twitter
RSS

Clube do livro Saraiva - 3ª edição

>> sexta-feira, 4 de junho de 2010



Esse encontro foi de longe o melhor. Fico tão feliz e emocionada quando vejo alguém falando com paixão sobre algo. Paixão nos motiva, impulsiona. Paixão é necessária e importante.

Eu sou apaixonada por livros. Ler, pra mim, é tão importante quanto respirar. Mas não tenho aquele autor ou autora preferida. Adoro a Nora Roberts, seus romances me fazem suspirar. Adoro a Chelsea Cain, seus thrillers médicos me fazem pensar como a mente humana pode ser maldosa. Penso que ela estava terrivelmente irritada com a insônia, devido à gravidez, para poder ter criado uma psicopata tão perfeita quanto possível. A Gretchen me dá medo, mas fico igualmente fascinada e curiosa sobre o funcionamento de sua mente. Tal como Archie, não consigo esquecer Gretchen, ela não me deixa. Estou esperando ansiosa pelo lançamento em setembro do 3º livro da série.

Por mais que eu goste da Nora e Chelsea, e não gosto pouco, ainda assim meus olhos não brilham tanto quanto os da Francine ao falar da Virginia Woolf e Clarice Lispector. Não apenas seus olhos, seu corpo inteiro vibra. Francine conseguiu prender toda nossa atenção. Foi um prazer ouvi-la.

Francine Ramos

Além de convidados especiais, esse mês bateu recorde de participantes. O espaço ficou cheio. Senti-me orgulhosa de fazer parte de um grupo que dá certo. Unidos por amor aos livros. 

Gostaria de contar como foi o encontro através das palavras da Jacy Coelho:


“Dia 29, aconteceu a 3ª edição do Clube do Livro. Minha 1ª edição. Tema do mês: Mulheres modernas.

Mulheres e homens modernos discutiram o tema durante 5 horas com um toque especial de @francineramos, que falou lindamente e apaixonadamente sobre Clarice Lispector e Virgínia Woolf, e da @fotografacarol, que deu uma surpreendente mini-palestra sobre homoerotismo.

 Carol Bandeira

Mulheres modernas foram as mulheres que transgrediram regras, que mostraram o peito, inventaram, mulheres corajosas à frente do seu tempo. Nós somos herdeiras.

Nós temos o poder de escolher o que queremos fazer das nossas vidas. Se quisermos trabalhar, sermos bem sucedidas, sem filhos para atrapalhar, sem marido para pedir satisfação; ou se quisermos ser mães de família, donas de casa; ou se quisermos ser os dois, podemos. Não precisamos seguir modelos. E é tudo por causa delas.

Mas não vamos confundir esse poder de escolha que nos foi concedido com falhas de caráter (que é pessoal) e também não precisamos quebrar regras sociais que são importantes para o bem viver em comunidade. Pode parecer conservador, mas não é o caso de andar nua por aí só porque podemos escolher. Alguém já fez isso por nós.

Ainda temos muitas barreiras a quebrar como a questão do direito do aborto, da união homossexual e da adoção, da equiparação salarial por cargo, função e competência, não por sexo (questão levantada pela @meninadabahia).

Mas antes, precisamos quebrar nossas próprias barreiras, como bem colocou a @fotografacarol.

Com o advento do Cristianismo, tudo aquilo que se relacionasse com o corpo e desejos sexuais foram reprimidos. A mãe de Cristo, a Virgem Maria virou o modelo para todas as mulheres que deveriam seguir seu exemplo de castidade. Essa foi uma das formas encontradas para “domar” as mulheres, pois quem não se conhece sexualmente não conhece seu poder e não sabe o que é liberdade.”

Gostaria de agradecer também a presença de convidados especiais:

Benjamin Batista - advogado e presidente da Academia de Cultura da Bahia.
Elliane de Quadros - psicóloga e especialista em Life Coach.
Carol Bandeira – fotógrafa de corpo e click
Francine Ramos – blogueira apaixonada por V. Woolf e C. Lispector

Muito Obrigada a todos que compareceram e fizerem deste mais um encontro de sucesso. O encontro foi até às 21 horas e teve uma preseça maior do público masculino.

parte do grupo

Não poderia deixar de agradecer, também, às editoras que prestigiam nosso evento e fazem doações de livros.

Bertrand Brasil:

01 exemplar - Sushi, da Marian Keyes
01 exemplar - As Quatro Graças, de Patricia Gaffney
01 exemplar - Impressões Digitais, de Barbara Delinsky
01 exemplar - Todo Ar que Respiras, de Judith McNaught
01 exemplar - Perdida na Floresta, de Sue Miller
01 exemplar - Explosão de Estrelas, de Robin Pilcher
01 exemplar - A Última Dança, de Eileen Goudge
01 exemplar - Como se tornar linda, rica e perua, de Giulio Cesare Giacobbe

Planeta:

03 exemplares – A vida secreta de Marilyn Monroe, de J. Randy Taraborrelli
07 exemplares – Seduzindo o clube do bolinha, de Nina DiSesa

Objetiva:

02 exemplares – Bussunda, A vida do casseta, de Guilherme Fiuza

Serviço do próximo encontro:

DIA: 19/06
LOCAL: SARAIVA MEGA STORE, SHOPPING IGUATEMI (BA)
HORÁRIO: 16 HS
TEMA: SEGUNDA GUERRA MUNDIAL, retratos e relatos da maior catástrofe provocada pelo homem em toda a sua longa história

Photobucket

PhotobucketRSS/Feed - Receba automaticamente todos os artigos deste blog. Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL