma humana com dom, cometeu o pecado de se apaixonar por Gabriel e, com medo de seu poder, criou o livro sagrado e o dividiu em duas partes. Onde há vida há morte, onde há o bem há o mal. Nenhum ser que não seja humano jamais encontrará o livro. Apenas um ser especial, dotado de inteligência, o encontrará. O livro está com aqueles que mais o desejam.

Indo parar nas profundezas do inferno e depois mergulhando na imensidão do paraíso, Lara descobre que ELA é a chave para tudo. E que toda a sua vida, é uma grande e total mentira. Nesta batalha entre céu e inferno, ela precisa escolher entre o sangue o coração.

Os Sete Selos, de Luiza Salazar (Underworld, 440 páginas, R$ 39,90) é ação do início ao fim. Nem um pouco maçante. O enredo é bem amarrado, a leitura flui facilmente. Eu simplesmente adorei. Como diz Alê, do blog La Sorcière, pare tudo e vá ler agora!

Para não dizer que achei tudo perfeito, apenas uma questão: no início do livro Lara tem 21 anos, mas no decorrer da trama aparece na carteira de identidade 25 anos. Isso não atrapalha em nada a história, é um dado insignificante.

P.S.: A capa é lindaaaaaaaaa!


Photobucket
PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL