twitter
RSS

Conquistando o inimigo - John Carlin

>> sexta-feira, 29 de janeiro de 2010




Louis Armstrong já dizia " Vejo os amigos apertando as mãos, dizendo, 'Como você vai?' Mas  na verdade estão dizendo: 'Eu amo voce!' E eu penso comigo mesmo. Que mundo maravilhoso "

O mundo é realmente maravilhoso, mas nem todas as pessoas que povoam ele o são. E o Apartheid é a prova real e concreta disso. O Apartheid foi o pior genocídio social já existente. Foi contra qualquer direito regido na declaração universal dos direitos humanos. Foi uma humilhação e o rebaixamento da dignidade do negro como cidadão.

Uma minoria branca, algo em torno de 10 a 15% da popução africana, deteve o poder na África do Sul, e estabeleceu suas regras racistas. O Apartheid, que significa separação, na língua africâner, virou lei. E qualquer tipo de violação dela era punido com prisão, passível ainda de ser perpétua e ou então, morte por enforcamento.

Segundo o regime do Apartheid, os "não brancos" não podiam ter cargos de chefia, não podiam votar, não podiam frequentar os mesmo locais dos brancos, quer fosse igreja, escola, ou qualquer outro local público. Até sexo inter-racial era proibido. Era um "muro de Berlim" fictício.

E em meio à esse terror social, alguns se destacaram, e entre ele um líder nato, chamado Nelson Mandela. Mandela passou incríveis 27 anos na cadeia, e mesmo preso ele conseguiu o apoio do país e fez com que os inimigos agissem de acordo com seu critério. Mandela não apenas manipulava, ele realmente conseguia transmitir com exata precisão a realidade que era imposta no país e o quanto isso o separava do restante do mundo.

Mandela queria fazer a diferença para seu povo. Algum tempo depois de solto e se tornar presidente pelas eleições livres, que já foi um registro do quanto o sul-africano o respeitava, Mandela queria mais, queria conquistar o inimigo. E descobriu que a solução estava no esporte, porque o esporte é capaz de unir todas as nações. Tomo por exemplo o Brasil: quando a seleção brasileira de futebol vai jogar, não existe corintiano, nem são-paulino, vascaíno, existe sim o torcedor brasileiro e aquela gana de vencer.

Com essa mesma gana, Mandela resolveu estudar o esporte do inimigo, Rugby, um variante do futebol tradicional. Empenhado na luta da conquista, Mandela aprendeu tudo o que podia sobre o jogo, e conseguiu que a Copa do Mundo de Rugby ,de 1995, fosse em seu país. Na época, os negros acharam que ele havia se "vendido", mas o propósito de Mandela era louvável para o futuro que estava para chegar.

Com uma determinação e superação incrível, o time sul-africano, Springboks, conseguiu chegar à final da copa, com o atual melhor time do mundo, o neozelandês All Blacks, que segundo o Daily Telegraph de Londres, é o time de rugby "mais impressionantemente talentoso" já visto. No dia da final, Mandela surpreendeu a todos, vestido com a camisa oficial da seleção. E ele fez questão de ir pessoalmente cumprimentar todos os jogadores. E fez mais, foi cumprimentar o time neozelandês. Ele disse que nunca se sentiu tão mentiroso ao dizer para eles "boa sorte".

Em resposta, os All Blacks, fizeram seu famoso haka, uma dança para intimidar o inimigo. E todo o estádio ficou emudecido com o espetáculo.

É impossível ler Conquistando o inimigo e não se emocionar. Os editores avisaram na contra-capa: você vai rir, você vai chorar, mas serão lágrimas de alegria. Para um mundo cético, Conquistando o inimigo é a prova de que a fraternidade ainda é possível.

Ah, e vocês me perguntam: mais sim... e quem venceu à final da Copa do Mundo? E eu te respondo: não contei de propósito porque esse livro é realmente imperdível.

E sim, Mandela conquistou o inimigo, fazendo com que negros e brancos fossem unidos como um só povo, uma só nação, e agora sim, Armstrong disse tudo: que mundo maravilhoso!

Eu lancei a resenha hoje, por que hoje é o lançamento oficial do filme baseado no livro, Invictus. Estrelado por Morgan Freeman, como Mandela e por Matt Damon, como o capitão do time de rugby, Francois Pienaar. Vou conferir o filme esse fim de semana e logo posto aqui.

E para a felicidade de todos que ficaram curiosos e intrigados com esse belíssimo livro, eu irei sortear 1 exemplar!!!

Photobucket


Regras:

  • Residir no Brasil;
  • Seguir o blog (no sidebar à direita);
  • Preencher o formulário abaixo.
  • Quem quiser seguir à sextante no twitter o link é www.twitter.com.br/sextante
  • Quem divulgar o sorteio ganha ponto extra.
O sorteio começa hoje e vai até a meia noite do dia 12 de fevereiro de 2010.

Importante: O vencedor terá até 03 dias para responder o e-mail com o endereço.

Boa Sorte!!!







P.S.: Desculpem pelo post imenso. Mas o livro é realmente fantástico.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL