twitter
RSS

Eu sou Alice - Melanie Benjamin

>> terça-feira, 9 de março de 2010



Todos conhecem a pequena Alice que um dia caiu na toca do coelho e entrou no mundo das maravilhas. Mas quem foi Alice Liddell, a menina que aos 7 anos inspirou o Sr. Charles Dodgson a criar a história que depois assinou como Lewis Carroll? Esta Alice de carne e osso está aqui. Misturando ficção e realidade, Eu sou Alice reconstrói deliciosamente não apenas os bastidores da criação do livro Alice no país das maravilhas, mas a vida daquela menina travessa que no século XIX quase se casou com um príncipe de verdade. Sua biografia se mistura com o surgimento do clássico que encanta gerações até hoje. Por toda sua vida, ela carregou o peso de uma realidade que insiste em abafar a poesia. O romance eu sou Alice já nasceu um clássico e vai tocar o coração de todos com sua beleza. Entre nesse país das maravilhas.

"Ai, meu Deus, estou cansada de ser Alice no país das maravilhas. Será que estou parecendo ingrata? acho que sim, mas é que estou tão cansada... " Alice Liddell, por toda sua vida, viveu com o peso de ser uma eterna criança. E estava tão cansada disso. Cansada de ser lembrada como uma criança traquina, lembrada apenas por sua infância. Estava velha, enrugada, e não se sentia nada no país das maravilhas. A vida real não é um conto de fadas, a vida real é cruel, bombástica.

Alice era uma criança espevitada, com energia de sobra e o bondoso sr. Dodgson, professor de matemática da faculdade, da qual seu pai era reitor, era um amigo para todas as horas. Ele levava ela e suas irmãs pra passearem, contava histórias. O sr. Dodgson era um Deus para ela e suas irmãs. Numa das histórias contadas pelo sr. Dodgson, Alice pediu que ele a imortalizasse num livro.

O sr. Dodgson, pseudônimo Lewis Carrol, era um amante da juventude. Gostava de estar sempre rodeado por crianças, em especial Alice. E esse interesse todo fez com que os pais de Alice proibissem essa amizade. Mas o que Alice, não se recordava era que ela era apaixonada pelo sr. Dodgson, era ela quem o provocava.

Eu sabia fazer tremer o sr. Dodgson. Sabia como fazê-lo ir devagar. Sabia como fazê-lo esperar.

Com a proibição da amizade, Alice passou a odiar o inevitável, o crescimento, ela queria ser sempre a Alice dele, a eterna criança. Mas com o passar dos anos e início de sua juventude aparece um príncipe em sua vida, príncipe Leopold. E como num conto de fadas eles se apaixonam. Mas a rainha mãe não pode permitir que seu filho se case com uma mulher passível de escândalo, mesmo que proveniente de uma abastada família. O relacionamento de Alice com o sr. Dodgson nunca explicado poderia ser um escândalo para a nobre família.

E separados restou Alice se casar com quem a pedisse em casamento primeiro. Casou e colocou o nome de seu primeiro filho de Leopold, em homenagem ao seu amor. E a primeira filha do príncipe se chamou Alice. Alice teve três filhos homens, dos quais dois morreram na guerra. Com uma vida marcada por tragédias e correndo o risco de ficar sozinha Alice, finalmente decide quem ela quer ser: A Alice do país das maravilhas.

Eu sou Alice (ed. Planeta, 347 p.) é um romance envolvente que mistura realidade e ficção daquela garotinha, conhecida em todo o mundo, que vivia no país das maravilhas. Ser Alice é o sonho de toda criança.  Recomendo!

Resumo:

Quem foi Alice Liddell, a menina que inspirou Lewis Carroll a escrever o clássico Alice no país das maravilhas?  

Nesse livro, Melanie Benjamim mistura realidade e ficção para contar como a menina de sete anos encantou o tímido professor de matemática Charles Dodgson, que assinava Carroll. Aos 82 anos, a personagem se diz cansada de ser Alice e relembra sua história repleta de alegria e fantasia.

Recém-lançado nos Estados Unidos, este romance biográfico encanta os leitores na medida em que traz revelações da vida real de uma das mais importantes personagens da literatura do século XIX.

Você tem Twitter? Aproveite e siga o @MeninadaBahia, e não deixe de assinar nosso Feed para nos acompanhar em tempo real!


Menina da Bahia

Photobucket

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL