twitter
RSS

Íntimo e perigoso - Linda Howard

>> segunda-feira, 15 de março de 2010

Photobucket



Quando voltar da morte pode não ser a melhor escolha

Um misterioso acidente de avião. Uma perigosa viagem através do deserto. Uma atração latente. E um jogo mortal de gato e rato. Em Íntimo e Perigoso, Linda Howard, famosa por seus bestsellers de romance e suspense, mistura essas situações numa história eletrizante que deixará os leitores sem fôlego até o último momento. Intrigante, sexy e dinâmico, Íntimo e Perigoso traz Linda Howard no auge de sua forma.



Linda Howard é conhecida por aliar sensualidade à tensão eletrizante em seus livros, a se perceber nas séries Mackenzie e John Medina, publicados aqui no Brasil. Mas em Íntimo e perigoso ela consegue se superar de maneira magistral.

Bailey Wingate é odiada por sua família. Seus pais não se importam com ela. Seus meios irmãos muito menos. Seus dois enteados a detestam. Isso porque ela controla o fundo fiduciário deles. Por conta disso, eles são obrigados a viver dentro dos limites impostos por ela.

Cam Justice, piloto de avião, também a detesta. Ela é fria, calculista, metida e esnobe. Ele quer distância dela, mas quando seu sócio fica doente, Cam é obrigado a levá-la para Denver. 

Bailey também não gostava de Cam, o achava um rabugento antipático. Mas a viagem prometia ser tranquila. Ela tinha livros e revistas na bolsa, de modo que não precisa tentar manter um mínimo de conversa com ele.

É, tudo estava muito tranquilo, até o motor falhar! Isso, o motor do avião parou! E agora? Isso é o que Cam e Bailey se perguntaram. A única chance possível era planar até conseguir fazer um pouso de emergência. Mas pousar onde, se tudo que eles viam eram montanhas cobertas de neve?

Milagrosamente Cam consegue pousar, mas está muito ferido, com um corte imenso no rosto. Está tendo hemorragias e está à beira da morte. Graças à frieza, Bailey consegue esterelizar o corte e fazer uma sutura  de modo a estancar a hemorragia e impedir que infeccione. Eles estão feridos. Suas perspectivas são sombrias.

Cam achava Bailey uma mimada esnobe, mas ela acabou se tornando uma agradável surpresa. Ela não reclamava, pelo contrário, ela procurou e arrumou um meio de mantê-lo vivo e aquecê-lo. Ele devia sua vida à Bailey. E passar uns dias nas montanhas geladas fez-lo conhecer a verdadeira Bailey. E ele gostou do que descobriu.

O livro, do ínicio ao fim, contém uma deliciosa e torturante tensão sexual.

Justice estava a um passo da morte por hemorragia, sua cabeça estava aberta e ele, sem dúvida, sofrera um traumatismo. Estivera perto de morrer de hipotermia, e só Deus sabia que outros ferimentos ele poderia ter. Havia passado por tudo aquilo - e o safado ainda conseguia ter uma ereção.


- Estou com frio - ela respondeu num sussuro. - E pode tirar suas mãos daí, por favor?
-Que mão? Esta? - Os dedos dele se mexeram perto da abertura das nádegas dela, pertubadoramente perto do, bem, pertubadoramente perto.
- Justice!
- Tenho um problema na cabeça, lembra? Não sou responsável por minhas atitudes... ou pela minha mão.


Apesar de toda essa tensão, há ainda o medo, as dúvidas: Quem sabotou o avião? E quem fez, queria matar Cam ou Bailey? Geralmente o culpado é quem menos se espera.

Linda Howard pesquisou a fundo. O acidente detalhado e as medidas de sobrevivência adicionaram realismo à trama. Íntimo e perigoso, Linda Howard (Bertrand Brasil, 308 pág.) é um thriller evolvente que nos mostra que o amor pode nos surpreender e brotar de onde menos se espera. Um livro imperdível.

Recomendo.

Resumo:

Os enteados de Bailey Wingate ficam surpresos quando seu pai resolve seguir para a guerra e deixar a esposa responsável por sua fortuna. Um ano depois, Bailey vê a morte de perto quando o motor de sua aeronave falha em pleno voo. Felizmente, Cam Justice, piloto do avião particular de Bailey, consegue fazer um pouso forçado e evitar uma tragédia maior.

Agora, isolada num lugar ermo e desconhecido e lutando bravamente para impedir que seus sentimentos pelo atraente piloto venham à tona, Bailey começa a refletir se o ocorrido foi realmente um acidente. Quem poderia ter adulterado o motor? Quais poderiam ser seus inimigos?

Supostamente morta e com chance pequena de resgate, Bailey se vê obrigada a colocar sua vida nas mãos de Justice, enquanto eles lutam contra um ambiente inóspito e procuram um modo de voltar salvos à civilização. O único problema é se um possível bandido estiver à espera para concluir o serviço.

Você tem Twitter? Aproveite e siga o @MeninadaBahia, e não deixe de assinar nosso Feed para nos acompanhar em tempo real!


Menina da Bahia


Photobucket

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL